SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

GUIA DE CONCURSOS »

Por uma vaga na Telebras

Salários vão de R$ 2,6 mil a R$ 6,9 mil, e inscrições vão até terça-feira. São oferecidas 41 vagas e formação de cadastro reserva para cargos de níveis técnico e superior pela CLT

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/10/2015 13:08

Gustavo Moreno

Com salários que variam de R$ 2,6 mil a R$ 6,9 mil, a Telecomunicações Brasileiras S.A. (Telebras) oferece 41 vagas e formação de cadastro reserva para quatro cargos de nível técnico e 37 de nível superior. O processo é realizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe). As inscrições seguem até terça (6). A avaliação será em 15 de novembro, conta com provas objetivas e discursivas, e os candidatos a cargos de nível superior serão submetidos à avaliação de títulos.
As oportunidades de nível superior são para advogado (1), contador (4), engenheiro da computação (1), estatístico (1), engenheiro civil (4), engenheiro de redes (3), engenheiro de telecomunicações (3) — é necessário ter diploma em engenharia de telecomunicações ou em engenharia de redes de comunicação —, profissional da área comercial (7) — para graduados em qualquer área —, profissional da área administrativa (7) — disponível para formados em administração, psicologia, gestão de recursos humanos, pedagogia, arquivologia, biblioteconomia, economia, contabilidade, engenharia, comunicação social, estatística ou marketing —, auditor (2) — destinada a pessoas com diploma em administração, contabilidade, direito, economia ou engenharia —, profissional da área de finanças (2) — para graduados em administração, contabilidade, economia, engenharia ou estatística —, e eletricista ou eletrônico (2) — aberta a graduados em engenharia elétrica, engenharia elétrica com ênfase em eletrônica ou engenharia eletrônica.


Para concorrer às quatro vagas do cargo de assistente técnico, é necessário certificado de conclusão de nível médio de curso técnico em telecomunicações, eletrônica ou eletrotécnica. A prova desse cargo contará com questões de conhecimentos básicos sobre língua portuguesa, matemática, noções de informática e ética no serviço público, além de conhecimentos específicos. Já para candidatos de nível superior, a parte geral abordará língua portuguesa, língua inglesa e legislação específica, além dos conteúdos típicos de cada cargo.

Dicas de especialistas
Professora de redação do Alub, Selma Frasão afirma que é fundamental ter domínio do conteúdo (que será sobre a área específica de cada cargo) e da estrutura gramatical. “Os temas são atuais e polêmicos e precisam ser bem compreendidos para o bom desempenho”, ressalta. “É fundamental que a estrutura linguística seja respeitada. As ideias devem ser pausadas e não escritas de forma aleatória.” A orientação da especialista é fazer, pelo menos, duas redações por semana durante a preparação. A prova discursiva vale 40 pontos.


No caso de língua portuguesa, a dica do professor Claiton Natal, do IMP Concursos, é fazer “uma leitura geral de cada texto da prova e, de acordo com a necessidade dos itens, retornar ao trecho para uma leitura específica”. O docente alerta para a necessidade de estudar concordância, conectivos, pontuação, regência, uso da crase e colocação pronominal. “O conteúdo é extenso, e o candidato pode fazer provas antigas, desde 2009”, afirma.


Para alguns cargos de nível superior — contador e profissionais das áreas administrativa e de finanças —, serão cobrados conteúdos sobre orçamento público. Sobre esse tema, a dica é do professor Helbert Bento, da Vestconcursos. “É importante que o candidato faça resumos.” Helbert recomenda o estudo da Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei nº 4.320/1964, que é a base do orçamento.


Em legislação específica para os cargos de nível superior, a dica é do professor Márcio Canedo, do IMP Concursos. Segundo o especialista, não se pode deixar de estudar a norma geral de telecomunicações (Lei nº 9.472/1997); o Estatuto Social da Telebras (disponível em www.telebras.com.br) e seu regimento interno; o Decreto nº 7.175/2010, que normatiza o Programa Nacional de Banda Larga e trata dos cargos comissionados; a Resolução nº 614/2012, que regulamenta o serviço de comunicação multimídia e a questão do preço público pelos serviços de telecomunicações; e o Decreto nº 8.135/2013, que aborda segurança nacional em comunicação. “É preciso entender o motivo das mudanças na legislação ao longo do tempo. Não é confiável apenas decorar o texto da norma.”

Para vencer

Formado em direito, Rodrigo Couto, 27 anos, é servidor público da Universidade de Brasília (UnB) e vai concorrer a uma vaga de profissional da área comercial. “Essa oportunidade é excelente. Além de ser uma área com a qual eu me identifico, a remuneração e os benefícios são ótimos”, explica. “Estudo, em média, cinco horas todos os dias. Divido o tempo entre o estudo da teoria e a prática de exercícios”, afirma. “Espero uma concorrência grande, principalmente pelo problema de falta de concursos no Distrito Federal, mas estou acostumado com as disciplinas que vão cair, exceto algumas da parte específica, para as quais estou me preparando”, completa.

 

Passe Bem / Língua portuguesa

O Communicator 9110 da Nokia foi lançado em 1998 e tornou-se um dos primeiros dispositivos a transmitir mensagens de texto e dados. Calcula-se que, em 2011, mais de 2,3 trilhões de mensagens de texto tenham sido enviadas em todo o mundo.

Sem prejuízo para a correção gramatical ou para o sentido original do último período do fragmento acima, a expressão adverbial “em 2011” (linha 4) poderia ser deslocada, com a vírgula que a sucede, para o início do período, desde que suprimida a vírgula após “que” (linha 4) e feitas as devidas alterações no emprego de maiúsculas e minúsculas.

Comentário
O adjunto adverbial “em 2011”, na construção original, faz parte da oração subordinadas substantiva “que, em 2011, mais de 2,3 trilhões de mensagens de texto tenham sido enviadas em todo o mundo”; então o regente dele é a locução adverbial “tenham sido enviadas”. Entende-se: as mensagens tenham sido enviadas “em 2011”. Na construção proposta, o examinador deslocou o adjunto adverbial “em 2011” para o início do período. Dessa forma, a construção fica assim: “Em 2011, calcula-se que mais de 2,3 trilhões de mensagens de texto tenham sido enviadas em todo o mundo”. Agora, a locução adverbial pertence à oração principal “calcula-se” — e não à oração subordinada como no texto original. Entende-se: calcula-se “em 2011”. A conclusão é que a correção gramatical será preservada, mas o sentido original modificado. Mas cuidado! Se o examinador tivesse cobrado apenas correção gramatical, o item seria correto. Atente-se para o enunciado das questões. Na hora da prova, destaque as expressões: “correção gramatical”, “prejuízo semântico” e “coerência textual”.

Gabarito: errado
Questão retirada do concurso da Telebras (2013), comentada pelo professor de língua portuguesa Claiton Natal

 

O que diz o edital

Concurso da Telecomunicações Brasileiras S.A. (Telebras)
» Inscrições: até 6 de outubro pelo site www.cespe.unb.br
» Taxas: R$ 90 (nível técnico) e
R$ 140 (nível superior)
» Vagas: 41 vagas e formação de cadastro reserva.
» Salários: R$ 2.612,64 para nível técnico e R$ 6.929,58 para nível superior.
» Regime jurídico: Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)
» Provas: 15 de novembro
» Local de prova: Brasília

publicidade

publicidade