SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Concentração no futuro

Na cidade dos concursos, candidatos aproveitam o feriado para mergulhar nos livros, de olho nas provas que ocorrerão nos próximos meses, como exames para delegado, para o CNMP e para a FUB

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/02/2015 12:36 / atualizado em 17/02/2015 12:38

Antonio Temóteo

Ana Rayssa
Ana Rayssa
Enquanto milhares de brasilienses fazem folia e lotam os blocos de rua por todo o Distrito Federal, alguns têm se dedicado aos estudos durante o carnaval. O sonho de ser aprovado em um concurso público e conquistar a estabilidade financeira levou muitas pessoas a abrirem mão da festança para continuar a rotina de leitura de livros e apostilas. Com isso, a agremiação dos concurseiros lotou bibliotecas e salas de cursinho em toda a cidade.

Formado em administração pela Universidade de Brasília (UnB) desde julho de 2014, Erick Gob de Sousa, 23 anos, estuda para concursos desde que recebeu o canudo. Para se dedicar somente aos livros em tempo integral, ele conta com a ajuda dos pais, que são servidores. Nos últimos seis meses, Sousa manteve à risca o planejamento traçado: de segunda-feira a sábado passa o dia fazendo leituras e resumos. Nem no Natal descansou. O único dia livre é o domingo.

Essa é a primeira vez que o jovem abdica do carnaval, mas garante que não é um sacrifício. Para ele, a qualidade de vida que terá após a conquista de um bom emprego compensa qualquer festa a que deixará de ir nos próximos meses. Sousa pretende prestar exames para a Controladoria-Geral da União (CGU), para o Tribunal de Contas da União (TCU) e para a carreira de gestor do Executivo. “Alguns amigos não resistiram à tentação e estão pulando carnaval. Minha família e minha namorada me apoiam e estou focado”, diz.

Rotina
Deixar a folia de lado não é uma novidade para a Yohana Guimarães, 23. Há um ano e seis meses mantém uma rotina diária de estudos. E já foi recompensada. Três meses após se formar em direito, passou no concurso para agente da Polícia Civil do DF. O alvo agora é ser aprovada no exame para delegada.

A corporação publicou edital que abre 100 vagas e outras 100 para cadastro de reserva. O salário é de R$15.370,64

Com a proximidade da prova, prevista para ocorrer em 10 de maio, ela aproveitou o feriado prolongado para focar na análise do conteúdo que será cobrado no certame.

A dedicação da jovem e os resultados alcançados impressionaram o namorado, que também passou a estudar. Na opinião dela, trocar o carnaval por livros e apostilas não é um sacrifício e sim um investimento de longo prazo. “Antes, eu ficava em casa e ele saía com os amigos. Agora meu namorado é meu companheiro nos estudos e estamos juntos nesse feriado revisando a matéria. Após a aprovação, poderemos brincar vários carnavais”, afirma.

Muitos concurseiros estão concentrados porque têm provas marcadas para as próximas semanas. Os exames do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e da Fundação Universidade de Brasília (FUB), por exemplo, ocorrerão em 1ª de março.

O concurso para agente penitenciário da Segurança Pública do DF tem aplicação prevista para 19 de abril. O de delegado da Polícia Civil ocorrerá em 10 de maio.

publicidade

publicidade