Wellington Fagundes elogia lançamento de nova plataforma do Enem pelo MEC

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/04/2016 19:17

 

O senador Wellington Fagundes (PR-RS) elogiou nesta quinta-feira (14) o Ministério da Educação pelo lançamento da plataforma “A hora do Enem”, um programa que permitirá um melhor preparo para os jovens que farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio.

Ele disse que a plataforma possibilitará aos estudantes a participação em simulados on-line, o acesso a vídeo-aulas, a resolução de exercícios, o acompanhamento das notas de corte dos cursos nas diversas universidades e a troca de informações com outros estudantes.

— A partir do dia 30, todos os estudantes do 3º ano do ensino médio da rede pública poderão realizar gratuitamente mediante inscrição na plataforma 'A hora do Enem' e, aí também, no seu próprio computador, através de smartphone, ele pode acessar esse grande programa que o MEC acaba de lançar — declarou.

É pelo Enem que os estudantes têm acesso às vagas de universidades públicas e a nota no exame também permite o ingresso em instituições particulares.
Universidade Federal do Cerrado

Wellington Fagundes também comemorou a notícia de que o governo deve encaminhar ao Congresso Nacional o projeto de criação de uma universidade federal em Rondonópolis. Segundo o senador, a instituição deve ser batizada com o nome de Universidade Federal do Cerrado e nascerá da emancipação do já existente campus da Universidade Federal de Mato Grosso. Wellington Fagundes lembrou que a região de Rondonópolis se destaca no setor do agronegócio e apresenta um dos maiores índices de produtividade agrícola do mundo.
BR 163

Ele também anunciou que, na semana que vem, o governo deve resolver a questão envolvendo o financiamento da concessão da BR 163, no trecho compreendido entre a divisa com Mato Grosso do Sul e a cidade de Sinop (MT). Segundo ele, a obra de duplicação já está paralisada e é importante o governo decidir rapidamente a questão, pois é preciso aproveitar o início do período de estiagem, mais propício para esse tipo de empreendimento.

Exportações

O senador também destacou o lançamento do Plano Nacional de Exportação, com condições mais favoráveis e competitivas de crédito para financiamento de exportações de máquinas e equipamentos e bens de consumo. No caso de máquinas e equipamentos, explicou o senador, o financiamento poderá ser integral. No caso de bens de consumo, será de até 70%. Em ambas as situações, a correção do financiamento será pela TJLP.

Para Wellington Fagundes, a iniciativa é importante para as empresas nacionais ampliarem ou terem acesso aos mercados internacionais.