SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Carreira inédita

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão oferece 825 vagas para o cargo de analista técnico de políticas sociais. A nova função será instituída em vários órgãos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/09/2012 10:00 / atualizado em 03/09/2012 10:02

Carol Matias
Apesar de ser organizado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), o concurso que abre as inscrições amanhã não tem como objetivo o provimento de vagas nesse órgão. O cargo de analista técnico de políticas sociais, que exige nível superior, foi criado para suprir a demanda de profissionais em outros setores do Executivo Federal. É a chamada carreira transversal, ou seja, em vez de ser lotado na instituição para a qual prestou a prova, o servidor trabalha em outro lugar. Conforme a portaria que autorizou o certame, se aprovados, os candidatos podem ser alojados pelo MPOG em diferentes locais (Veja Distribuição). O direcionamento dependerá da área temática escolhida no ato da inscrição: assistência social, educação, gestão, previdência e saúde.

A princípio, o conteúdo do concurso pode assustar, pois cada opção cobra conhecimentos específicos. A parte básica, no entanto, não deve ser muito diferente de outros certames, a despeito da nomenclatura diversa de algumas disciplinas. Direito público, por exemplo, nada mais é do que a junção dos ramos constitucional e administrativo. O professor da Faculdade Processus Álvaro Osório Simeão explica que, ao usar essa terminologia, a banca provavelmente vai elaborar uma prova menos complexa. “Quando eles cobram assim, costumam aprofundar pouco. O candidato deve se guiar por um manual mais genérico e se ater à enumeração de tópicos do edital”, aconselha.

Já a matéria realidade brasileira está estritamente vinculada à economia contemporânea, embora ambas estejam separadas no edital. O professor de atualidades do Gran Cursos Jefferson Urani diz que não há como estudar uma sem compreender a outra. A dica de Urani é conhecer a história brasileira, com destaque especial à questão agrária e o contexto do país em acontecimentos mundiais como a crise financeira. “O aluno precisa de uma base histórica e também de conhecimentos atuais”, resume.

Concorrência acirrada
A bacharela em ciências sociais Tatiana Neves, 23 anos, impressionou-se com a quantidade de disciplinas desconhecidas. “Achei que o edital abrange muitas matérias, que não costumam cair nos concursos tradicionais”, diz. Ela estuda para vários certames e se encantou com a possibilidade de atuar em sua própria área. O fato de se tratar de uma carreira nova não a assustou. “Fica mais difícil, por não ter parâmetro para comparar”, assume, “mas acho bom porque são atividades voltadas para o que eu já conheço.”

Para quem também se interessa por questões humanitárias, o assunto gestão de pessoas pode ser fácil de estudar. A professora da Vestconcursos Kátia Lima garante: é a nova tendência em seleções. Nesse, não podia ser diferente. “Faz parte da iniciativa do Executivo de modernizar e olhar as pessoas como essenciais para o objetivo final do serviço público”, garante. Ela explica que é importante focar em gestão estratégica e de desempenho, ler autores consagrados na área, como Idalberto Chiavenato, e conhecer mais a respeito da Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

Distribuição
Relação de órgãos e vagas disponíveis
» Secretaria dos Direitos Humanos (10)
» Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (15)
» Secretaria de Políticas para as Mulheres (15)
» Ministério da Educação (30)
» Ministério da Previdência Social (20)
» Ministério da Justiça (5)
» Ministério das Cidades (10)
» Ministério do Desenvolvimento Agrário (10)
» Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (84)
» Ministério do Trabalho e Emprego (10)
» Ministério da Saúde (500)
» Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (11 6)

O que diz o edital
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
Cargo: analista técnico de políticas sociais
Vagas: 825
Remuneração: R$ 5.466,53
Taxa: R$ 100
Inscrições: de 3 a 16 de setembro
Provas objetivas: não divulgado
Edital: www.esaf.fazenda.gov.br/concursos/concursos_selecoes/ATPS-2012/ATPS_2012_home.html
Tags:

publicidade

publicidade