Exame

Inep testa operação gráfica da prova personalizada do Enem 2017

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/06/2017 19:33 / atualizado em 02/06/2017 19:36

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realizou, nesta sexta-feira, 2, um teste geral da operação de impressão, manuseio e expedição da prova personalizada do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017. É a primeira vez que o Enem terá uma prova com o nome e número de inscrição do participante. A simulação, na gráfica que venceu a licitação para a impressão, reuniu representantes do Inep, do consórcio aplicador e do Ministério Público Federal.

Por meio de videoconferência, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, falou aos presentes sobre a importância de demonstrar ao Ministério Público Federal as especificidades do trabalho do Inep e as exigências feitas pelo instituto para o processamento da prova do Enem. “É uma oportunidade de construirmos argumentos de defesa da necessidade da qualidade deste serviço”, defendeu Maria Inês Fini.

Para simular toda a operação, foram impressas provas de 60 mil participantes do Enem 2016, porém adaptadas às características da edição de 2017. Todos os presentes no teste puderam conhecer a logística completa do Enem realizada em ambiente gráfico.

Foram demonstradas a recepção de arquivos e tratamento de dados; a produção de provas e personalização; a produção de material de aplicação e de dados variáveis; e a transferência das áreas de produção para áreas de manuseio. Durante a simulação, também foi feita a colocação dos lacres eletrônicos; o manuseio de material de aplicação; a ficha de identificação com biometria; a expedição de provas e de material de aplicação; além dos controles necessários a essas etapas.


Portal MEC