SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Foco e dedicação para o MDS

Com muitas exigências específicas, processo seletivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome oferece seis vagas e promete ser concorrido. Salários chegam a R$ 8,3 mil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/05/2015 10:31 / atualizado em 11/05/2015 10:33

Ana Rayssa
Até sexta-feira (15), estão abertas as inscrições para o processo seletivo simplificado do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). São seis vagas para graduados em qualquer curso superior, destinadas a funções de: apoio técnico na gestão de processos de aquisições e contratação de consultores — nível 3 (três vagas), gestão de processos de aquisições e de contratação de consultores — nível 4 (duas vagas) e gerenciamento técnico de pessoas, planejamento e orçamento — nível 5 (uma vaga). A seleção exige comprovação de experiência na área de atuação ou qualificação diferenciada para os cargos de níveis 4 (especialização, mestrado ou doutorado) e 5 (título de mestre ou doutor). Os salários são de R$ 3,8 mil (nível 3), R$ 6.130 (nível 4) e R$ 8,3 mil (nível 5). Os contratos serão de 1 ano, prorrogáveis por até 4.

A possibilidade de trabalhar em um órgão público voltado para as causas sociais foi um dos fatores que atraiu Aline dos Santos Camargo, 26 anos, que está confiante para conquistar um cargo de nível 3. Formada em recursos humanos, a candidata conseguiu a experiência exigida para o concurso ao trabalhar por 2 anos em empresa terceirizada que prestava serviços ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na área de contratação. A pouco mais de um mês da prova, prevista para 15 de junho, Aline tem priorizado matérias específicas para o cargo (fundamentos legais de acordos de empréstimos com recursos externos, cooperação técnica internacional e licitações e contratos administrativos). “Passo mais tempo no cursinho do que em casa. Meu método é eficaz, assisto aulas, faço muitos exercícios e, se tenho alguma dúvida, consulto material ou procuro um professor”, explica ela, que chega estudar 14 horas por dia.

Entenda a prova

A seleção é composta por provas objetivas e avaliação de títulos e de experiência profissional. A banca examinadora será o Cetro Concursos. Em todos os cargos, os candidatos responderão a 70 questões. Os conhecimentos básicos exigidos são em línguas portuguesa (que conta com maior número de questões e maior peso para os três cargos) e inglesa, raciocínio lógico, noções de direito constitucional e administrativo. Os conteúdos específicos variam para cada posição, e a matéria licitações e contratos será cobrada nos três.

Professor de inglês do IMP concursos, Alexandre Hartmann Monteiro explica que a parte de língua inglesa deve trazer textos longos e defende que “alguns itens podem ser respondidos sem a leitura do texto integral para ganhar tempo, uma vez que abordam tempos e vozes verbais, elementos de referência (pronomes pessoais e relativos), falsos cognatos e marcadores discursivos (preposições, conjunções e advérbios conjuntivos)”. Na preparação, o docente recomenda refazer certames anteriores da banca e complementar os estudos com provas da Cesgranrio e da Fundação Carlos Chagas (FCC), que também são compostas por questões de múltipla-escolha e apresentam modelo similar.

Em português, a expectativa é de que os itens foquem em gramática aplicada ao texto. Professora do Alub Concursos, Selma Frasão chama a atenção para o estudo de concordâncias verbal e nominal, regência verbal, crase, pontuação, vozes verbais e pronomes. “Há também um conteúdo inferido, como sujeito, transitividade verbal e períodos composto e simples.”

Válber Castro dá aulas de direito administrativo no Gran Cursos e acredita que resolver provas do Cetro é uma boa estratégia. “O ideal é refazer questões da banca, pontuando os tópicos mais cobrados e a maneira como são exigidos”, indica. Com relação aos conhecimentos básicos, ele explica que, nas últimas provas, o Cetro vem dando ênfase a requisitos e atributos do ato administrativo, além de conceitos de revogação e anulação, assim como os efeitos retroativos. “A banca também exige conhecimentos na teoria da descentralização e da desconcentração administrativa, com destaque para o artigo 37 da Constituição Federal.” Para a prova específica, Castro destaca os pontos que os candidatos não podem deixar de estudar. “Licitações e contratos, além dos conceitos das modalidades previstas nos artigos 21 e 22.”


O que diz o edital

Processo seletivo simplificado do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à fome

  • Inscrições: até 15 de maio no site www.cetroconcursos.org.br
  • Taxas: R$ 55 (nível 3), R$ 70 (nível 4) e R$ 85 (nível 5)
  • Vagas: seis
  • Salários: de R$ 3,8 mil a R$ 8,3 mil
  • Provas: 14 de junho
  • Local de prova: Brasília

Passe bem / Licitações e contratos


Acerca das modalidades de licitação, de acordo com o disposto na lei nº 8.666/1993, assinale a alternativa correta.

a) A modalidade de licitação Leilão será determinada em função de limites contidos na Lei, tendo em vista o valor estimado da contratação.

b) Nos casos em que couber a modalidade Convite, a Administração poderá utilizar a Tomada de Preços e, em qualquer caso, a concorrência.

c) Em caso de utilização da modalidade Convite, a administração somente poderá exigir do licitante não cadastrado os documentos previstos nos artigos 27 a 31 da Lei nº 8.666/1993, que comprovem habilitação compatível com o objeto da licitação, nos termos do edital.

d) Tomada de Preços é a modalidade de licitação entre quaisquer interessados que, na fase inicial de habilitação preliminar, comprovem possuir os requisitos mínimos de qualificação exigidos no edital para execução de seu objeto.

e) Concurso é a modalidade de licitação entre quaisquer interessados para escolha de trabalho técnico, científico ou artístico, mediante a instituição de prêmios ou remuneração aos vencedores, conforme critérios constantes de edital publicado na imprensa oficial, com antecedência mínima de 10 (dez) dias.

Comentário:
a) Errado. Leilão é a modalidade de licitação para a venda de bens móveis a quem oferecer o maior lance igual ou superior ao valor de avaliação (art. 22).

b) Correto. O artigo 23 prevê exatamente isso . A banca cobrou a literalidade da lei, confirmando o estilo de primar pela memória do candidato.

c) Errado.  A documentação de que tratam os arts. 27 a 31 poderá ser dispensada nos casos de convite.

d) Errado. O texto descreve a modalidade de concorrência e não de tomada de preços.

e) Errado. A publicação na imprensa oficial deve ser feita com antecedência mínima de 45 dias.

Questão retirada do concurso da Amazul para advogado, realizado pelo Cetro Concursos em 2015, comentada pelo professor Válber Castro

 

publicidade

publicidade