SIGA O
Correio Braziliense

FGV Projetos lança edital do 22º Exame de Ordem; 1ª fase será em 2 de abril

Inscrições estão abertas até 10 de fevereiro. Candidatos devem se preparar e não deixar que o nervosismo atrapalhe na hora da prova

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/02/2017 13:35 / atualizado em 03/02/2017 16:04

A primeira fase do 22º Exame de Ordem será aplicada em 2 de abril pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Podem participar aqueles que estejam matriculados no último ano do curso de graduação em direito e os bacharéis, mediante pagamento de taxa de R$ 240.  As inscrições estão abertas até 10 de fevereiro pelo site. A aprovação no exame é necessária para integrar os quadros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

A poucos meses da seleção, é recomendável que os candidatos foquem nos estudos e não deixem que o nervosismo e a ansiedade influenciem na hora da prova. O professor de direito do trabalho e processual do trabalho do Curso Master
Juris Leandro Antunes sugere dicas para que os candidatos se organizem nessa reta final. “Por muitas vezes, a prova pode parecer um bicho papão, mas é importante lembrar que não há concorrência: o concorrente é você mesmo”, comenta.

A primeira fase é composta por uma prova objetiva com 80 questões sobre 17 disciplinas —  teoria geral e filosofia do direito, ética e estatuto da OAB, direitos humanos, direito tributário, direito processual penal,  direito processual do trabalho,  direito processual civil, direito penal, direito internacional público e privado, direito empresarial, direito do trabalho, direito do consumidor, direito da criança e do adolescente, direito constitucional, direito civil, direito ambiental e direito administrativo. O edital não especifica quantos itens serão aplicados para cada matéria, mas, segundo o professor, algumas devem ser mais cobradas, como ética, direito penal e processo penal e direito do trabalho e processo do trabalho. Para a primeira etapa do exame, não é permitido levar material de consulta.
 
Serão selecionados para a segunda fase os que acertarem pelo menos metade da prova objetiva, ou seja, 40 questões. Na segunda etapa,  o candidato passa por uma prova chamada prático-profissional, em que é necessário que o candidato escolha uma disciplina — entre direito administrativo, direito civil, direito constitucional, direito empresarial, direito penal, direito do trabalho ou direito tributário e do seu correspondente direito processual — e escreva peça profissional, analisando um caso, que pode ser petição judicial,  contestação, recursos. Além disso, na segunda etapa, são aplicadas quatro questões discursivas. “Resolver provas anteriores é primordial na preparação para conhecer todas as formalidades das peças”, observa Leandro Antunes. Na segunda fase, é permitido ao candidato levar a legislação seca, ou seja, aquela sem comentário e sem qualquer tipo de anotação.

 

 

 

Para se dar bem
Uma boa forma de conseguir aproveitar o tempo de estudo, segundo o professor Leandro Antunes, é fazer um planejamento do tempo e organizar o material didático, além de resolver questões de provas anteriores e aproveitar a grande gama de livros disponíveis para estudo. "O que vai determinar a aprovação não é a quantidade de horas de estudo, mas, sim, como a pessoa usará o tempo de estudo", garante.

Eliminação
De acordo com o professor Leandro Antunes,  algo que pode atrapalhar a aprovação na OAB é o nervosismo, intensificado por pressões familiar, social e profissional. "É preciso controlar a ansiedade e se tranquilizar, sabendo que não precisa acertar a prova toda. Também é importante nunca levar em consideração mensagens de desânimo: você deve acreditar em si mesmo", ressalta.
 
O que diz o edital do 22º Exame de Ordem

 

Inscrições: de 31 de janeiro  a 10 de fevereiro pelo site
1º fase: 2 de abril, das 13h às 18h, no horário oficial de Brasília/DF.
Resultado preliminar da 1ª fase: 17 abril
Divulgação do gabarito definitivo da 1ª fase: 3 de maio
Divulgação do resultado final da 1ª fase (prova objetiva): 3 de maio

2º fase: 28 de maio, das 13h às 18h, no horário oficial de Brasília/DF.
Divulgação do padrão de resposta preliminar da prova prático-profissional: 28 de maio
Divulgação do padrão de respostas definitivo e do resultado preliminar da 2ª fase (prova prático-profissional): 20 de junho
Resultado final do Exame: 4 de julho  

As provas serão aplicadas nas seguintes cidades:  


Distrito Federal: Brasília.
Acre: Rio Branco.
Alagoas: Maceió e Arapiraca.
Amazonas: Manaus.
Bahia: Salvador, Barreiras, Feira de Santana, Juazeiro, Ilhéus, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.
Ceará: Fortaleza, Crato e Sobral.
Espírito Santo: Vitória, Colatina e Cachoeiro de Itapemirim.
Goiás: Goiânia, Anápolis, Itumbiara, Jataí, Rio Verde, Catalão, Ceres e Valparaíso.
Maranhão: São Luís e Imperatriz.
Minas Gerais: Belo Horizonte, Araxá, Barbacena, Conselheiro Lafaiete, Diamantina, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Itauna, Ituiutaba, Juiz de Fora, Manhuaçu, Montes Claros, Muriaé, Ouro Preto, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia, Unaí, Varginha e Viçosa.
Mato Grosso: Cuiabá, Barra do Garças, Cáceres, Diamantino, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra.
Mato Grosso do Sul: Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas e Dourados.
Pará: Belém, Marabá, Santarém e Redenção.
Paraíba: João Pessoa, Patos, Campina Grande e Sousa.
Paraná: Curitiba, Cascavel, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Pato Branco, Ponta Grossa e Umuarama.
Pernambuco: Recife, Caruaru e Petrolina.
Piauí: Teresina, Floriano, Corrente, Parnaíba e Picos.
Rio de Janeiro: Rio de Janeiro, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Volta Redonda, Niterói, Duque de Caxias, Petrópolis e Nova Friburgo.
Rio Grande do Norte: Natal e Mossoró.
Rio Grande do Sul: Porto Alegre, Bagé, Cachoeira do Sul, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Frederico Westphalen, Ijuí, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santana do Livramento, Santa Maria, Santa Rosa, Santiago, Santo  ngelo, São Leopoldo e Uruguaiana.
Rondônia: Porto Velho, Cacoal, Ji-Paraná e Vilhena.
Roraima: Boa Vista.
Santa Catarina: Florianópolis, Blumenau, Chapecó, Criciúma, Itajaí, Joinville, Joaçaba e Lages.
São Paulo: São Paulo, Americana, Araçatuba, Araraquara, Assis, Avaré, Barretos, Bragança Paulista, Bauru, Campinas, Espírito Santo do Pinhal, Franca, Itapetininga, Jaú, Jundiaí, Guarulhos, Marília, Mogi das Cruzes, Osasco, Ourinhos, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Taubaté, Tupã, Santos, São Caetano do Sul, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e Votuporanga.
Sergipe: Aracaju.
Tocantins: Palmas, Gurupi e Araguaína.