SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

GUIA DE CONCURSOS »

Quase 8 mil vagas para o IBGE

Nesta semana, o instituto de pesquisa abre inscrições para dois processos seletivos. Há oportunidades temporárias para profissionais de nível médio, com experiência em telemarketing e tecnologia da informação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/06/2016 13:59 / atualizado em 20/06/2016 19:09

Arquivo Pessoal

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou dois editais cujas inscrições começam na próxima terça-feira (21). Os processos seletivos se destinam à contratação temporária, por um ano, para diferentes cargos, de pessoas que realizarão pesquisas econômicas e sociodemográficas. Todos os exames, com duração de quatro horas, estão previstos para 4 de setembro. A primeira seleção oferece 7,5 mil vagas para a função de agente de pesquisa e mapeamento, para atuar em 550 municípios distribuídos nos 26 estados e no Distrito Federal  na capital federal, são 102 vagas de ampla concorrência, 29 para negros e 13 para pessoas com deficiência. O salário é de R$ 1.250 por uma jornada de 40 horas semanais. O outro edital, com postos apenas para o Rio de Janeiro, abre 325 oportunidades, 300 para o cargo de agente de pesquisas por telefone (com remuneração de R$ 950) e 25 para supervisor de pesquisas (cujos rendimentos serão de R$ 4,6 mil).

Entenda as seleções

Para a posição de agente de pesquisa e mapeamento, o requisito para a participação é a conclusão do ensino médio, e  a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá 60 questões, cada uma valendo um ponto. No concurso para agentes de pesquisas por telefone, para pessoas de nível médio com experiência mínima de um ano em telemarketing, a prova é composta por 30 questões de português, 20 de conhecimentos gerais e 10 de raciocínio lógico. No caso de supervisor de pesquisa (para as áreas geral, gestão e suporte, o pré-requisito é diploma de ensino superior em qualquer graduação; para tecnologia de informação e comunicação, o candidato tem que ser graduado em engenharias de sistema ou de computação, informática, ciência da computação, análise de sistemas, sistemas de informação, processamento de dados ou análise de tecnologia da informação), o teste terá 20 questões de língua portuguesa, 25 de conhecimentos gerais e 15 de noções de administração.

Formado em publicidade e propaganda, Luis Felipe Silva Simbera, 26 anos, mora em Brasília há dois. Ele decidiu fazer o concurso do IBGE, para o cargo de agente de pesquisa e mapeamentos, após ter sido despedido do emprego como editor de imagens em uma empresa de consultoria. “Eu estudo 12 horas por dia. No período da manhã, vejo matérias que considero mais fáceis como português e geografia, e, à tarde, matemática e raciocínio lógico, que exigem mais esforço”, explica. Ele faz um curso on-line e está na expectativa de se sair bem na prova. “É o quinto concurso que faço. Espero que tudo dê certo”, diz. Mesmo se for aprovado, Luis Felipe continuará estudando para concursos, pois deseja ser bancário.

 

Arquivo Pessoal


Ívina Rodrigues, 27 anos, formada em contabilidade pela Faculdade São José (Maranhão), moradora de Timono (PI), trabalha com finanças em uma construtora. Em decorrência da crise financeira, Ívina está receosa de perder o emprego, pois houve grande número de demissões na empresa em que trabalha, por isso apostou nos estudos para o cargo de agente de pesquisa e mapeamento no IBGE. “Mesmo sendo um concurso temporário, o edital me deixou animada”, conta. “Leio materiais digitais, assisto videoaulas, resolvo todos os dias mais de 20 questões de diversas disciplinas”, conta. “Acho que os cargos serão concorridos por conta da crise, mas espero ser aprovada”, comenta.

Dicas certeiras
Professor de geografia, Klaus Kaysenberg, do Alub Concurso, acredita que a prova do IBGE não é tranquila, mas, em comparação a outros certames, pode ser considerada mais simples. “Na área de geografia, o candidato precisa ter conhecimento sobre temas-chaves, como o Censo Demográfico de 2010, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicíllio (Pnad), dados sobre economia e população, regionalização, agropecuária, industrialização e, por último, ter noções de cartografia”, conta.

Claiton Natal dá aulas de português no IMP Concursos e afirma que a banca, a Fundação Cesgranrio, costuma abordar questões que pedem conhecimento sobre concordância, pontuação, regência e crase. “São os assuntos mais cobrados, especialmente conjunções e pronomes relativos. É uma prova que exige os aspectos normativos e pouca reflexão.” Claiton acredita que resolver questões de concursos dos últimos três anos ajudará o candidato a internalizar o conteúdo. “Em razão da retração da economia, acredito que mais pessoas vão terã mais interesse em fazer essa prova”, aponta sobre a chance de a concorrência ser alta.

Elton Soares, professor de matemática do Alub, frisa que, mesmo que o edital apresente a disciplina de raciocínio lógico em vez de matemática, os conceitos básicos da matéria são fundamentais. “Porcentagem, conjuntos numéricos e regra de três são relevantes. No edital, aparece álgebra, mas o aluno precisa saber resolver bem probabilidade. Apesar de ser uma banca diferente, seria interessante resolver questões do último certame do IBGE, promovido pela Fundação Getulio Vargas”, argumenta.

O que diz o edital

Concursos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

  • Inscrições: de terça-feira (21) até 19 de julho pelo site
  • Vagas: 7,5 mil para agente de pesquisas e mapeamento, e 325 vagas para agente de pesquisas por telefone e supervisor de pesquisas
  • Salários: R$1. 250 (agente de pesquisas e mapeamento), R$ 950 (agente de pesquisas por telefone) e R$ 4,6 mil (supervisor de pesquisas)
  • Taxas: R$ 30 (agente de pesquisas e mapeamento), R$ 22 (agente de pesquisas por telefone) e R$ 100 (supervisor de pesquisas)
  • Datas de prova: 4 de setembro
  • Locais de prova: para agente de pesquisas e mapeamento, a prova será aplicada em todas as unidades da Federação; já para agente de pesquisas por telefone e supervisor de pesquisas, apenas no Rio de Janeiro (RJ)

 

 

Passe bem / Geografia

 

Com base na figura seguinte, assinale a alternativa correta.

a) A figura destaca as três macrorregiões naturais do Brasil, segundo o IBGE (1960), que dividiu o país em Amazônia, Nordeste e Centro Sul.

b) A Amazônia corresponde à região Norte, incluindo os estados de Tocantins, Mato Grosso e Maranhão.

c) A Região Centro Sul corresponde às regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste, além do Distrito Federal e do vale do rio São Francisco.

d) A Região Nordeste do país compreende 09 estados brasileiros, excetuando-se apenas o estado do Maranhão e incluindo o norte de Minas Gerais.

e) A figura representa as três grandes regiões geoeconômicas, ou complexos regionais, que obedecem a critérios ligados aos aspectos naturais e ao processo de formação sócio-espacial do território brasileiro.

Comentário
Embora seja uma forma de se regionalizar o Brasil, segundo os critérios históricos e socioeconômicos, trata- se de uma proposta não oficial difundida entre os pesquisadores e na mídia em geral.

Questão retirada do vestibular da Universidade Estadual do Norte do Paraná (2014) comentada pelo professor Klaus Kaysenberg

Gabarito: E
 

publicidade

publicidade