SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Enem

Bombeiros do Rio de Janeiro planejam segurança do exame

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/09/2016 18:33

Portal MEC /MEC

Mais de 100 oficiais do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro participaram nesta segunda-feira, 26, em Nova Iguaçu (RJ), da reunião técnica de alinhamento operacional do Enem 2016. O evento foi realizado em parceria pela corporação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Os chefes das seções administrativas das unidades descentralizadas do Corpo de Bombeiros na Região Metropolitana do Rio de Janeiro repassaram o planejamento e o cronograma da instituição para a segurança do exame, que este ano será realizado em 5 e 6 de novembro.

Em todo o Brasil, o Enem 2016 terá 8.627.276 participantes, mais de 700 mil pessoas envolvidas na aplicação de provas, 17.780 locais de prova, 6,1 mil rotas de distribuição e 309 mil km percorridos, distância equivalente a sete voltas em torno da Terra. Ao todo, atuarão no exame 40 mil agentes de segurança, entre oficiais e praças do Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar. Além disso, 60 batalhões limitares estão envolvidos no armazenamento das provas em todo Brasil.

Só no estado do Rio de Janeiro serão 550.183 participantes este ano, um crescimento de 0,91% em relação a 2015, quando foram 545.212 inscritos. A unidade federativa concentra 6,37% dos participantes. As provas serão aplicadas em 51 municípios. A capital e as cidades de Duque de Caxias, São Gonçalo, Nova Iguaçu e Niterói, juntas, concentram 59% dos inscritos. O estado do Rio terá 904 locais de prova, com 15.003 salas de aplicação do exame.

Segundo o Coronel Jarbas, coordenador geral da operação Enem 2016 do Corpo dos Bombeiros do estado do Rio de Janeiro, a instituição é parceira do exame desde 2010, na Grande Rio. "É nosso dever social, como braço do governo, trabalhar para o desenvolvimento de mais uma ação do Estado", afirmou.

Helio Morais, coordenador geral de gestão e monitoramento do Inep, destacou a importância do alinhamento de segurança, em função da dimensão do exame. "O Enem não é trabalho de um órgão sozinho. Com a experiência, aprendemos a importância de reunir outras instituições e outras pessoas. Todos que contribuem estão também realizando o exame", defendeu.

Os bombeiros envolvidos podem ainda fazer um curso de alinhamento à distância, certificado pela Universidade de Brasília (UnB).

publicidade

publicidade