Educação superior

Mendonça Filho inaugura obras na Federal de Mato Grosso do Sul

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/08/2017 18:42 / atualizado em 21/08/2017 18:46

 

Campo Grande (MS), 21/8/2017 – Dentro da política de fortalecimento e melhoria estrutural da educação superior pública, o Ministério da Educação inaugurou na manhã desta segunda-feira, 21, três obras da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande (MS). A instituição foi beneficiada com um complexo do Centro de Formação de Professores (CFP), um laboratório de tecnologia e processamento de carne (Qualicarne) e a ampliação do restaurante universitário. O total investido pelo governo federal nas novas instalações gira em torno de R$ 9 milhões.


O ministro Mendonça Filho destacou o investimento que tem sido feito na área da educação e lembrou que, no momento em que assumiu a pasta, em maio de 2016, existiam 700 obras paralisadas no âmbito das universidades federais e institutos federais. “Quem acompanhou o desempenho na área das instituições federais de ensino nesses pouco mais de 12 meses a frente do MEC sabe que liberamos recursos, retomamos obras e isso é um reflexo e um retrato que se aplica em qualquer unidade da federação”, reforçou o ministro.

A obra no Centro de Formação de Professores, orçada em R$ 6,27 milhões, ajudará na formação continuada de professores que atuam nas séries iniciais e finais do ensino fundamental e ensino médio. Isso estreita as relações entre as unidades formadoras da UFMS e as secretarias de educação estadual e municipais.

 

A construção começou no fim de 2013 e o centro de formação está em funcionamento integral desde abril deste ano. Ele ajuda a conduzir a formação continuada de professores, gestores e servidores da educação básica do Estado e de professores e gestores da UFMS, além de promover a integração e fortalecimento dos 25 cursos de licenciatura da universidade.

Com capacidade para atender 1.280 alunos simultaneamente, o CFP conta com 16 salas de aula, auditório para 150 pessoas, quatro laboratórios de ensino, dois de informática, sala de videoconferência, alojamento com 28 leitos e dois quartos adaptados para pessoas com necessidades especiais, sala de estar, copa e lavanderia.

A obra do Laboratório de Tecnologia e Processamento de Carne (Qualicarne) foi realizada com recursos oriundos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e custou, aproximadamente, R$ 1,066 milhão. Entre as atividades desenvolvidas no laboratório estão aulas teóricas e práticas, iniciação científica, estágio, grupos de estudos e projetos de pesquisa. O Qualicarne atende, em média, 120 discentes por semestre, entre alunos de graduação e pós-graduação dos cursos de Nutrição e da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEZ) da UFMS.


A obra do restaurante universitário, que custou cerca de R$ 1,6 milhões, teve início em janeiro de 2016 e foi concluída em janeiro de 2017. A ampliação do refeitório II possibilitará um maior conforto, proporcionará melhor qualidade no atendimento aos usuários e diminuirá o tempo de espera nas filas. Juntos, os dois refeitórios têm capacidade para 450 pessoas sentadas. Diariamente, circulam mais de mil usuários