SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

EDUCAçãO »

Vagas no Sisu crescem 150%

Número de oportunidades em instituições públicas teve aumento expressivo em cinco anos. Inscrições para 205 mil chances estão abertas desde ontem. Hoje, será divulgada a nota de corte inicial para os cursos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/01/2015 12:11 / atualizado em 20/01/2015 12:14

Bruno Peres
O número de instituições públicas de ensino superior que aderiram ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de seleção cresceu 150% nos últimos cinco anos. Passou de 51, em 2010, para 128, em 2015. A Universidade de Brasília (UnB) engrossa as estatísticas. Pela segunda vez, a UnB utilizará o Enem e, por isso, não fez o vestibular comum do início do ano. Inexperientes no sistema de ingresso, os estudantes brasilienses precisam ficar atentos ao novo modelo. As inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começaram ontem e vão até quinta-feira no endereço eletrônico sisu.mec.gov.br. A partir de hoje, a nota de corte será lançada diariamente. Todo o processo depende do candidato e exige estratégia para avaliar as possibilidades de aprovação.

Recém-formada no ensino médio, a candidata Maria Clara Zica, 17 anos, está ansiosa para saber as notas de corte em medicina na UnB. “Eu estudava todos os dias para ter um média boa para passar aqui. A minha vida está em Brasília”, explica. Apesar da preferência, a jovem não descarta a ideia de estudar na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) ou na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Por meio do site do Sisu, ela poderá simular se a nota é suficiente para passar nas instituições desejadas. “Eu nem quis olhar as médias gerais hoje (ontem). Quero ver as notas de corte”, alegou. É recomendável que os candidatos entrem no site do Sisu todos os dias para conferir a nota de corte para o curso e a instituição que desejam. Eles podem trocar a preferência diversas vezes até as 23h59 de quinta-feira, quando o cadastro será encerrado.

Redação

Em todo o país, foram disponibilizadas 205.514 vagas em 128 instituições. Para a UnB, são 1.982 oportunidades, em 84 cursos. Para se cadastrar, os estudantes precisam ter obtido nota acima de zero na prova de redação. Cada um pode se inscrever em até duas opções pelo sistema de cotas sociais — definido pela Lei nº 12.711, de 2012 —, pela ampla concorrência ou por outras ações afirmativas eventualmente adotadas pela universidade escolhida.

Nesta edição do Sisu, 82.879 vagas são destinadas à reserva estabelecida pela Lei de Cotas, e 12.825 das chances são de ações afirmativas próprias das universidades — o que totaliza 95.650 vagas para cotas. O sistema universal oferece 109.910 vagas para ampla concorrência. Apenas no Distrito Federal, a UnB e o Instituto Federal de Brasília (IFB) abrem, no total, 2.155 vagas. Na UnB, das 1.982 vagas, 1.077 são para ampla concorrência; 121 são para ações afirmativas próprias da universidade e 784 são exclusivas para alunos de escolas públicas. No IFB, são 173 oportunidades. A Lei de Cotas prevê que, até 2016, 50% das vagas sejam destinadas a alunos de escolas públicas. O percentual deve avançar gradualmente a cada ano até o estipulado. Em 2015, o percentual mínimo de reserva é de 37,5%, mas 99 instituições federais reservam 50% ou mais das oportunidades para egressos da rede pública.

 

 

publicidade

publicidade