SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Resultado da 1ª chamada do Prouni está disponível para consulta

Convocados devem apresentar documentação nas universidades para comprovar situação informada no cadastro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/06/2016 14:50 / atualizado em 13/06/2016 15:36

A relação dos estudantes convocados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) foi divulgada na tarde desta segunda-feira (13) pelo Ministério da Educação (MEC) e pode ser consultada na página do sistema. O resultado da segunda chamada desta segunda edição de 2016 será divulgado no dia 27.

 

Os candidatos aprovados têm até o 20 de junho para comparecer à instituição de ensino onde irá estudar com a documentação exigida no edital para comprovar as informações prestadas no momento da inscrição e providenciar a matrícula.

O sistema de seleção do ProUni para o segundo semestre recebeu 1.215.768 inscrições de 627.978 participantes, dos quais 408.515 (65%) são jovens até 22 anos. A participação das mulheres chegou a 58,7% dos inscritos (368.663). Além disso, 5.103 pessoas com deficiência tentaram vaga no programa.

 

Reprodução / MEC

 

Cursos

Para esta edição, foram oferecidas 125.442 bolsas. Desse total, 68.350 são parciais (50% da mensalidade) e 57.092, integrais. As vagas estão distribuídas em 22.967 cursos de 902 instituições particulares de educação superior. Cada candidato pôde se inscrever em até dois cursos.

Os cursos mais concorridos foram os de direito, com 125.478 inscrições; administração, com 110.440, e enfermagem, 63.700. São Paulo foi a unidade federativa.

 

O ProUni

Entre 2005 e 2015, foram concedidas 1,74 milhão de bolsas de estudos a estudantes de baixa renda por meio do ProUni. O programa oferece bolsas integrais e parciais em instituições particulares de educação superior que mantenham cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

 

Criado em 2004, é dirigido tanto a estudantes egressos do ensino médio da rede pública quanto àqueles que tenham vindo da rede particular na condição de bolsistas integrais, com renda familiar per capita máxima de três salários mínimos. São Paulo teve o maior número de inscritos (100.516), seguido de Minas Gerais (81,393) e Bahia (48.222).

publicidade

publicidade