SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Refazer provas antigas ajuda a conhecer Enem e controlar nervosismo

Segundo especialistas em educação, provas aplicadas desde 2009 são ideais para testar os candidatos, por apresentarem estilo de questões similares aos aplicados atualmente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/10/2015 16:36

Portal MEC

O nervosismo na hora de fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode atrapalhar o desempenho do participante. Para ter mais tranquilidade no momento da prova, a preparação é fundamental. Fazer simulados com provas antigas é uma boa forma de conhecer o exame durante essa preparação.

Para o professor de matemática Frederico Torres, controlar o nervosismo passa por conhecer a prova. “É importante para que o estudante perca esse medo, esse receio, que ele conheça a prova antes de chegar para o Enem”, recomenda. “Nessa reta final de preparação, é importante que ele refaça as provas aplicadas de 2009 para cá, que usam a teoria de resposta ao item, para gerar a confiança de que ele sabe com o que vai lidar.”

Além de estimar as dificuldades das questões e a proficiência dos participantes, a teoria de resposta ao item permite que os itens de diferentes edições do exame sejam posicionados em uma mesma escala.

Outra orientação do professor aos participantes é ganhar confiança nos conteúdos com os quais tenham mais familiaridade. “No dia da prova, é importante começar pelas matérias que eles considerem ter mais facilidade, para gerar uma confiança de que conseguem resolver as questões”, disse.

A professora de redação Sharlenne Leite explica que o tempo é uma das maiores preocupações dos estudantes. Saber lidar com ele é importante. “O aluno precisa treinar o tempo das provas para se sentir mais seguro no dia do exame”, afirmou. “É preciso criar uma estratégia de uso do tempo para que não seja mais um complicador.”

Provas

 

Os participantes farão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. No sábado, 24 de outubro, serão realizadas as de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos.

Considerado, sempre, o horário oficial de Brasília, a aplicação das provas começará às 13h30. Os candidatos terão acesso aos locais de prova a partir das 12h. Os portões serão fechados às 13h, em todas as unidades da Federação. Os candidatos devem verificar as diferenças resultantes do horário de verão, que então estará em vigor. Ou seja, dos horários locais em relação ao da capital federal.

Este ano, o cartão de confirmação do Enem terá formato digital. Com isso, os participantes devem buscar o acesso ao sistema de inscrição do exame pela internet — nas edições anteriores, o comprovante era enviado pelos Correios.

publicidade

publicidade