SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

GUIA DE CONCURSOS »

Portas abertas na Marinha

Instituição abriu 44 vagas para fuzileiros navais e corpo de armada. Há oportunidades para graduados em ciências náuticas, engenharias e educação física. Preparar-se com antecedência é a melhor maneira de ser aprovado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/07/2016 14:37 / atualizado em 03/07/2016 14:41

Arquivo Pessoal

A Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM) promove concurso público para ingresso nos Quadros Complementares do Corpo de Armada (QC-CA) e no Corpo de Fuzileiros Navais (QC-FN). São oferecidas 44 vagas, sendo 12 para o QC-CA e 32 vagas para o QC-FN. Para o corpo da armada, os participantes precisam ter nível superior nas áreas de eletrônica (ciências náuticas, engenharias de computação, de controle e automação, de telecomunicações, elétrica, eletrônica), máquinas (ciências náuticas, engenharias aeronáutica, ambiental e sanitária, civil, bioprocessos, cartográfica e de agrimensura, de controle e automação, de fortificação e construção, de materiais, de minas, de petróleo, de produção, elétrica, mecânica, mecânica de veículos militares, metalúrgica, naval, nuclear, química) e sistemas de armas (ciências náuticas, engenharia de computação, de controle e automação, elétrica, eletrônica, mecatrônica de armamentos e de telecomunicações).

Para as vagas de fuzileiros navais, as áreas possíveis são eletrônica (engenharias de computação, de controle e automação, elétrica, eletrônica e de telecomunicações), máquinas (engenharias aeronáutica, ambiental e sanitária, bioprocessos, cartográfica e de agrimensura, civil, de controle e automação, de fortificação e construção, de materiais, de minas, de petróleo, de produção, elétrica, mecânica, mecânica de veículos militares, metalúrgica, naval, nuclear e química), sistema de armas (engenharias de computação, de controle e automação, elétrica, eletrônica, mecânica de armamentos e de telecomunicações) e educação física (educação física). Os interessados precisam ter menos de 29 anos até 1º de janeiro de 2017.

O concurso público será constituído de três etapas: prova objetiva de conhecimentos profissionais, com duração de quatro horas e 50 questões (confira os conteúdos no quadro O que cai); redação dissertativa; além de inspeção de saúde, teste de aptidão física — composto por provas de corrida (percorrer 2,4 mil metros em 14 minutos e 30 segundos) e natação (nadar 50 metros em 1 minuto e 30 segundos) — e verificação de dados biográficos. Os classificados passarão pelo Curso de Formação de Oficiais (CFO) no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW) no Rio de Janeiro.

Formado em Educação Física pelo Centro Universitário Celso Lisboa, Luiz Augusto Arnaud, 23 anos, mora no Rio de Janeiro e prestará o concurso para o cargo de fuzileiro naval. “Quis fazer o certame porque gosto da carreira militar. Além disso, é uma das poucas oportunidades que contemplam a minha área”, revela ele, que estuda quatro horas por semana. “Estou organizando o material para poder estudar baseado no edital. Acredito que minha maior dificuldade será em matérias como biomecânica e fisiologia, que são complexas. Já a minha facilidade maior é com suportes básicos de vida”, finaliza.

Dicas
Tiago Machado, professor de matemática e dono do canal Matemática Passo-a-Passo, aconselha aos candidatos “resolver questões de provas anteriores, checar os assuntos que mais se repetem nelas, aprimorar os conhecimentos que têm”. Para Rafael Dias, professor de língua portuguesa no curso Adsumus, é fundamental prestar atenção ao edital. “Planejamento é fundamental. Separar um horário, se organizar e ser empenhado”, comenta. O professor orienta que os candidatos leiam o enunciado de cada item com atenção e deem atenção às regras gramaticais.

Instrutor de educação física no Gran Cursos Online, graduado pela Escola de Educação Física do Exército, César Marra diz que a preparação para os testes físicos precisa ser iniciada com meses de antecedência. “É preciso começar, pelo menos, 90 dias antes. Sedentários não conseguirão ser aprovados. Não deixe para treinar só depois da convocação. O treino tem de ser feito de forma específica, de acordo com o edital”, comenta o especialista em fisiologia do exercício e mestre em educação física.

 

O que cai


As disciplinas cobradas no concurso variam para cada área. Em eletrônica, será preciso responder itens de circuitos eletrônicos, circuitos digitais, teoria de circuitos, sistemas lineares, automação, telecomunicações, cálculo, álgebra linear, física, probabilidade e estatística. Para ciências náuticas (área de náutica), as matérias são legislação marítima, manobra, navegação, meteorologia e oceanografia, socorro e salvamento marítimos, estabilidade transversal e longitudinal e inglês. Em ciências náuticas (área de máquinas), as disciplinas são legislação marítima, máquinas de combustão interna, bombas, termodinânica, refrigeração, automação, instalação elétrica do navio mercante e inglês. No caso de máquinas, é preciso estudar materiais, ensaios de materiais, processos de fabricação, elementos de máquinas, equipamentos e sistemas mecânicos, termodinâmica, estatística, matemática, bombas industriais e motores. Para sistemas de armas, os conteúdos cobrados são química, física, eletricidade, informática e matemática. Em educação física, cairão questões de anatomia humana, biomecânica, didática da educação física, diretrizes do ACSM para os testes de esforço e sua prescrição, fisiologia do exercício, primeiros socorros, treinamento desportivo, treinamento de força, treinamento funcional.

 

Passe bem / Matemática


Determine o Máximo Divisor Comum (MDC) dos números (12; 15; 18), e marque a resposta correta:

(A) 1    (B) 2    (C) 3    (D) 4    (E) 5

Comentário:
Efetuando o cálculo de fatoração, recurso que utilizamos na simplificação de sentenças matemáticas, podemos observar que o único que dividiu ao mesmo tempo as três colunas mediante a sua linha foi a alternativa 3

Questão retirada da prova do Curso de Formação de Fuzileiros Navais da Marinha, comentada pelo professor de matemática Tiago Machado.

Gabarito: letra C

 

 

publicidade

publicidade