SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Guia de concursos

Por uma temporada no MEC

São oferecidas 316 vagas temporárias de nível superior para atuar no ministério em Brasília. Os salários vão de R$ 3,8 mil a R$ 8,3 mil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/07/2015 10:21 / atualizado em 20/07/2015 10:23

Maria Leticia Melo
O Ministério da Educação (MEC) lançou edital de processo seletivo simplificado que oferece 316 vagas de contratação temporária para cargos de nível superior. As oportunidades estão distribuídas em 20 postos de trabalho. Os cargos são divididos por tipo de atividades: técnicas de suporte de nível superior — desenvolvedor (14), web design (4), webdesign / mobile design (3) —, técnicas de complexidade intelectual — administrador de dados (21), administrador de rede (25), analista de segurança (9), analista de sistemas (47), analista de sistema operacional (7), engenheiro civil / arquiteto (26), engenheiro eletricista (1), engenheiro mecânico (1) — e técnicas de complexidade gerencial, de tecnologia da informação e de engenharia sênir — administrador de banco de dados (16), analista de processos (15), analista de teste e qualidade (12), arquiteto de sistema (13), engenheiro civil / arquiteto sênior (47), gerente de projetos (37), gerente de segurança (8), gerente de suporte (5) e gerente de telecomunicações (5).

O prazo de duração dos contratos será de um ano, renovável por até cinco anos. Todas as vagas são destinadas a Brasília. Para concorrer, os candidatos devem ter concluído curso de graduação em informática ou em qualquer área de nível superior com pós-graduação em informática, com exceção dos cargos de engenheiro civil / arquiteto, engenheiro civil / arquiteto sênior, engenheiro eletricista e engenheiro mecânico, que exigem nível superior nos ramos citados. A exigência de experiência varia de dois a cinco anos, dependendo da função. Os salários vão de R$ 3,8 mil a R$ 8,3 mil.  As inscrições continuam até quarta-feira (22).

Professor de direito constitucional no Ponto dos Concursos, Roberto Troncoso explica que, apesar de não ser uma das seleções mais visadas pelos concurseiros, os candidatos precisam se preparar com afinco para garantir uma das vagas. “Pela escassez de concursos abertos no momento e pela quantidade extensa de conteúdos presentes no edital, a tendência é que seja um processo seletivo mais concorrido e difícil em comparação com os anteriores desse ministério”, argumenta. Ele ressalta que a abordagem dada pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) às questões da matéria favorece os candidatos que estão preparados para a prova. “A banca cobra mais a interpretação da lei, ou seja, colocar o conhecimento em prática, o que privilegia quem realmente estudou, mas torna a prova mais difícil”, afirma ele, que acredita que o tema Poder Executivo pode ser cobrado nas questões de direito constitucional.

Cristiane Aparecida Xavier do Nascimento, 34 anos, é formada em análise e desenvolvimento de sistemas e vai concorrer a um posto de analista de sistemas. A candidata trabalha em empresa privada como analista de documentação há quatro anos e conta que se interessou em participar da seleção por causa da oferta de vagas específicas para sua área. “Por eu ter experiência trabalhando no ramo e pelo cargo no ministério oferecer bom salário, é uma boa oportunidade”, explica. Apesar de dispor de apenas uma hora diária para se preparar para a seleção, a candidata diz estudar — por meio de videoaulas e dos programas cobrados no edital — com muita disposição. “Trabalhar na área ajuda a gente a assimilar o material, trazer para o dia a dia e tirar dúvidas com os colegas”, completa.

Entenda a seleção

O processo seletivo consiste em provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório, com 130 questões de conhecimentos básicos (60) e conhecimentos específicos (70). As matérias gerais cobradas para todos os cargos são língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de direito constitucional, legislação e ética na administração pública, língua inglesa (exceto para os cargos de engenheiro) e noções de informática (somente para os cargos de engenheiro). Já os conhecimentos específicos variam de acordo com a natureza da função. No certame, há fator de correção: cada item errado desconta um ponto. As provas para todos os cargos serão realizadas em 13 de setembro, apenas em Brasília.

Professor de informática na Vestconcursos, Marcelo Andrade explica que é essencial que os candidatos utilizem os programas e prestem atenção a funções, localização e nomes de cada comando e menu, em especial à tradução dos termos em inglês utilizados na área. “A banca tem a tendência de elaborar itens práticos, por isso, quem tem familiaridade com os programas se destaca”, garante. Ele aponta os conteúdos mais recorrentes nas provas:  Windows, redes (conceitos de internet e intranet) e segurança.

Claiton Natal dá aulas de língua portuguesa no IMP Concursos e destaca tópicos importantes da matéria. “Na parte gramatical, o Cespe tem cobrado o uso da crase e dos conectivos oracionais; além de questões de reescritura textual, nas quais é avaliada a manutenção do sentido original da frase e a correção gramatical”, indica. O professor também chama a atenção para particularidades na abordagem dada pela banca aos itens da matéria. “Há foco na racionalização da pontuação: ou seja, são cobrados não apenas onde os pontos devem ser colocados, mas o motivo da pontuação”, alerta.


O que diz o edital

Processo seletivo simplificado para vagas de contratação temporária no Ministério da Educação
  • Inscrições: até quarta-feira (22) pelo site www.cespe.unb.br
  • Taxas: R$ 90 (atividades técnicas de suporte de nível superior); R$ 100 (atividades de complexidade intelectual) e R$ 120 (atividades técnicas de complexidade gerencial, de tecnologia da informação e de engenharia sênior)
  • Vagas: 316
  • Salários: R$ 3.800 (atividades técnicas de suporte de nível superior), R$ 6.130 (atividades técnicas de complexidade intelectual) e R$ R$ 8.300 (atividades técnicas de complexidade gerencial, de tecnologia da informação e de engenharia sênior)
  • Data da prova: 13 de setembro
  • Locais de prova: Brasília

Passe bem / Informática


No Internet Explorer 10, por meio da opção Sites Sugeridos, o usuário pode registrar os sítios que considera mais importantes e recomendá-los aos seus amigos.

Comentário
Item errado. É um recurso on-line em que o Internet Explorer analisa e recomenda, automaticamente, sites e termos de pesquisa com base nos sites que o usuário mais visita, em seus favoritos ou nos termos de pesquisa populares, não podendo esta opção ser indicada a amigos.

Questão retirada do concurso para agente administrativo da Polícia Federal realizado em 2014 pelo Cespe comentada pelo professor de informática Marcelo Andrade.

 

publicidade

publicidade