SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Tecnologia e mobilidade juntas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/04/2014 17:30

Laisa Queiroz /

Antonio Cunha/CB/D.A Press
N
os dias 25 e 26, a capital sediou a segunda edição do Brazilian Applications Seminar (Brapps), maior evento de conteúdos móveis da América Latina. Foram reunidas 68 startups (pequenas empresas de tecnologia) de 19 unidades da Federação, sendo 18 delas brasilienses. Na programação, estavam incluídos feira de exposições, hackaton — espécie de maratona de programação — e a presença de palestrantes que re-presentaram gigantes mundiais.
Ontem, uma das palestras foi proferida por Roberto Braga, diretor de inovação de uma empresa de engenharia de redes. Ele tratou de segurança e mobilidade e disse que as pessoas ainda não são muito cuidadosas com dados que trocam via celulares.“Os usuários não têm com os martphone a mesma preocupação que têm com o computador”, afirmou. Ele ressaltou os aplicativos maliciosas que estão disponíveis para download e podem usar a conta de quem baixou para roubar informações do aparelho e até cometer crimes virtuais.“A minha dica é que todos tenham um antivírus no celular.”Essa preocupação também se estende aos desenvolvedores que repassamos conteúdos.O programador Julio Protzec, 32 anos, da startup brasiliense Startaê, tem sempre esse cuidado.“Usamos os softwares open source (código aberto) que estão mais atualizados, pois são mais estáveis e segu-
ros”,defende.
Durante o evento, os participantes, incluindo o público geral,puderam adquirir moedas próprias, chamadas moneybrapps, e investir nas startups. As que obtiveram mais recursos foram avaliadas pelo júri e uma delas levou o prêmio da noite de ontem, no valor de R$ 20 mil mais uma viagem para o Vale do Silício.
O organizador da ação,Leopoldo Gomes, comemorou o sucesso do Brapps e disse que o movimento foi maior que o esperado.“Várias startups conseguiram fechar negócios e arranjar investidores, o que é uma grande vantagem, especialmente para os brasilienses,que nem sempre podem comparecer aos eventos de São Paulo.”Para 2015, apesar de ainda não ter data definida, o evento já conta com alguns patrocínios, devido à
boa repercussão neste ano.
 O Correio apoiou a iniciativa e montou um estande no qual os visitantes puderam recarregar celulares e notebooks, além de poder tomar um açaí.

Necessidade de mais investimento

O mercado de startups está em alta e cheio de boas ideias, mas um problema persiste para a maioria dos desenvolvedores: a falta de recursos financeiros. Esse tema foi discutido na sexta-feira por Alexandre do Vale, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil). “Nós mostramos algumas tendências do mercado internacional hoje e foram colocadas as dificuldades enfrentadas, formas de tornar o negócio atraente e como o investidor estrangeiro vê o Brasil”, afirmou. Para ele, é importante que os investidores brasileiros abram os olhos para as startups, como fazem os estrangeiros “Um evento como esse é ideal para colocar startups e investidores em contato.”
Tags:

publicidade

publicidade