SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mais dois institutos politécnicos adotam notas do Enem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/12/2015 12:11

Portal MEC

As universidades de Lisboa e de Aveiro e os institutos politécnicos de Coimbra e da Guarda assinaram acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) para aproveitamento dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de estudantes brasileiros. O acordo é considerado um passo importante no reforço da cooperação entre os dois países em diferentes áreas científicas.

 

“A Universidade de Aveiro é reconhecidamente um destino de eleição de estudantes e pesquisadores brasileiros, cujo acesso e acolhimento nesta universidade estamos empenhados em melhorar continuamente”, disse o vice-reitor da Universidade de Aveiro, Gonçalo Paiva Dias.

 

O presidente do Instituto Politécnico de Coimbra, Rui Antunes, enfatizou a qualidade do ensino, a língua e o passado histórico como fatores favoráveis de atração para estudantes brasileiros.

 

No Instituto Politécnico da Guarda há possibilidade de estudantes brasileiros pleitearem vagas em cursos nas áreas de educação, comunicação e desporto, de tecnologia e gestão, de turismo e hotelaria e de saúde.

 

Na Universidade de Lisboa, a maior de Portugal, com cerca de 45 mil alunos, a oferta de cursos equipara-se à das maiores instituições brasileiras de educação superior. De acordo com a legislação portuguesa, até 20% dos alunos das universidades e institutos politécnicos podem ser estrangeiros.

 

Coimbra — O Inep firmou também termo aditivo ao protocolo de cooperação assinado em 2014 com a Universidade de Coimbra, a primeira instituição lusa a permitir o acesso de estudantes brasileiros por meio do Enem. O reitor da instituição, João Gabriel Silva, reafirmou a importância do Enem para a democratização da educação superior no Brasil e a qualidade do exame. “A parceria com o Inep é um sucesso; a Universidade de Coimbra é a instituição fora do Brasil que recebe mais alunos por via do Enem”, afirmou.

 

Seleção — A seleção de estudantes de outros países para as instituições de ensino superior de Portugal terá início em janeiro de 2016. Para o mesmo período, está prevista a divulgação dos resultados do Enem de 2015. Hoje, 11 delas adotam o Enem como critério de seleção de brasileiros.

 

Desde 2014, as universidades portuguesas de Coimbra e Algarve têm acordo firmado com o Inep. Em 2015, os institutos politécnicos de Portalegre (IPP), do Porto (IPP), de Leiria (IPL), de Beja (IPBeja) e de Barcelos (IPCA) também assinaram convênios com o Inep.

 

Os participantes do Enem interessados em estudar fora do Brasil podem consultar pela internet, nas páginas das 11 instituições portuguesas, mais detalhes dos respectivos processos seletivos. Somente no Instituto Politécnico de Coimbra, o objetivo é ter, em breve, até 1,5 mil estudantes brasileiros matriculados.

publicidade

publicidade