SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mais chance de aprovação

Dominar o conteúdo básico de matemática e de português é uma das principais dificuldades dos concurseiros, mas pode garantir a vaga na seleção da Caesb

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/09/2012 08:00 / atualizado em 23/09/2012 17:02

Bruno Peres
Apesar de o concurso da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) trazer 56 vagas no edital, as possibilidades de contratação pelo órgão são ainda maiores. Está prevista a formação de cadastro de reserva e os certames passados mostram que as convocações posteriores são possíveis. Segundo a Coordenadoria de Captação e Avaliação de Pessoas da instituição, durante a validade do concurso realizado em 2009 — que se encerrou em março deste ano — foram contratados 368 novos empregados, número superior ao total de vagas dispostas no edital, que eram 49.

As oportunidades da seleção atual contemplam candidatos com formações de nível médio, médio técnico e superior. O cargo com o maior número de vagas oferecidas (15) é o de agente de suporte ao negócio, que exige nível médio completo. A ocupação se desdobra em duas áreas: suporte administrativo e auxiliar de enfermagem do trabalho.

Morador de Planaltina de Goiás, Joelmir dos Santos Silva, 22 anos, é candidato a uma das vagas da área administrativa. Ele aguardava, ansioso, o lançamento do edital do certame, para o qual se prepara há um ano e meio. “Esse é um concurso em que os moradores do Distrito Federal têm mais chances”, diz. A motivação do jovem para conquistar uma das vagas está nos salários. “A remuneração é boa e me permitiria custear uma formação de nível superior.” Para Joelmir, que estuda seis horas por dia, a principal dificuldade está nas matérias da parte de exatas.

A disciplina de matemática não é uma barreira apenas para Joelmir. Ao lado da língua portuguesa, a matéria lidera o ranking das grandes dificuldades dos concurseiros. É o que revela o professor Luciano Mello, especialista em preparação para provas. “São matérias de base que podem atrapalhar o desempenho dos candidatos, pois são obstáculos que não são facilmente ultrapassados.” Ele diz que é preciso ter foco para dominar conteúdos mais simples, como noções de conceitos básicos da matemática e, no caso da língua portuguesa, a acentuação gráfica. No certame da Caesb, ambos os conteúdos estarão presentes nas provas para todos os cargos.

Para o professor de matemática Antônio Geraldo, a matéria nessa área do conhecimento é abrangente — vai de raciocínio lógico a tratamento da informação — e merece atenção por completo, pois ainda não se sabe quais são as tendências da banca. “A organizadora do exame (Concursos Faperp) ainda é desconhecida do público brasiliense e não se sabe quais conteúdos ela prioriza”, afirma. Ele recomenda que os aspirantes resolvam questões elaboradas por outras instituições. Geraldo aconselha também o estudo de questões cobradas no vestibular da Universidade de Brasília (UnB).

Novas regras
No conteúdo de língua portuguesa, o professor Daniel Lima destaca a ortografia oficial. “Sempre há muita dúvida sobre a cobrança ou não das novas regras de ortografia, e elas podem, sim, ser tema de questões”, explica. Para Lima, por mais que as duas possibilidades ortográficas ainda sejam aceitas, os examinadores podem perguntar especificamente sobre o novo acordo ortográfico. O professor recomenda ainda atenção à concordância verbal e nominal e à acentuação, temas que costumam figurar nas provas de gramática.

Outra disciplina comum a todos os cargos é noção de informática. De acordo com Luiz Gustavo Silva Pinto, que ministra a disciplina em cursos preparatórios, as questões do assunto às vezes funcionam como um parâmetro do nível do concurso. “Quando a parte de informática é mais simples, outras matérias costumam ser cobradas com mais rigor”, diz. Ele sugere aos candidatos que deem atenção especial aos tópicos relativos a internet, armazenamento em nuvem e utilização de redes sociais. O professor diz que o domínio das suítes de escritório — como os pacotes Office e OpenOffice — é fundamental.

Para quem vai concorrer a um dos cargos de nível médio técnico ou superior, é preciso dedicação também às noções da Lei nº 8.666, que dispõe sobre licitações e contratos públicos. Para o professor Franklin Andrejanini, é imprescindível que os candidatos saibam a diferença entre os artigos 17, 24 e 25. “Nesse assunto, deve-se distinguir os conceitos de inexigibilidade, dispensável e dispensa, e saber detalhadamente os casos de dispensa e inexigibilidade.” Outra dica do especialista é fazer um resumo contendo a diferença entre um contrato público e um privado.

Reforma
As regras de ortografia foram estabelecidas pelo Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa e estão em vigor desde 2009, mas só a partir do ano que vem elas serão obrigatórias.


O que diz o edital

Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal
Cargos: agente de operação de sistemas de saneamento, agente
de suporte ao negócio, técnico em sistemas de saneamento, técnico
de suporte ao negócio, analista de sistemas de saneamento e analista
de suporte ao negócio
Vagas: 56 e cadastro de reserva
Remuneração: de R$ 1.780,26 a
R$ 6.931,02
Taxas: de R$ 23,50 a R$ 59
Inscrições: até 4 de outubro pelo site www.concursosfaperp.com.br
Provas objetivas: previstas para
25 de novembro
Tags:

publicidade

publicidade