SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Chioro defende legalidade e regularidade na contratação de médicos cubanos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/03/2014 16:40

Agência Câmara

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, defendeu, há pouco, o regime de contratação dos profissionais cubanos que participam do programa Mais Médicos. “Os funcionários públicos do Estado cubano são pagos diretamente pelo governo deles. É assim em qualquer País e esta contratação, via Opas [Organização Pan-Americana da Saúde], é perfeitamente legal com base em leis aprovadas pelo Congresso Nacional”, disse.

O ministro lembrou também que as vagas ocupadas por esses profissionais foram oferecidas antes a outros profissionais. “Os 11.361 médicos cubanos foram para os mais de 3 mil municípios para onde nem os profissionais brasileiros, nem os médicos dos demais países tiveram interesse de ir”, afirmou.

Segundo Chioro, mais de 700 municípios não tinham nenhum médico antes do início do programa. “O Mais Médicos democratiza a distribuição da saúde”, comentou.

O ministro garantiu ainda que as dúvidas sobre a capacitação dos médicos cubanos caíram por terra depois que eles entraram em serviço.

O ministro participa de audiência da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle para falar sobre o regime de contratação dos médicos cubanos pelo governo brasileiro no programa Mais Médicos.

A audiência prossegue no plenário 9.

Assista ao vivo.
Tags:

publicidade

publicidade