SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Tem que ser fera

Inscrições para o concurso do Ibama abrem nesta semana. É preciso ficar de olho no conteúdo sobre legislação ambiental

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/08/2012 10:17 / atualizado em 20/08/2012 10:21

Ronaldo de Oliveira
Concurseiros que simpatizam com a área ambiental e têm ensino médio completo possuem boas razões para tentar uma vaga no concurso do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que abrirá as inscrições na próxima sexta-feira (24). São 300 vagas para técnico administrativo em nível nacional, 140 delas para Brasília. As provas serão aplicadas em 21 de outubro, mesmo dia previsto para o concurso do Ministério da Fazenda — para alguns, um dos fatores que podem diminuir a concorrência. Com conteúdo extenso, os testes exigirão conhecimentos do trabalho exercido pela autarquia.

Mesmo no caso de conhecimentos de disciplinas que costumam ser exigidas em edital desse nível, como direito administrativo, a banca examinadora deve cobrar conteúdo sobre legislação da área ambiental. O professor do Vestconcursos Ricardo Blanco destaca que é fundamental se concentrar nas normas que tratam do assunto, como a Lei Complementar nº 140/2011. “Além de estudar os conceitos de administração pública, licitações e a Lei 8.112, que são o carro-chefe de qualquer concurso, o candidato também deve estudar a parte de legislação ambiental”, explica Blanco.

A dica é contextualizar o conteúdo de legislação ambiental. A professora do Instituto de Estudos Farmacêuticos (Ifar) Janaína Silva ressalta a importância do Ibama — órgão criado oficialmente por meio da Lei nº 7.735/1989 — no âmbito da política nacional de meio ambiente do país, instituída oito anos antes de sua fundação. Segundo ela, a compreensão desse intervalo ajuda o concursando a entender o cenário que resultou no surgimento da autarquia. “O Sistema Nacional do Meio Ambiente foi criado sem um órgão executor, que é o Ibama. O candidato não deve estudar a lei crua, mas o contexto histórico.”

Questões específicas
Apesar de ser graduada em biologia, Roxanne Cassiana Silva, 23 anos, vai tentar o cargo de técnico administrativo porque acredita que assim terá mais chances de aprovação. Ela também está de olho no próximo concurso que o órgão deve lançar, para analista ambiental (leia Para saber mais). “Pretendo fazer esses concursos porque são na minha área, já conheço as matérias”, justifica. A parte de legislação ambiental, portanto, não deve ser um problema para Roxanne. O que a preocupa são os conteúdos de arquivologia e noções de administração, orçamento, finanças e contabilidade pública. “Como nunca estudei para outro certame antes, não vi nada sobre esses assuntos. Por isso, vai ser mais complicado”, lamenta.

O professor de administração financeira e orçamentária do Pró-cursos, Antônio Carlos d’Ávila, aconselha os candidatos a não tentarem assimilar o conteúdo dessa disciplina de uma só vez. O ideal, segundo ele, é começar com exercícios e aprender aos poucos. “No caso específico do Ibama, é preciso saber que, ao contrário do que muitos pensam, a exigência na matéria orçamento costuma ser maior do que em concursos como o do Tribunal de Contas da União, por exemplo”, compara. O especialista aconselha a leitura do Decreto 93.872/1986, das Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2012 e 2013, e do Plano Plurianual. No que diz respeito a esse último, d’Ávila destaca os programas 2018, 2036, 2045 e 2052, que versam, respectivamente, sobre biodiversidade, florestas, prevenção e controle de desmatamentos e incêndios, licenciamento e qualidade ambiental, pesca e aquicultura.

Para saber mais


Mais vagas nacionais
Além do concurso para técnico administrativo, foi autorizada ao Ibama a realização de um certame com abrangência nacional, que oferecerá 108 vagas de nível superior para o cargo de analista ambiental. O prazo para publicação do edital vai até 30 de outubro. O pedido para um terceiro concurso tramita no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPGO), com solicitação de 74 vagas para analista administrativo, com requisito de curso superior completo.

O que diz o edital

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais
» Cargo: técnico administrativo
» Vagas: 300
» Remuneração: R$ 2.580,72
» Taxas: R$ 55
» Inscrições: de 24 de agosto a 13 de setembro
» Provas objetivas: 21 de outubro
» Edital: www.cespe.unb.br/ concursos/IBAMA_12/

Tags:

publicidade

publicidade