SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Pixinguinha, Cecília Meireles e Olavo Bilac são cobrados no 2º dia do Enem

Culturas africana e indígena também foram abordadas neste domingo, que teve as provas de linguagens e códigos e de matemática

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/10/2015 16:56 / atualizado em 25/10/2015 19:01

Alessandra Oliveira - Especial para o Correio

As provas do segundo dia Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015 trouxeram a música Yaô, de Pixinguinha, e poemas de Olavo Bilac e de Cecília Meireles, além dos textos do escritor brasileiro Raul Pompéia.

Segundo os candidatos, as culturas indígena e africana também foram bastante abordadas. O tema da redação agradou a maioria dos candidatos. Foi o caso do aluno Iuri Mateus, 16 anos, que fez o Enem pela primeira vez. "Já esperava esse tema na redação, porque, mesmo a gente vivendo um momento de crise econômica e hídrica, eu achava muito improvável que isso caísse na prova", disse.

Para muitos candidatos, as questões de matemática foram as mais difíceis. Elas trataram de análise combinatória, pirâmide, prisma e círculo, além de probabilidade. Para a aluna do 3º ano, Isabela Recio, 17, as perguntas de matemática trataram mais de conteúdos do 1º e 2º ano. "Fiz mais as questões que estou estudando no 3º ano. Para mim a parte da redação e de linguagens estava mais tranquilo. Matemática estava difícil", avaliou. 
 
 
 

publicidade

publicidade