SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

CONGRESSO »

A voz das empreendedoras

Mulheres se arriscam cada vez mais em projetos pessoais. Evento de empreendedorismo feminino gratuito e on-line começa amanhã para falar sobre o tema

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/08/2014 12:11 / atualizado em 03/08/2014 12:20

Abrir mão da estabilidade do emprego público ou do sucesso da carreira no setor privado para colocar ideias em prática e abrir um empreendimento é uma decisão que requer coragem. A primeira edição do Congresso Nacional de Empreendedorismo Feminino (Conaefe) pretende ajudar e orientar mulheres nessa situação. Série de palestras on-line começa amanhã e continua até 9 de agosto, de forma gratuita pela internet.

Em seis dias de evento, 36 oradoras vão dar orientações de como treinar o comportamento empreendedor, ensinar modelos de planejamento de negócio e, ao relatar as próprias histórias de sucesso, levar inspiração às participantes. “O perfil da empreendedora é a mulher que acredita ser possível viver daquilo que faz melhor. Quando empreende faz isso por amor, por acreditar no projeto, e, assim, se dedica com mais afinco que o homem”, afirma Carolina Rezende, idealizadora do site Mulher de Negócio e organizadora do congresso.

“Quando decidi empreender, não encontrava um lugar comum em que pudesse compartilhar minhas dúvidas e dificuldades com outras mulheres que desejavam abrir o próprio negócio”, diz. “Nossa expectativa é de que, ao fim do congresso, as participantes estejam aptas a colocar em prática as lições aprendidas.”

Conquista
Estudo, do Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostra que elas estão abrindo mais negócios: 52% dos empreendedores com menos de três anos e meio de atividade — são do sexo feminino.

Juntas, microempreendedoras e trabalhadoras por conta própria somam mais de 6,9 milhões de mulheres (veja quadro), de acordo com pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Giovanna Baccarin, organizadora do Congresso Nacional da Mulher Empreendedora (Conamemp), que ocorreu em março pela internet, acredita que todas as pessoas têm um pouco de espírito empreendedor. “Congressos on-line e gratuitos atingem pessoas que estão longe dos grandes centros. A força disso é a informação disseminada”, afirma Giovanna, que vai palestrar no Conaefe.

Três perguntas para

 

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press ) 
 

Cristiana Rech, sócia-diretora da Duohaus, clínica de estética fundada em 2010 em Brasília
Qual a importância de despertar nas mulheres o empreendedorismo?

Hoje, homens e mulheres são criados para serem funcionários públicos e terem estabilidade. Isso é limitar até onde a pessoa pode chegar. Queremos dar às mulheres a perspectiva de que podem estar à frente de coisas grandes. É possível se capacitar para ser empreendedor.

Sua palestra é uma referência ao livro A estratégia do oceano azul, de W. Chan Kim e Renée Mauborgne (Editora Campus-Elsevier, 258 páginas, R$ 82,90). Qual o conceito presente na obra?
A estratégia é criar um novo modelo de negócios para algo existente no mercado. O produto não é necessariamente diferente do oferecido pelos concorrentes, mas a forma como é conduzido agrega valor ao negócio. Quem inova tem grande possibilidade de ser percebido como diferente. Então, você nada no oceano azul, enquanto a concorrência sangra no oceano vermelho.

Como a mulher empreendedora pode criar esse oceano?

É preciso se conhecer como profissional e como ser humano. A essência dela tem de estar impregnada no negócio. Ela também deve estar aberta a ideias da equipe.


Não perca
O Conaefe ocorre entre 4 e 9 de agosto e é voltado para o público feminino, mas homens também podem participar. Inscrições podem ser feitas ao longo do evento. Trinta minutos antes de cada palestra, donos dos e-mails cadastrados receberão um link para a exibição. Inscrições gratuitas pelo site www.conaefe.com.br.

 

 

Tags:

publicidade

publicidade