SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Aplicativos para turbinar a redação do Enem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/09/2015 15:12 / atualizado em 02/09/2015 18:36

Isabela Bonfim /Especial para o Correio

Minervino Junior/CB/D.A Press
O celular não precisa ser inimigo dos estudos. Com diferentes aplicativos que oferecem simulados e exercícios online, quem se prepara para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também pode estudar conectado. A novidade são aplicativos voltados para a prova de redação. “Os alunos que fazem dez textos no site melhoram em média 250 pontos na nota”, afirma Carolina Siequeroli, sócia-fundadora do Redação Nota 1000, plataforma com nome inspirado na nota máxima do Enem.

Os sites oferecem um banco de temas com potencial de serem cobrados na prova de redação dos vestibulares. Além disso, a correção é feita por um time de professores de português, com base nos critérios de avaliação do Enem. Bethânia Cunha, 16 anos, ainda está no 2º ano do Ensino Médio, mas já começou a se preparar para a prova. Quando usou a ferramenta, recebeu a correção em três dias. “É muito rápido. Eles explicam o que você errou e como pode melhorar.” Apesar da nota alta, a correção identificou que a aluna teve dificuldades com a conclusão. “Vou reescrever o texto com as dicas e agora já sei o que corrigir”, afirma.

Para acessar os temas e treinar a escrita não é preciso pagar nada. Mas para ter a redação corrigida, o estudante vai desembolsar pelo menos R$ 5,50 por texto (veja quadro). Os valores variam de acordo com a empresa e o pacote. O diretor de marketing da Imaginie, Gustavo Filardi, explica que a plataforma tenta simular ao máximo a experiência da prova. “O aluno deve fazer o texto manuscrito e enviar uma cópia digital ou foto em boa qualidade.”

As escolas também adotaram o aplicativo como parte das atividades de ensino. Joelma Carneiro, professora de redação do Centro de Ensino Maria Auxiliadora (Cema), usa a plataforma como dever de casa. “Eu analiso as correções e uso o tempo em sala de aula para trabalhar as dificuldades dos alunos”, explica. O coordenador da Escola Franciscana Nossa Senhora de Fátima, Marco Aurélio Cardoso, avalia que o aplicativo ajuda no acompanhamento das turmas. “Recebemos o relatório por aluno e por turma, assim o professor tem condições de mapear o que deve ser reforçado em cada sala.”


Conheça alguns sites que ajudam a estudar para a redação do Enem:

Redação Nota 1000

www.redacaonota1000.com.br
Parceria com 170 escolas e 20 mil usuários
Preço por correção: R$ 14,90

Imaginie
www.imaginie.com
Parceria com 50 escolas e 14 mil usuários
Preço por correção: R$ 9,90 (pacotes a partir de R$ 5,50)
*Primeira correção grátis

publicidade

publicidade