SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Em coletiva, ministro da Educação fala sobre o piso salarial de professores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/01/2016 16:07 / atualizado em 14/01/2016 17:33

Mariana Niederauer

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, falou em coletiva nesta quinta-feira (14) sobre o piso salarial de professores. Com o reajustes desse ano, os valores passam de R$ 1917,78 para R$ 2.135,64 — aumento foi de 11,36% em relação a 2015.

 

O piso salarial dos docentes é reajustado anualmente de acordo com a Lei 11.738/2008, que vincula o aumento à variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Segundo o ministro da Educação, 10% do fundo deve ser destinado à política de compensação salarial. Em 2014, o valor foi de R$ 1,175 bilhões e, em 2015, foi de R$ 1,197 bilhões.

 

Por conta de dificuldades finaceiras, estados e municípios queriam que o reajuste do piso salarial dos professores fosse adiado para agosto e que o índice fosse menor: de 7,41% e não 11,36%, como prevê a lei.

 

O Conselho Nacional de Secretarias de Educação (Consed) pediu que os critérios de repartição fossem revistos mas, segundo o ministro, a pasta somente irá rever os valores depois de uma manifestação da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e do Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) sobre a mudança.

publicidade

publicidade