SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

GUIA DE CONCURSOS »

Conquiste sua vaga no Sarah

Rede de hospitais aplicará provas para 14 vagas de técnico em enfermagem e quatro de técnico em gesso hospitalar em agosto. Salários de mais de R$ 5 mil devem tornar o concurso difícil. Confira dicas para se sair bem!

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/07/2016 15:20

Gabriela Studart

 

A Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação está com dois processos seletivos em andamento a fim de contratar novos profissionais da área de saúde. Foram oferecidas seis vagas, sendo uma reservada para pessoas com deficiência, no cargo de técnico em enfermagem em Brasília. As demais unidades dos hospitais — Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e São Luís (MA) — concentram duas vagas cada. Também foram abertas oportunidades para técnicos em gesso hospitalar: duas para o DF, uma para Salvador e uma para São Luís.

Em ambos os cargos, os aprovados nas provas (a serem aplicadas em 21 de agosto; e, no caso de técnico em gesso hospitalar, haverá ainda teste prático a ser aplicado entre 26 de setembro e 15 de outubro) serão convocados para um treinamento com duração de quatro meses. Durante o curso, o candidato receberá uma bolsa de R$ 3.056,56. Após a formação, os que forem considerados aptos assinarão contrato de 44 horas semanais baseado na Consolidação das Leis de Trabalho (CLT).

A técnica em enfermagem Maria Helena Maia, 48 anos, está estudando para ingressar na rede e avalia a oportunidade como uma boa opção de carreira. “Amo minha profissão, e o Sarah é um hospital de primeiro mundo. Estudo pelo menos três horas por dia”, conta.

Os conteúdos
Interessados numa vaga de técnico em enfermagem passarão por duas fases. A primeira é a prova objetiva com duração de quatro horas, composta por 50 questões, sendo 40 sobre conhecimentos específicos (ética e legislação em enfermagem e enfermagem médico-cirúrgica) e 10 sobre língua portuguesa.

Os candidatos a técnico em gesso farão uma prova teórica, um exame prático e um treinamento. A primeira fase é composta por 50 questões, sendo 40 de conhecimentos específicos (anatomia humana, ortopedia, traumatologia, fisiologia, doenças congênitas, aparelho gessado, imobilizações, trações cutâneas e esqueléticas, primeiros socorros, infecção hospitalar e biossegurança, ergonomia e segurança no trabalho, ética e relações humanas no trabalho) e 10 sobre língua portuguesa. Os convocados farão uma prova prática, que consiste na execução de atividades relacionadas ao exercício profissional.

Segundo Jorge Vianna, vice-presidente do Sindicato de Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Distrito Federal (Sindate), o concurso da Rede Sarah é de nível difícil, pois há poucas vagas. Ele acredita que, entre os assuntos específicos relacionados à enfermagem, a parte da legislação é a mais complexa. “Quem estudar essa área terá mais chance. No entanto, o diferencial vai ser conhecimento em português”, acredita. Jorge aponta que as leis 5.905/1973 (sobre conselhos regionais de enfermagem) e 7.498/1986 (sobre o exercício profissional da enfermagem) devem ser lidas pelos candidatos. Além disso, ele recomenda o estudo de cálculos de medicação para pacientes, mudanças de protocolo de atendimento em parada cardiorrespiratória e cuidados pós e pré-operatório em pacientes com lesões.

De acordo com Valéria Cristina, coordenadora do curso de enfermagem do Centro Universitário de Brasília (UniCeub), o candidato precisa entender como a enfermagem se posiciona no atendimento de crianças, idosos e mulheres. Nos conteúdos de ética e legislação, é primordial conhecer os programas de saúde coletiva do Sistema Único de Saúde (SUS) e a hierarquia na enfermagem. Controle de infecção e biossegurança são conteúdos relevantes também. “Conhecer como funcionam o centro cirúrgico e a central de material de esterilização é importante”, acrescenta. Ainda de acordo com a coordenadora, as provas da Rede Sarah não costumam ter muito texto; são objetivas e bem contextualizadas. “Eu recomendo a leitura dos manuais de atenção básica do Ministério da Saúde e dos protocolos de atendimento”, indica.

Para o presidente interino do Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal (Coren-DF), Elissandro Noronha, as provas do hospital são muito atualizadas. “É bom saber bastante sobre urgências urinárias, lesões e técnicas aplicadas. As pessoas devem ter cuidado com o que falam durante o processo seletivo prático, pois é uma seleção bem apurada: demonstre interesse.”


O que diz o edital

Concursos da Rede de Hospitais Sarah
» Inscrições: finalizadas em 6 de julho pelo site www.sarah.br/rh
» Vagas: 14 vagas para técnicos em enfermagem e quatro para técnicos em gesso hospitalar
» Salários: R$ 5.083,55
» Taxa: R$ 70
» Data das provas objetivas: 21 de agosto
» Locais de prova: Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), São Luís (MA) e Fortaleza (CE) para técnico em enfermagem; Brasília (DF), Salvador (BA) e São Luís (MA) para técnico em gesso hospitalar

 

Passe Bem / Enfermagem


De acordo com o último consenso sobre Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP), analise as afirmativas abaixo, indicando V (verdadeiro) ou F (falso) e, a seguir, assinale a alternativa correta:

1) Durante a RCP de um adulto realizada por dois socorristas, quando disponível via aérea avançada, um socorrista realiza compressões ininterruptas e o outro socorrista aplica ventilações em uma freqüência de 8 a 10 ventilações/minuto.

2) Durante a RCP imediata de um adulto, as compressões torácicas mais eficazes são produzidas se o socorrista comprimir o tórax em uma freqüência de 60 a 80 compressões/minuto.

3) Durante a RCP imediata, quando estão presentes dois ou mais socorristas, esses devem se reversar a cada dois minutos.

4) Durante a RCP imediata de um adulto, a relação compressão/ventilação realizada por dois socorristas é de 30:2.

5) Durante a RCP imediata de um lactante por dois socorristas, a relação compressão/ventilação é de 15:1.

a) V - V - F - V - F.       
b) V - F - F - V - V.    
c) F - F - V - V - F.       
d) F - V - V - F - F.

Comentário
1) Deverá ser uma respiração a cada seis segundos, ou seja, 10 respirações por minuto.
2) O novo protocolo AHA 2015 preconiza 100-120 compressões.
3) Mantém a mesma regra.
4) Sendo um ou dois socorristas, serão 30:2 para adultos.
5) Por dois ou mais socorristas, serão 15:2

Questão reformulada com base em item aplicado em 2007 para o cargo de técnico em enfermagem da Rede Sarah, comendada por Jorge Vianna, vice-presidente do Sindicato de Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Distrito Federal (Sindate)

Gabarito: C

 

publicidade

publicidade