SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Inep divulga notas por escolas do Enem 2014

No total, 15.640 escolas tiveram os resultados divulgados. Entre as 100 melhores do país, apenas seis são públicas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/08/2015 11:30 / atualizado em 05/08/2015 18:56

Ana Paula Lisboa , Paula Braga /Especial para o Correio

A partir das notas por escola no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014, o Correio gerou um ranking com as médias das instituições na prova objetiva e na redação. Em primeiro lugar, ficou o colégio Olimpo Integral (GO), com nota 755,57. Com a segunda maior nota terminou o colégio Christus Pré Universitário, de Fortaleza (752,83), seguido pelo Colégio Objetivo Integrado (SP) (749,32). 

 

Entre as 100 escolas com melhor média final em todo o Brasil, apenas seis são públicas: o Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa - Coluni (20º), o Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria (33º), o Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco (36º), o Instituto Federal do Espírito Santo - câmpus Vitória (51º), a Escola de Aplicação do Recife (Fcap-UPE) (84º) e o Colégio Militar de Belo Horizonte (97º).

Para ter os dados calculados a escola deveria ter no mínimo dez estudantes concluindo o ensino médio e 50% de estudantes destas mesmas séries participando do Enem. Os resultados já haviam sido enviados às escolas em 9 de julho. Os dirigentes escolares tiveram prazo de dez dias para entrar com recurso no Inep. Cerca de seis milhões de estudantes realizaram o exame no ano passado.

 

O Correio calculou o ranking das escolas mais bem colocadas no país e no Distrito Federal de acordo com as notas das quatro provas objetivas (linguagens, matemática, ciências humanas e ciência da natureza) e da redação. Diferentemente dos anos anteriores, o cálculo do ranking das instituições com o resultado de 2014 levou em conta a média aritmética das cinco notas (incluindo a redação). Nas edições anteriores o ranking com a nota da redação era calculado separadamente. Segundo o Inep, a recomendação para a mudança tem como objetivo equiparar o ranking ao cálculo realizado pelo sistema do Programa Universidade para todos (ProUni).

 

Confira os 10 primeiros do ranking nacional:

 














NOME DA ENTIDADE SIGLA DA UF MUNICÍPIO DEPENDÊNCIA ADMINISTRATIVA LOCALIZAÇÃO NÚMERO DE ALUNOS NO CENSO NÚMERO DE PARTICIPANTES NO ENEM LINGUAGENS E CÓDIGOS REDAÇÃO MATEMÁTICA CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA NATUREZA MÉDIA
COLEGIO OLIMPO INTEGRAL GO GOIANIA Privada Urbana 40 36 654,07 837,78 841,00 713,91 731,12 755,57
CHRISTUS COLEGIO PRE UNIVERSITARIO CE FORTALEZA Privada Urbana 59 58 651,40 838,62 835,12 711,31 727,70 752,83
OBJETIVO COLEGIO INTEGRADO SP SAO PAULO Privada Urbana 43 42 661,11 774,76 865,93 716,55 728,25 749,32
FARIAS BRITO COLEGIO DE APLICACAO CE FORTALEZA Privada Urbana 45 44 655,11 786,36 858,40 703,17 734,82 747,57
COLEGIO BIONATUS II MS CAMPO GRANDE Privada Urbana 67 67 641,22 870,45 806,83 705,64 697,96 744,42
COLEGIO BERNOULLI - UNIDADE LOURDES MG BELO HORIZONTE Privada Urbana 294 293 645,50 799,39 839,88 722,61 713,31 744,14
ARI DE SA CAVALCANTE COLEGIO - MAJOR FACUNDO CE FORTALEZA Privada Urbana 24 24 644,38 808,33 831,50 700,33 724,13 741,74
COL DE SAO BENTO RJ RIO DE JANEIRO Privada Urbana 65 64 632,49 886,56 786,37 718,73 682,18 741,27
COLEGUIUM MG BELO HORIZONTE Privada Urbana 18 18 651,03 807,78 833,65 697,20 696,94 737,32
COLEGIO ELITE VALE DO ACO MG IPATINGA Privada Urbana 46 46 637,61 778,26 841,98 693,64 706,02 731,50

 

Veja ranking de todas as escolas do Brasil de acordo com a média da prova objetiva (calculada pelo Correio Braziliense)

 

Veja ranking de todas as escolas do Brasil de acordo com a média da prova objetiva (calculada pelo Correio Braziliense) sem a redação

 

Coletiva

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou em coletiva nesta quarta-feira (5) as notas por escola da edição do ano passado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2014). Os dados trazem as médias dos alunos por escola em cada uma das quatro provas objetivas (ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e matemática) e na redação. No total, 15.640 escolas, nas quais 1.295.954 estudantes fizeram o Enem, tiveram os resultados divulgados.

 

"O objetivo desses dados é fornecer aos professores, aos gestores e à sociedade informações sobre desempenho dos alunos e características das escolas", destacou o presidente do Inep Francisco Soares em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (5). O ministro da Educação Renato Janine Ribeiro destacou a melhora dos alunos em três das quatro disciplinas (linguagens e códigos, ciências humanas e ciências da natureza); apenas matemática apresentou piora. "A métrica do Enem é comparável, então, de fato, houve melhora no desempenho. Exceto em matemática, na qual o rendimento caiu", afirmou o presidente do Inep Chico Soares. "Há uma impressão de que a educação brasileira é um problema, mas tivemos um avanço nessas quatro áreas", comemorou.

 

O ministro destacou ainda os fatores socioeconômicos que interferem na nota final. "As escolas são heterogêneas entre si, logo muitos rankings são possíveis. Quantos alunos a escola tem, o tamanho dela, quanto tempo o aluno fica na escola - todos são fatores que distinguem os colégios", observou.

"Existem determinantes na nota final que não exprimem se o ensino foi bom ou ruim, mas colocam elementos externos que foram importados na escola. É um erro tornar esses dados absolutos. Há muitas maneiras de organizar esses dados e estamos tentando avançar para uma maneira que seja mais verdadeira", complementou.

 

"Levando em consideração todos os critérios econômicos, a melhor escola particular do país foi a Escola Família Agrícola de Caculé, na Bahia", declarou o ministro Renato Janine Ribeiro. Segundo ele, foram levados em conta nessa análise o tamanho da escola (ter mais de 90 alunos), indicador de permanência do aluno alta (mais de 80% dos alunos cursaram todo o ensino médio na escola) e índice socioeconômico baixo ou muito baixo. No ranking considerando as médias dos alunos nas provas objetivas e na redação do Enem, a Escola Família Agrícola de Caculé, localizado em área rural, ficou na 11.642ª posição, com 475,94 pontos.

 

"Vários fatores externos deformam o resultado. O fator socioeconômico é um dos que trazem mais impacto. A escola será boa e justa se conseguir reduzir essas diferenças externas que interferem no desempenho do aluno", justificou o ministro.

 

Especificidades

Entre as 10 melhores escolas do país classificadas a partir da média geral dos alunos no Enem, todas são particulares. Chama atenção o fato de a maior parte ter quadro discente com, no máximo, 65 alunos (com exceção do Colégio Bernoulli - Unidade Lourdes, de Minas Gerais, que têm 294 alunos e ficou em 6º lugar no ranking).

O primeiro colocado, o Colégio Olimpo Integral de Goiânia tem 40 alunos, indicador de formação docente de 88,60 e nível socioeconômico dos alunos não informado. O Christus Colégio Pré-Universitário, de Fortaleza, conta com quadro discente de 59 alunos e indicador de formação docente de 55. O terceiro colocado, o Objetivo Colégio Integrado tem 43 alunos, cujo indicador socioeconômico é considerado muito alto; o nível de formação dos professores é de 71,10. O nível socioconômico dos 78 alunos do Farias Brito Colégio de Aplicação, de Fortaleza, é médio alto; e o indicador de formação docente é de 78,60. Com 67 estudantes de nível socioeconômico não informado, Colégio Bionautus II, de Campo Grande, tem indicador de formação de professores igual a 80.

 

Destaque das escolas públicas

Entre as 1.564 melhores escolas (10% do total que se encontra nas mais altas posições) considerando a média das provas objetivas e da redação, 147 são escolas públicas federais, estaduais ou municipais. Desse total, 100 são instituições federais, 47 são estaduais e duas são municipais: a Escola Técnica de Paulinia (SP) e o Colégio de Aplicação da Fundação Educacional de Macaé CAP-FUNEMAC (RJ). 

 

Em 2013, 14.715 escolas foram avaliadas. Entre os 10% com melhores notas na média da prova objetiva e da redação, 110 eram públicas; das quais, 70 eram federais, 37 eram estaduais e três eram municipais: o IEC - Unidade Centec (Contagem - MG), a Escola Técnica de Paulinia (SP) e o Colégio de Aplicação da Fundação Educacional de Macaé CAP-FUNEMAC (RJ).

 

Novidades
Neste ano, a pontuação das escolas traz duas novidades: uma é o indicador de permanência na escola, que mostra se o estudante cursou total ou parcialmente o ensino médio no mesmo estabelecimento de ensino. A outra é que as taxas de rendimento (aprovação, reprovação e abandono), levantadas pelo Censo Escolar da Educação Básica foram incluídas no sistema de divulgação, para facilitar a consulta. Há ainda os dois indicadores lançados na edição anterior: o nível socioeconômico (Inse) e a formação docente.

Cálculo da nota
Desde 2009, a proficiência dos participantes do Enem nas provas objetivas é calculada pela Teoria de Resposta ao Item (TRI). Além de estimar as dificuldades dos itens e as proficiências dos participantes, essa metodologia permite que os itens de diferentes edições do exame sejam posicionados na mesma escala. Cada uma das quatro áreas do conhecimento avaliadas no Enem possui escala própria.

A correção da prova de redação avalia cinco competências: domínio da norma padrão da língua escrita; compreensão da proposta de redação; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários à construção da argumentação; elaboração de proposta de intervenção para o problema abordado, respeitados os direitos humanos.

 

Confira de onde são as 100 melhores escolas do país por unidade da Federação:
RJ - 23
SP - 22
MG - 20
CE - 8
PE - 6
PI - 6
ES - 2
DF - 3
GO - 2
BA - 2
PR - 2
MS - 1
RS - 1
RN - 1
AM - 1

publicidade

publicidade