SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Médicos do programa precisam estudar português instrumental, diz ministro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/03/2014 16:37

Agência Câmara

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, reafirmou, há pouco, a urgência para a contratação de médicos estrangeiros para participar do programa Mais Médicos. Ele lembrou que, antes de recorrer aos profissionais formados no exterior, as vagas foram oferecidas aos profissionais que estudaram no Brasil.

Chioro explicou que o Mais Médicos colabora para a reforma do sistema de aprendizado da medicina do País como um todo. “A integração ensino-serviço estabelece que o aprendiz deve se vincular a uma realidade sanitária”, citou como exemplo.

Assista ao vivo.

Quanto aos estrangeiros, entre as matérias que os médicos do programa são obrigados a cursar, ele citou a língua portuguesa, política de saúde no Brasil, organização do sistema de saúde e da atenção à saúde, vigilância de saúde e doenças mais comuns em cada região do País. “Não estamos ensinando português, mas o português instrumental para a área, como um brasileiro que vai estudar no exterior precisa saber um inglês instrumental”, comparou.

O ministro participa de audiência da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle para falar sobre o regime de contratação dos médicos cubanos pelo governo brasileiro no programa Mais Médicos.

A audiência prossegue no plenário 9.
Tags:

publicidade

publicidade