SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Enem 2015 teve recorde na prova de matemática

Estudantes conseguiram alcançar mais de 1 mil pontos na avaliação. Maior pontuação da edição anterior foi 973,6

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/01/2016 20:17 / atualizado em 13/01/2016 13:15

Jéssica Gotlib /Especial para o Correio

Arquivo pessoal
A prova de matemática teve destaque nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) divulgadas na sexta (8). Estudantes conseguiram alcançar 1.008,3 pontos na avaliação – nota recorde desde a criação do exame. No ano anterior, a maior pontuação foi de 973,6. Segundo a assessoria de imprensa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ainda não é possível dizer quantos alunos alcançaram o mesmo resultado, mas “com certeza foram mais de três”.

O piauiense Vitor Rebelo, 18 anos, foi um dos felizardos. Desde que concluiu o ensino médio, em 2014, o jovem estudava em casa com materiais cedidos pela escola Instituto Dom Barreto, em que concluiu o ensino médio, para as provas do Enem. A média era de seis horas por dia de dedicação exclusiva. O estudante conta que gosta de matemática e tem a física como disciplina favorita. “Eu fiquei bastante surpreso. Não esperava tirar mais de mil na prova”, conta. Vitor afirma que as pessoas já o reconhecem e parabenizam na rua. No facebook, a repercussão também foi grande, tanto que o jovem desativou a rede social por conta do grande número de notificações e mensagens recebidas. “Fico um pouco envergonhado com tudo isso”, confessa. Ele pretende cursar medicina na Universidade Federal do Piauí (UFPI).

 

Arquivo pessoal
Em Brasília, o estudante Allyson Alves, 19, também fez mais de mil pontos na prova. Ele cursa odontologia na Universidade de Brasília (UnB), mas descobriu durante uma disciplina que queria fazer medicina. Em 2015, o rapaz dividiu-se entre as matérias da graduação e os estudos em casa para o Enem. “Fiz simulados e provas antigas, mas acho que no ano passado estava mais bem preparado. Mesmo assim, espero passar na UnB e na Escs”, avalia.

 

Matemática sempre foi a disciplina favorita de Allyson, não à toa, o jovem foi premiado em todas as edições da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) de que participou: recebeu uma menção honrosa, no sexto ano do ensino fundamental; medalha de ouro no sétimo; medalha de bronze no oitavo; e medalha de ouro no nono. Durante o ensino fundamental, o estudante passou por escolas públicas do Núcleo Bandeirante e de Sobradinho. Já o ensino médio, foi feito no Colégio Pódion da Asa Norte.

Apesar do histórico premiado, o rapaz diz não ser nenhum gênio. “Eu me considero um aluno esforçado. No quinto ano, tive uma professora que me incentivou muito a estudar de matemática e foi nessa época que me interessei pela disciplina. Mas jamais esperei tirar uma nota tão alta”, confessa. Allyson conta que a prova do Enem não foi fácil, mas atribui a boa pontuação ao amor pela matéria.

 

Arquivo pessoal

 

Arquivo pessoal
 

 

 

 

publicidade

publicidade