SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Hora do Enem

Participantes do exame passam a contar com novas ferramentas gratuitas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/04/2016 21:05

 

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) passam a contar agora com uma ferramenta inédita e gratuita de preparação para as provas do exame. Trata-se da Plataforma Hora do Enem, lançada pelo governo federal nesta terça-feira, 5, no Palácio do Planalto. A iniciativa reúne na internet um conjunto de ações, como simulados e vídeoaulas, para auxiliar na preparação dos estudantes.

 

“Cada pessoa tem seus próprios sonhos e suas próprias dificuldades. A Plataforma assegura que todos tenham oportunidades semelhantes, no sentido de ter acesso a conteúdos excepcionais de forma gratuita. É uma oportunidade de mudança”, destacou a presidenta Dilma Rousseff durante o lançamento.

 

O programa foi apresentado pelo ministro da Educação, Aloízio Mercadante, que ressaltou as vantagens constatadas durante o período de experiência com a plataforma. “Com duas horas e meia de estudo personalizado, a partir do diagnóstico individual do estudante, a melhora do Enem é da ordem de 30%”, disse.

 

Também estiveram presentes no evento o secretário de Educação do Distrito Federal, Júlio Gregório, que representou o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), e o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade. As duas entidades são parceiras da iniciativa, e tanto Gregório quanto Andrade destacaram a grande oportunidade para os alunos de ter contato com aprendizados necessários ao Enem.

 

Ao usar um computador, tablet ou celular para acessar a plataforma, o estudante marca o curso em que quer passar e quanto tempo tem para estudar por dia para o Enem. A partir desse diagnóstico, a plataforma oferece um plano de estudo com pontos fortes e fracos na medida do participante, com exercícios, resumos e videoaulas direcionados. Hora do Enem é uma parceria entre o Ministério da Educação e o Serviço Social da Indústria (SESI), além da TV Escola, canal público do MEC.

 

Simulado – O primeiro simulado on-line será realizado já no próximo dia 30 para os 2,2 milhões de estudantes do último ano do ensino médio das redes pública e particular. Caso o estudante não tenha condições de realizar o simulado em computador próprio, o Ministério da Educação oferecerá 120 mil acessos por meio de universidades e institutos federais, instituições particulares e comunitárias e escolas estaduais de ensino médio. Esses estudantes precisam fazer inscrição para os locais de prova de 11 a 15 de abril, por meio da plataforma Hora do Enem.

 

Ainda estão previstos mais três simulados: dias 25 de junho, 13 de agosto e 8 e 9 de outubro. Os simulados seguirão o mesmo formato das questões do Enem. Com isso, as avaliações serão capazes de estimar uma nota no Enem, com o objetivo de preparar os estudantes para as provas.

 

MECFlix – Com apenas alguns cliques, o estudante tem à sua disposição vídeos de conteúdos para treino conforme suas necessidades, o MECFlix. O ambiente interativo tem estreia prevista para 30 de abril e traz ainda notícias atualizadas sobre o Enem, um programa diário produzido pela TV Escola e também com acesso gratuito a uma plataforma de estudo personalizado de preparação para o Enem.

 

Programa – Com estreia prevista para maio, o novo programa da grade da TV Escola, Hora do Enem, ajudará na preparação dos estudantes interessados em fazer o Enem este ano com dicas de especialistas, vídeo resoluções realizados por parceiros do setor educacional, comentários de professores experientes e muito mais.

 

Com duração de meia hora, o Hora do Enem será exibido todos os dias às 18h, com reprises às 7h, 13h e no fim de semana. Mais de 40 canais de todo o Brasil, entre TVs universitárias e canais estaduais, vão reproduzir o programa em suas grades.

 

Plataforma – A plataforma Hora do Enem é um aplicativo disponível para web e android que reúne centenas de videoaulas e milhares de exercícios abrangendo toda a matriz de conteúdo do Enem. Permitirá um diagnóstico individual e um plano de estudos personalizado para cada estudante, com base no curso desejado e nas necessidades específicas. O aplicativo ainda permitirá que os gestores das redes públicas e o Ministério da Educação acompanhem o progresso dos alunos até a realização do Enem. Os dados poderão ser utilizados para aprimorar o ensino e direcionar medidas de melhoria na educação pública.

 

Enem – O exame é a segunda maior avaliação de estudantes do mundo e registrou mais de 6 milhões de participantes na última edição. A nota do Enem é utilizada como critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

 

Também é a porta de entrada para estudantes em cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Maiores de 18 anos podem, ainda, obter a certificação do ensino médio por meio do exame.

 

Conheça o programa Hora do Enem

Acesse a plataforma Hora do Enem

publicidade

publicidade