CONCURSOS »

Mais de 100 concursos com salários acima de R$ 6 mil são boa oportunidade

Segundo especialistas, o momento não é tão favorável para concurseiros, mas a dica é aproveitar as oportunidades abertas agora, pois o cenário pode se agravar ainda mais %u2014 e o Poder Executivo tem proposta que pretende limitar os salários iniciais das carreiras públicas a R$ 5 mil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/08/2017 13:15 / atualizado em 29/08/2017 20:21

 

 

 

120 concursos com salários acima de R$ 6 mil

 

O número se refere a certames federais, estaduais, distritais e municipais que, no total, oferecem 1.174 vagas com boa remuneração. Na crise, órgãos fora do DF se tornam opções atrativas, mas é preciso avaliar se vale a pena se mudar de cidade por causa do serviço público antes de apostar nos estudos. Segundo professores, a dica para passar é ter foco e disciplina

 

Ante a pretensão da gestão de Michel Temer de reestruturar as carreiras do Poder Executivo Federal e estabelecer um teto de R$ 5 mil para o salário inicial oferecido em concursos (saiba mais no quadro Esclarecimentos), as 1.174 vagas abertas em 120 seleções com remunerações que ultrapassam esse valor se tornam ainda mais atrativas. “Há mais editais publicados no momento porque 2016 e o início de 2017 foram difíceis para certames devido ao enxugamento da máquina pública. A partir de agora, a tendência é que as seleções se dispersem mais no tempo e que os órgãos não nomeiem tanto”, comenta Rodrigo Bezerra, gerente pedagógico dos cursos on-line do Complexo de Ensino Renato Saraiva (Cers). Para o professor de finanças públicas da Universidade de Brasília (UnB) Roberto Bocaccio Piscitelli, “o momento não é particularmente favorável para concurseiros”. Segundo ele, essa atividade que sempre foi muito visada, principalmente em Brasília, sofre uma culpabilização com a crise.


“Há quase uma campanha contra o servidor público, como se ele fosse responsável pela situação econômica do país. Dizem haver gastos excessivos, mas as despesas com juros da dívida pública, por exemplo, são praticamente o dobro do gasto com pessoal”, afirma. Apesar do cenário sombrio, há ofertas interessantes com salários acima de R$ 6 mil. No âmbito nacional, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) tem 52 vagas com remunerações entre R$ 6,3 mil e R$ 10,4 mil. Thaís Alves de Souza, 24 anos, conseguiu uma vaga de nível médio no órgão há quatro anos e agora vai concorrer a uma de analista judiciário. “Minha motivação é, principalmente, a remuneração, que aumenta bastante. Além disso, eu me formei depois de concursada”, conta a bacharel em direito. Antes de assumir o cargo no TST, Thais passou pela Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Social e pelo Ministério da Fazenda.“Escolhi fazer concursos por três motivos: estabilidade, segurança e salário. Pretendo estudar para ser delegada, então vou focar na Polícia Civil do DF”, destaca.
Fora do quadradinho

 

Lanna Silveira?/Esp.CB/D.A Press

 

 

Longe da capital federal, há chances espalhadas pelo país com vencimentos que chegam a mais de R$ 20 mil. A Defensoria Pública de Alagoas oferece remuneração de R$ 26 mil para o cargo de defensor público. O professor Roberto Piscitelli explica que municípios e estados com situações econômicas melhores conseguem abrir esse tipo de certame. “Geralmente a área de fiscalização tem salários mais atraentes. As maiores limitações estão no Executivo civil, então é bom procurar no Legislativo e no Judiciário também”, afirma. A coach de carreira Ana Slaviero pondera que não dá para levar em conta apenas o fator financeiro na hora de escolher fazer concursos. “Pergunte a si mesmo se é isso realmente o que deseja fazer.” Se a resposta for sim, então é hora de investir nos estudos. Optar por uma oportunidade em outra cidade pode ser complicado e a dica da coach para tomar uma boa decisão é refletir bastante.


“Mudanças trazem incerteza e insegurança. A pessoa sente que vai perder alguma coisa indo para outro lugar, como o contato com a família e os amigos. Por isso, é preciso colocar na balança e pesar os ganhos que terá e o que será deixado para trás”, ensina.Para a estudante de arquivologia Rayssa Gomes Macedo, 32, ter ido para outro estado por causa de um concurso público não foi uma boa ideia. Em 2015, ela foi aprovada no Ministério Público do Espírito Santo. Na época, Rayssa morava no Rio de Janeiro e, por causa da decisão de assumir o emprego, teve que ficar longe do esposo. “Quando meu marido foi aprovado numa seleção em Brasília com salário melhor, pedi exoneração e voltei a estudar. Agora, só vou prestar concursos no DF”, conta. Ela se prepara para seleções com vagas de arquivista e vai prestar o certame da Câmara Legislativa do Distrito Federal. O dilema da estudante de direito Elizabete Cristinna Gonçalves, 29, é o contrário: ela quer trabalhar no Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão (TRT-MA) para poder voltar para a cidade em que os pais dela moram.

 

Marcelo Ferreira/CB/D.A. Press

 

“Não gosto daqui e amo minha família, mas não vou voltar sem ter estabilidade financeira”, diz. Enquanto o concurso não sai, ela está se preparando para outros no mesmo estilo. “Se eu passar para outra cidade, eu vou, mas só até sair o do Maranhão”, conta ela, que posta detalhes da rotina de estudos no Instagram @beteconcurseira. A possibilidade de ter que se mudar de Brasília não desanima Thiago Guimarães, 29. Ele sonha com uma vaga de auditor-fiscal da Receita Federal. “A maior probabilidade é de ser mandado para alguma fronteira. Tem muita gente que desiste por causa disso. Eu tento equilibrar e ver os lados negativos e positivos, entre eles, poder levar minha família comigo”, explica. Pai de dois filhos gêmeos, ele buscou nesses laços inspiração para estudar.


Arthur Menescal/Esp.CB/D.A

 

“Quando eu soube da gravidez da minha companheira, decidi buscar uma carreira em que eu tivesse a possibilidade de ter mais qualidade de vida”, destaca. Thiago hoje acumula dois cargos em serviço público: é técnico administrativo no Hospital de Base e no Hospital das Forças Armadas, trabalhando cerca de 50 horas semanais. Formado em gestão pública pela Universidade Metodista, Thiago diz que as limitações impostas pelo governo federal para concursos assustam, mas nem por isso são motivo para desistir. “As expectativas não são boas, mas é preciso se controlar e manter um ritmo de estudo”, afirma.


Antonio Cunha/CB/D.A. Press

 

Aos 28 anos, Kaique Knothe de Andrade ocupa o cargo cobiçado por Thiago em São Paulo. Ele passou em primeiro lugar no concurso de auditor-fiscal da Receita Federal em 2014. O salário inicial era de R$ 14,9 mil. Mais de 68,5 mil pessoas se inscreveram para tentar uma das 278 vagas. “A aprovação numa posição tão alta foi uma surpresa. Um diferencial foi ter o estudo muito focado na área do meu interesse”, relata. O engenheiro mecânico escolheu esse cargo por pensar que combinaria mais com o perfil dele.


Arthur Menescal/Esp.CB/D.A

 

“Eu trabalhava em uma empresa, mas não gostava muito do que fazia, então vi na área pública uma oportunidade de fazer a diferença e ter mais tempo para a minha vida pessoal”, conta. Em 10 meses de preparação, além do primeiro lugar no certame da Receita, passou em outros concursos: BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Ministério da Fazenda, INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Ancine (Agência Nacional do Cinema), TRT, Finep (Financiamento de Estudos e Projetos) e Caixa econômica.

 

Hora de se preparar

A coach de carreira Ana Slaviero alerta os iniciantes sobre a dificuldade de estudar para concursos. “Para conseguir manter o foco, é importante fazer um planejamento: coloque na ponta do lápis em quanto tempo pretende ser aprovado e o quanto de recursos dispõe para se manter caso vá dedicar-se exclusivamente a isso. Depois, é preciso agir e ser disciplinado”, orienta. O gerente pedagógico do Cers, Rodrigo Bezerra, também acredita nisso. “É necessário ter continuidade, não adianta estudar hoje e voltar a pegar nos livros só depois de amanhã. Além disso, o concurseiro nunca pode  achar que está preparado, se não, ele afrouxa a rotina”, alerta. Mesmo assim, a preparação não pode ser exagerada: “Cuide da mente, não estude 12 horas por dia.” Gabriel Granjeiro, diretor pedagógico do Gran Cursos Online, afirma que é importante estabelecer uma prática de estudos. “Planeje-se e organize-se de forma sistemática e crie uma rotina que possa ser cumprida”, diz. Ler o edital lançado ou o último do órgão é outra dica. No caso de concursos regionais, Granjeiro explica que identificar o estilo da banca examinadora pode ser um desafio. Por último, ele deixa palavras de motivação. “Não passar num concurso não significa falta de inteligência; todos conseguem: basta estudar”, garante.


Juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), Aragonê Fernandes, 38, começou a se preparar para concursos aos 16 anos. “Eu vendia cachorro-quente na porta do cursinho onde minha irmã estudava. Vendo as pessoas indo estudar, entrei nesse universo”, lembra. Aos 18, tomou posse em seu primeiro cargo público, no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A partir de então, passou por vários postos. “Depois de formado, resolvi tentar essas carreiras mais altas e passei para ser defensor, promotor e juiz”, conta. Hoje, ele e os quatro irmãos são concursados. “Minha mãe era sacoleira e meu pai, taxista. Para nós, o serviço público se apresentou como uma solução para sair da linha de pobreza”, diz.

 

“Para os candidatos, recomendo que tentem manter o foco, não gastem tanta energia com o pessimismo que envolve o noticiário porque é nesse cenário que muitos vão fraquejar. Intensifique o ritmo e mantenha a disciplina.”

 

Esclarecimentos

Limitações de salários

Procurada pela reportagem, a Assessoria de Imprensa do Ministério do Planejamento enviou nota por e-mail: A política restritiva em relação a concursos é uma situação anterior às medidas de contenção do gasto anunciadas na semana e assim deverá permanecer. O anúncio foi com relação à reestruturação das carreiras do Executivo Federal, medida que ainda está sendo tratada internamente no governo. O objetivo principal é alinhar os salários entre setor público e setor privado, uma vez que o governo paga cerca de duas a três vezes mais em ocupações equivalentes. Além disso, o aumento da amplitude (relação entre piso e teto) das carreiras estimulará a busca por mais responsabilidade, incentivando novos servidores a assumirem cargos gerenciais. O valor máximo de R$ 5 mil para o salário inicial é compatível com os salários no setor privado, especialmente naquelas ocupações mais comuns na formação dos servidores. Cabe destacar que os trabalhadores que ganham R$ 5 mil estão entre os 10% mais ricos da nossa população, segundo informações da PNAD/IBGE (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua). Chegando ao topo da carreira, esses servidores estarão entre os 1% mais ricos. Ou seja, a carreira pública continuará atraente, especialmente por conta da estabilidade, que não foi alterada.”

 

Para sonhar alto 

Oportunidades abertas com salários acima de R$ 6 mil

 

Esfera federal: 565 vagas em 64 concursos
Esfera distrital: 99 vagas em 2 concursos
Confira as chances nacionais e distritais na lista de concursos na página 7

Esfera estadual: 240 vagas em 34 concursos
Esfera municipal: 270 vagas em 20 concursos
Confira parte das chances (o restante está no site do Eu, Estudante):

 

ACRE
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO ACRE

Inscrições abertas pelo site www.cespe.unb.br até 28 de agosto para 15 vagas de defensor público do estado. Salário: R$ R$ 20.000.

ALAGOAS
CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS

Inscrições abertas pelo site www.cespe.unb.br até 30 de agosto para 10 vagas de oficial combatente. Salário: R$ 6.714,06.

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS
Inscrições abertas pelo site www.cespe.unb.br até 6 de setembro para 15 vagas de defensor público do estado. Salário: R$ 26.125,16.

CEARÁ
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO

Inscrições abertas pelo site www.cespe.unb.br desta segunda (28) a 13 de setembro para uma vaga + CR para analista judiciário.  Salário: R$ 10.461,89

MATO GROSSO
CÂMARA MUNICIPAL DE PRIMAVERA DO LESTE

Inscrições abertas pelo site www.klcconcursos.com.br até 30 de agosto para uma vaga de procurador jurídico. Salário: R$8858,06.

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO ARAGUAIA

Inscrições abertas pelo site www.exataconsultoriame.com.br até 5 de setembro para três vagas de médico. Salário: R$11.910.67.

MARANHÃO
PREFEITURA MUNICIPAL DE AÇAILÂNDIA

Inscrições abertas pelo site www.fsadu.org.br até 4 de setembro para seis vagas de médico. Salário: de R$ 7.585,10 a R$ 11.377,64.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO
Inscrições presencias abertas no protocolo geral da universidade ou no protocolo do centro de realização do concurso até 17 ou 22 de setembro a depender da vaga pretendida, para quatro vagas de professor. Salário: R$ 7.844,01. Edital: goo.gl/hgsXRY.

MINAS GERAIS
PREFEITURA MUNICIPAL DE PATOS DE MINAS

Inscrições presencias abertas na Secretaria Municipal de Saúde, com sede na Rua Alzino Martelo, nº 710, Nova Floresta esta segunda-feira (28) para 10 vagas de médico. Salário: R$ 6.725,53. Edital: goo.gl/PpTjZu

PREFEITURA MUNICIPAL DE PEQUI

Inscrições abertas pelo site concursos.iadhed.org até 31 de agosto para uma vaga de médico.
Salário: R$ 12.355,09.

PREFEITURA DE SANTANA DE CATAGUASES

Inscrições abertas pelo site www.concursosjcm.com.br até 31 de agosto para uma vaga de médico. Salário: R$ 12.355,09.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS DO GALHO
Inscrições abertas pelo site www.exameconsultores.com.br até 3 de setembro para uma vaga de médico. Salário: R$ 8 mil

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRAZÓPOLIS
Inscrições abertas pelo site www.ibgpconcursos.com.br até 6 de setembro para duas vagas de médico. Salário: R$ 8 mil

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALVARENGA
Inscrições abertas pelo site www.maximaauditores.com.br até 12 de setembro para duas vagas de médico. Salário: R$ 6.336,14.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARANDAÍ

Inscrições presenciais abertas no 3º andar no Setor de Pessoal, situado na Praça Barão de Santa Cecília, nº 68, Centro até 12 de setembro para duas vagas de médico. Salário: R$ 8.597,95. Edital: goo.gl/uwjVLe

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DA REDE DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA DA MACRO SUDESTE

Inscrições abertas pelo site www.ibgpconcursos.com.br até 22 de setembro para 80 vagas de médico. Salário: R$ 7.050.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPELINHA
Inscrições abertas pelo site goo.gl/imgkAU até 1° de outubro para seis vagas de médico. Salário: R$ 13.082,05.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DO GRAMA
Inscrições abertas pelo site www.maximaauditores.com.br até 3 de outubro para 17 vagas de médico. Salário: R$ 12.540.

PARAÍBA
PREFEITURA MUNICIPAL DE SUMÉ

Inscrições abertas pelo site cpcon.uepb.edu.br até 17 de setembro para três vagas de médico. Salário: R$ 6.325,60.

PARANÁ
FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE DE BITURUNA

Inscrições abertas pelo site www.exatuspr.com.br até 28 de agosto para seis vagas de médico. Salário: de R$ 11.019,92 a R$ 19.883,25.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

Inscrições abertas pelo site www.pucpr.br até 31 de agosto para uma vaga de médico. Salário: R$ 13.866,72.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ (UEM)
Inscrições abertas pelo site www.uem.br até 1° de setembro para cinco vagas de professor. Salário: R$ 8.208,59.

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAPA
Inscrições abertas pelo site saber.srv.br até 5 de setembro para uma vaga de médico. Salário: R$ 8.743,25.

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA DO NOROESTE DO PARANÁ - CIUENP - SAMU
Inscrições abertas pelo site goo.gl/Dez4Ug até 11 de setembro para três vagas de médico. Salário: R$ 8.050,38.

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLOMBO

Inscrições presencias abertas na Secretaria Municipal de Saúde, Rua XV de Novembro, nº 213, 3º andar, Bairro Centro, Colombo - PR até14 de setembro para 24 vagas de médico. Salário: R$ 11.632,05. Edital: goo.gl/6kFQT6.

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA AURORA

Inscrições abertas pelo site www.fundacaofafipa.org.br/concurso até 13 de setembro para duas vagas de médico. Salário: de R$ 7.314,78 a R$ 14.629,57.

PREFEITURA DE PIEN
Inscrições abertas pelo site www.objetivas.com.br até 14 de setembro para uma vaga de médico. Salário: R$ 11.323,14.

PERNAMBUCO
PREFEITURA DE CABO DE SANTO AGOSTINHO

Inscrições abertas pelo site www.cabo.pe.gov.br até 21 de setembro para uma vaga de médico. R$ 10.885,09.

PIAUÍ
FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE (FMS)

Inscrições abertas pelo site www.ufpi.br até 28 de agosto para 35 vagas de médico. Salário: R$ 9.235,50.

RIO DE JANEIRO
SECRETARIA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

Inscrições presenciais abertas na Rua Afonso Cavalcanti, nº 455, sala 601, Cidade Nova, Rio de Janeiro - RJ até esta terça (29) para 33 vagas de médico. Salário: R$ 7.707,44. Edital: goo.gl/xSJxdvt

RIO GRANDE DO SUL
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALPESTRE

Inscrições abertas pelo site fundacaolasalle.org.br/concursos até 4 de setembro para uma vaga de médico. Salário: R$ 8.044,75.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL

Inscrições presencias abertas no protocolo geral da universidade até 5 de setembro para 13 vagas de professor. Salário: R$ 7668,21. Edital: goo.gl/Q2Sghu

RONDÔNIA
GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA

Inscrições abertas pelo site fgvprojetos.fgv.br até 6 de setembro para seis vagas de analista de planejamento e finanças, dez vagas de especialista em gestão pública e gestão governamental e 18 vagas de analista em tecnologia da informação e comunicação. Salário: R$ 7.173,80.

SANTA CATARINA
PREFEITURA DE GASPAR

Inscrições presenciais abertas na secretaria de educação, localizada na Rua São Pedro, nº 128, Edifício Edson Elias Wieser, 1º andar, Centro desta terça-feira (29) a quarta (30) para duas vagas de médico.  Salário: R$ 10.204,21. Edital:goo.gl/snp3f5

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIDAL RAMOS
Inscrições abertas pelo site legalleconcursos.com.br/editais#abertos até 30 de agosto para uma vaga de médico. Salário: R$ 14.161,48.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLOR DO SERTÃO
Inscrições presencias abertas no departamento pessoal da prefeitura de Flor do Sertão, na Avenida Flor do Sertão, 696, Centro até 30 de agosto para uma vaga de médico. Salário: R$ 17.045,28. Edital: goo.gl/4RPg25

FUNDAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DE CRICIÚMA
Inscrições abertas pelo site www.iobv.org.br até 31 de agosto para uma vaga de engenheiro ambiental. Salário: R$ 8914,68.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LOURENÇO DO OESTE
Inscrições abertas pelo site www.institutoexcelenciapr.com.br até 4 de setembro para duas vagas de médico. Salário: R$ 12.519.

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUILOMBO

Inscrições abertas pelo site goo.gl/7V9Mxh até 8 de setembro para uma vaga de médico. Salário: R$ 9.990.

CENTRO DE INFORMÁTICA E AUTOMAÇÃO DO ESTADO DE SANTA CATARINA (CIASC)
Inscrições abertas pelo site ciasc.fepese.org.br até 11 de setembro para uma vaga de advogado, nove vagas de analista de informática e suporte e 19 vagas de analista de sistemas (desenvolvedor). Salário: R$ 6.681,53.

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL

Inscrições abertas pelo site www.ibam-concursos.org.br até 25 de setembro para três vagas de médico. Salário: R$ 13.065,75.

POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA

Inscrições abertas pelo site www.iobv.org.br até 26 de setembro para 70 vagas de oficial. Salário: R$ 12.882,69.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BERNARDINO
Inscrições abertas pelo site legalleconcursos.com.br até 27 de setembro para uma vaga de médico. Salário: R$ 13.207,84. 

 

*Estagiária sob supervisão de Ana Paula Lisboa