SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Líder do PT diz que médicos brasileiros recusaram salários de R$ 15 mil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/09/2013 15:52 / atualizado em 04/09/2013 16:27

Agência Câmara

O líder do PT, deputado José Guimarães (CE), afirmou há pouco, em defesa do Programa Mais Médicos, que os profissionais brasileiros não têm interesse em trabalhar longe de grandes centros urbanos. “Ouço de prefeitos que já foram ofertados R$ 10 mil, R$ 15 mil e, mesmo assim, não há o interesse dos profissionais”, destacou. “E o objetivo do Mais Médicos é levar médicos para as regiões periféricas e para o interior”, disse.

Para Guimarães, em razão da enorme carência de profissionais em diversas localidades do interior do Brasil, os médicos brasileiros “não podem ficar com o monopólio” da atividade no País. “A moradora de Ema, lá no Ceará, não quer saber de onde é o médico”, completou.

Na opinião do deputado, o programa Mais Médicos foi a segunda revolução do País na área da Saúde, após a criação do Sistema Único de Saúde (SUS). Ele participa neste momento de comissão geral na Câmara sobre a medida provisória que criou o programa (MP 621/13).
Tags:

publicidade

publicidade