SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

COMPORTAMENTO »

Vontade é tudo

Mais importantes que talento e genialidade são a determinação e o desejo de chegar lá. Em livro, psicóloga e motivadora norte-americana revela fatores comportamentais para o sucesso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/11/2014 10:46

Para o designer Aciole Félix, criatividade e networking trazem sucesso  (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press ) 
Para o designer Aciole Félix, criatividade e networking trazem sucesso


Competitividade nem sempre é o elemento-chave para alcançar o sucesso. Especialistas apontam que atitudes básicas como ter foco, força de vontade e determinação fazem a diferença para profissionais que almejam êxito na carreira. Esse é o tema abordado pela escritora, psicóloga-social e pesquisadora da área de motivação Heidi Grant Halvorson em 9 atitudes das pessoas bem-sucedidas. Segundo Grant, o sucesso está relacionado a estabelecer metas e alcançá-las por meio das estratégias adequadas. “Não existe nenhuma força mística que vai simplesmente fazer as coisas acontecerem; o melhor caminho para alcançar o que se espera é por meio do trabalho contínuo, com garra, a fim de concretizar esse objetivo.”

Definir metas, identificar prioridades e trabalhar estrategicamente, visando o aperfeiçoamento, são práticas que o professor doutor em psicologia André Luiz Ferreira Moniz adota em prol daprópria realização.  “É preciso identificar a importância de cada objetivo como uma pirâmide, onde você é o núcleo. Para equilibrar tudo, qualidades como disciplina e perseverança são requisitos básicos”, diz.

Força de vontade, interesse naquilo que se propõe a fazer, dinamismo e objetividade são indiscutivelmente qualidades de pessoas bem-sucedidas, segundo a gerente de recursos humanos Raquel do Vale. Para ela, o segredo do sucesso está no autoconhecimento. “Às vezes, temos características que são notadas apenas por outras pessoas. No caso de atributos negativos, vale decidir se eles são contraprodutivos ou não. Ter consciência e saber o que causa essas atitudes é o primeiro passo para o autoconhecimento e, consequentemente, para o aperfeiçoamento profissional, acadêmico ou social.”

Porém, José Leon Crochik, professor titular do instituto de psicologia da Universidade de São Paulo (IP/USP), afirma que muitas pessoas pecam ao atribuir trunfos e falhas a alguma habilidade inata. “Em primeiro lugar, há pouquíssima evidência para apoiar a ideia de que alguém nasce com habilidades especiais”, diz. “Pais inteligentes, muitas vezes, têm crianças inteligentes porque dão aos seus filhos mais do que seus cromossomos. Eles os oferecem mais e melhores oportunidades de aprendizado, e reforçam o valor da educação e da realização”, conclui Crochik.

Assumindo riscos
Para alcançar bons resultados, o designer Aciole Felix acredita que ter assumido riscos foi fundamental para que pudesse prosperar. “Fui para a Itália para cursar mestrado e pretendia seguir carreira por lá, mas, devido à crise que o país vivia na época, voltei para o Brasil. Foi quando resolvi que montaria uma empresa. No início, a gente nunca sabe o que pode ou não dar certo. Nesse sentido, ter garra, atitude e força de vontade ajuda”, observa o dono da Startto Design.

Segundo a coach Valéria Cerqueira, o fator do risco é uma faca de dois gumes, que pode trazer tanto sucesso quanto fracasso. Para ela, a carta na manga para evitar resultados indesejados a longo prazo é contar com um bom plano de contingência. “É preciso ter ideia da relevância dos riscos que você assume, em detrimento dos benefícios que você tem ou pode vir a ter nessa posição.” Ela ressalta que não adianta pensar só nas metas. “Focar-se apenas nos seus objetivos e se esquecer de que, em um ambiente coorporativo ou social, fazemos parte de um coletivo seria uma tolice”, alerta. “Ser prestativo e demonstrar eficácia na realização de atividades é a chave que pode abrir muitas portas para o sucesso de um profissional.”

Três perguntas para
De onde surgiu a ideia de determinar nove princípios básicos para o sucesso?

Tudo surgiu com uma pesquisa acadêmica sobre as razões pelas quais algumas pessoas conseguem estabelecer metas e alcançá-las, enquanto outras, não. Nos países ocidentais, as capacidades cognitivas são vistas como determinadoras de sucesso, o que é um equívoco.

Então, o que seria um fator determinante para o sucesso?
O sucesso está mais relacionado com estabelecer metas e alcançá-las por meio das estratégias adequadas. Muitas pessoas bem-sucedidas descobrem esses segredos conforme avançam em suas carreiras. Eu pensei que seria ótimo tornar esse conhecimento público, por isso, fiz o livro.

Qual a importância da garra?

Quando as coisas se tornam difíceis, você sabe que é essa a hora de começar a desenvolver garra. Descobri que as pessoas que não têm garra tendem a acreditar que as habilidades são fixas e se devem a um DNA privilegiado, e quando se deparam com dificuldades, simplesmente concluem que não são boas o suficiente e desistem.

Estratégias
1. Seja específico
2. Aproveite o momento para definir seus objetivos
3. Saiba exatamente o quanto ainda falta para atingir sua meta
4. Seja um otimista realista
5. Concentre-se em progredir em vez de ser bom naquilo que faz
6. Tenha garra
7. Exercite sua força de vontade
8. Não abuse da sorte
9. Foque aquilo que você vai fazer, não aquilo que não vai fazer

Leia

 (Editora Sextante/Reprodução) 

9 atitudes das pessoas bem-sucedidas
Autora: Heidi Grant Halvorson
Editora Sextante
92 páginas
R$19,90
Tags:

publicidade

publicidade