EVENTO »

Gestão de pessoas em pauta

Em dois dias, encontro reúne 500 profissionais da área de recursos humanos para discutir inovação, engajamento e criatividade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/11/2014 10:07 / atualizado em 17/11/2014 09:12

Juliana Espanhol

Congresso agrupou estandes de diversas empresas no Parlamundi da Legião da Boa Vontade (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press) 
Congresso agrupou estandes de diversas empresas no Parlamundi da Legião da Boa Vontade

As organizações são cada vez mais exigidas quanto à competitividade. Por isso, há necessidade de ter colaboradores criativos e bem entrosados para obter mais resultados 
As organizações são cada vez mais exigidas quanto à competitividade. Por isso, há necessidade de ter colaboradores criativos e bem entrosados para obter mais resultados" Hélio Vasconcelos, presidente da ABRH-DF


Uma chance para conhecer e discutir as últimas tendências na gestão de pessoas com palestrantes e expositores de todo o país. Assim foi o 24º EncontraRH, congresso regional realizado nas últimas quarta e quinta-feira (12 e 13) em Brasília, no Parlamundi da Legião da Boa Vontade (LBV). Com o tema Inovação, engajamento e produtividade: desafios na gestão de pessoas, a edição desde ano reuniu cerca de 500 profissionais do setor de recursos humanos.
“É importante conhecer as políticas de RH de outras empresas para integrar com nossas próprias políticas”, diz a chefe de Recrutamento e Seleção do Sesc-DF Daiana Vasconcelos, 32 anos. A coordenadora de Gestão de Pessoas do Sesc-DF, Carolina Sampaio, 38, aprova o tema do evento deste ano. “Quanto mais engajado está o colaborador, maior é a produtividade, então é importante buscar as tendências para melhorar esses aspectos”, avalia. A chefe de gabinete Claúdia Mineu, 42, participou de outras edições e elogia o evento. “Percebi crescimento tanto na organização quanto nos palestrantes. Vim para assistir a todas as palestras e acho fundamental discutir esses temas porque, se o funcionário não está motivado, não há produtividade e sem inovação não tem como acompanhar o que está acontecendo no mercado ”, diz.
O EncontraRH é organizado pela seccional do Distrito Federal da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-DF). O presidente da associação, Hélio Vasconcelos, ressalta a importância do tema desta edição. “Há cada vez mais exigência quanto à competitividade das organizações. Por isso, é necessário ter colaboradores criativos e bem entrosados para obter mais resultados. Em cima de cada um dos eixos — inovação, engajamento e criatividade —, buscamos palestrantes que trouxessem o que há de mais atual”, explica. “Brasília é uma cidade onde há predominância de órgãos públicos, mas há também um empresariado que está crescendo. Por isso, é preciso promover discussões sobre temas que saiam da mesmice no RH”, disse Vasconcelos.
O coach de executivos Wanderlei Passarela foi um dos palestrantes desta edição. O tema de sua apresentação foi As sete atitudes para o desenvolvimento profissional. “O primeiro ponto é encontrar sentido em experiências profissionais diárias e, a partir daí, desenvolver atitudes de autoconhecimento para encontrar a motivação”, afirma. “A nossa visão é a de que cada um é responsável pela própria motivação. Vemos o gestor como um facilitador. Há ainda uma grande falácia no mundo corporativo que defende que o líder é alguém que implantará uma ferramenta para que todos trabalhem em conjunto pelo mesmo objetivo”, afirma. Vindo do Rio de Janeiro, está é a primeira vez que Passarela participa do encontro regional do Centro-Oeste. “É um pouco difícil se autoavaliar, mas acho que a recepção do público foi positiva, e as perguntas foram bastante pertinentes”, opina. Participaram do evento nomes como Rogério Leme, diretor de Desenvolvimento Organizacional da ABRH-Nacional, Wagner Brunini, diretor de Planejamento da ABRH-Nacional, e Lívia Barbosa, consultora independente em antropologia empresarial e consumo. Entre os expositores presentes no evento, havia instituições de ensino, escolas de idiomas e empresas de consultoria de RH.

Prêmio

Além das palestras e da visitação a estandes, o evento contou também com uma premiação para iniciativas eficientes em gestão de pessoas. Neste ano, o grande vencedor do prêmio Ser Humano foi o laboratório Sabin. Com o trabalho Integrando equipes para formar equipes de alto desempenho, a companhia teve crescimento de 43% em sua força de trabalho. A ação incluiu dinâmicas em datas comemorativas. “Em dias como a Páscoa, fizemos dinâmicas para diminuir conflitos e melhorar as relações pessoais. Já no Dia do Trabalho, falamos sobre os objetivos e sonhos de cada um. No Dia dos Namorados, o foco não foi a relação romântica, mas a declaração de amor à vida”, explica Marly Vidal, diretora-administrativa e de Pessoas do laboratório.
O segundo eixo da iniciativa do Sabin se chama Líder conectado, que faz com que os gestores ouçam os subordinados. “Acreditamos que o papel da liderança é importante na integração da equipe. A intenção é criar um sentimento de família entre os colaboradores, inspirá-los a buscar seus sonhos e fazer com que essas pessoas pensem sobre quais são seus objetivos no trabalho e qual legado gostariam de deixar”, resume Marly.
Tags: