SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Exagero sem economia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/03/2014 12:49 / atualizado em 10/03/2014 12:50

Gustavo Moreno
O universo de mulheres que não pensam duas vezes em comprar um novo batom, mesmo que apenas para guardar, não é pequeno. A empresária Marcela Gonçalves da Silva Alves, 32 anos, é jovem, bonita e não abre mão de um produto ou outro para ficar ainda mais bela. Entre itens de maquiagem, esmaltes e cremes para o cabelo, ela gasta, em média,
R$ 100 por mês. Apesar dos custos, já tem quantidade suficiente para usar por um ano, sem renovar o estoque. Os mimos podem ser caros ou baratos, só não podem faltar. “Tem mês que compro 10 esmaltes de R$ 1; no outro, só um de R$ 38. Batom, por exemplo, são 15 unidades só na bolsa que levo comigo. Nem uso tudo, mas tem que estar lá”, brinca. A auxiliar administrativo Sheila da Silva Neris, 39 anos, não nega. Compra e não usa. Às vezes, as cores dos batons são, inclusive, praticamente as mesmas. “Quanto mais novidade, mais a gente quer. É para ter mesmo”, confessou.

Cézar Antonino, 58 anos, tem quatro lojas da Crecol em Brasília, com produtos apenas para os cabelos: duas na Asa Norte e duas na Asa Sul. Já está há 30 anos no mercado. O investimento mensal do empresário é de R$ 30 mil a R$ 50 mil, somente em novidades. “Toda tendência mundial acaba caindo aqui. Pela experiência que tenho no mercado, eu invisto sem medo. Não tenho prejuízo”, diz.

Em lojas como a de Cézar, a publicitária Patrícia de Paula Gomes, 30 anos, não economiza. Dona de cabelos cacheados, ela garante que não abre mão de um produto específico, que seja bom e controle os fios, independentemente do preço. “O mercado ficou melhor. Até porque, antes, eu tinha que pedir para trazer de fora. De um tempo pra cá, eu já encontro em muitos lugares aqui”, contou Patrícia. (CC)
Tags:

publicidade

publicidade