SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Brincadeira ou carreira?

Área de programação de Jogos entusiasma e se torna rentável e promissora

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/01/2013 16:10 / atualizado em 24/01/2013 16:27

Por Solange Oliveira*

Seu filho não sai da frente do computador, e você se preocupa com essa fixação dele por jogos? Saiba que isso pode se tornar uma profissão muito desafiante e lucrativa.

Com faturamento na faixa de R$ 1,7 bilhão e crescimento médio anual em torno dos 7%, o mercado brasileiro de jogos eletrônicos desponta como um dos mais importantes do mundo.

Aquecido e com a projeção de se tornar o terceiro maior do mundo nos próximos anos, atrás apenas de Estados Unidos e Japão, o segmento tem grande oferta de vagas de designers e programadores, para trabalhar, sobretudo, no desenvolvimento de jogos destinados a redes sociais e plataformas móveis (smartphones e tablets).

A lucratividade da área tem chamado atenção e, por isso, o game deixou de ser tratado como entretenimento infantil, e hoje já é considerado como a maior manifestação de arte digital, possuindo um faturamento maior que a mega indústria do cinema.

Essa realidade esquentou muito o mercado, bons desenvolvedores são raros e geralmente são disputados por grandes empresas. Isso se traduz em um salário atraente para um profissional da área.

*Solange Oliveira, Vice Presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm)
Tags:

publicidade

publicidade