GUIA DE CONCURSOS »

Quer ser professor no ITA? Confira dicas para passar

O instituto da Aeronáutica abriu 60 vagas para mestres e doutores de 41 áreas, com salários de até R$ 9,5 mil. As provas ainda não têm data definida, mas é preciso estudar deste já, pois, uma vez que o dia dos testes for divulgado, os candidatos terão apenas 30 dias para se preparar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/11/2017 23:36 / atualizado em 14/11/2017 21:33

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) oferece 60 vagas para professores do magistério superior em concurso público. As inscrições acabaram em 31 de outubro e os inscritos precisam se preparar para as provas. As datas e os locais não foram divulgados ainda e, segundo o edital, devem ser liberados com antecedência mínima de 30 dias com relação à realização dos testes. As oportunidades são para mestres e doutores em 41 áreas. Apesar de o instituto ser, tradicionalmente, focado em exatas, há chances para estudiosos de ciências humanas também. Os docentes estrangeiros também podem participar desde que estejam em situação regular no país. Há cotas para negros (em matemática) e candidatos com deficiência (em matemática, físico-química e filosofia). O concurso será composto por três provas: escrita, de didática e de títulos.


Na primeira, serão cobrados conhecimentos associados à formação geral e específica de cada área, com duração de quatro horas. O candidato que não obtiver média sete será eliminado. Os aprovados seguem para o teste didático, que consistirá em aula teórica com duração de até 50 minutos, sobre tema sorteado com até 24 horas de antecedência, seguida por questionamentos orais pela banca. A terceira avaliação é a de títulos, que levará em consideração currículo na plataforma Lattes, memorial descritivo circunstanciado e proposição de projeto de pesquisa.

Fortaleça os estudos
Apesar de as provas ainda não terem data prevista, é preciso estar com os conhecimentos em dia, pois, após o dia dos exames serem divulgados, os candidatos terão apenas um mês para se preparar. A área com maior número de vagas no concurso é matemática, com seis oportunidades. Danielle Lago, mestre e especialista em docência da disciplina pela Universidade Federal de Goiás (UFG), chama atenção para tópicos do conteúdo que devem ser reforçados: cálculo diferencial e integral, álgebra linear e teoremas merecem atenção. “Eles são a base de estudo da área”, explica. “Para o exame escrito, a melhor maneira de estudar é refazer provas anteriores, ainda mais para esta área, que é antiga e não tem muitas inovações”, analisa.


A professora ressalta a importância de exemplificar o que for escrito na questão. “O que faz a diferença na resolução do problema é que não se deve só falar dele: é melhor sempre demonstrar de onde a solução veio e por qual motivo a usou”, acrescenta. Mestra e doutora em química, Juliana Gaspar comenta os conteúdos mais complicados da área, que oferece quatro vagas. “Acredito que questões sobre espectroscopia e toda a parte de química experimental, que são muito específicos, sejam os conhecimentos mais complexos”, analisa. Ela dá uma dica para se sair bem na prova. “Sugiro que os candidatos se garantam nos assuntos mais fáceis (cinética e modelo atômico) e depois foquem nos mais difíceis (volumetria e análise instrumental)”, diz. É preciso tomar cuidado para ser claro na prova escrita.

 

 

 

 


“Existe a necessidade de organizar as ideias para evitar rasuras. Além disso, deve-se sempre ser coerente e objetivo”, acrescenta. Heibbe Cristhian de Oliveira é doutor em físico-química e pós-doutor em ciências dos materiais. Segundo o docente, quem deseja conquistar uma vaga no ITA precisa estudar todos os conteúdos listados no edital. “Não dá para focar só em um tema, mas eletromagnetismo, equações de Maxwell e formalismo lagrangeano e hamiltoniano são assuntos importantes para qualquer concurso de física”, diz. Para a prova escrita, o professor deixa a dica. “Faça muitos exercícios, relembre os conteúdos e entenda os conceitos claramente”, pontua.

Prova didática
Na demonstração didática, é necessário seguir um roteiro à risca, segundo a professora de matemática Danielle Lago. “Prepare a aula com antecedência e cumpra os objetivos. Procure demonstrar tranquilidade e boa postura quando for escrever no quadro. Sempre que enunciar algo, dê exemplos”, aconselha. A professora de química Juliana Gaspar chama a atenção para a importância de tomar cuidado com o prazo disponível — sem ultrapassar os 50 minutos. “Se no fim, sobrar tempo, sugiro resolver questões durante a aula, pois é uma estratégia muito boa”, enfatiza. Heibbe Cristhian de Oliveira deixa como orientação o planejamento. “Seja estratégico. Sugiro que simule uma aula falando o que supostamente abordou na classe anterior e o que vai abordar nesta”, acrescenta. “É necessário também conhecer as bibliografias indicadas. Pode ser que você não tenha conhecido ao material durante seus anos de estudo, então é preciso priorizar esse contato, que garantirá melhor desempenho”, conclui.

 

O que diz o edital

 

Concurso para professores do Instituto Técnológico de Aeronáutica

Incrições: encerradas em 31 de outubro,acesse o edital pelo site

Taxa: R$ 120

Vagas:60

Salários: de R$ 6.627,43 a R$ 9.585,67

datas e locais de provas: serão divulgados no site

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Ana Paula Lisboa