SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

PERFIS DE SUCESSO//FRANCISCO DE SOUSA LEITE E ZéLIA DE AZEVEDO LEITE »

Pioneiros do Taguacenter

A primeira loja do movimentado centro comercial, o Armarinho Novidades, recebe 1,2 mil clientes por dia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/12/2014 10:58

Ana Paula Lisboa

Francisco e Zélia (ao centro) e as filhas Mariza e Luciana (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press ) 
Francisco e Zélia (ao centro) e as filhas Mariza e Luciana


A primeira loja do Taguacenter é comandada pelo piauiense Francisco de Sousa Leite, 68 anos, pela potiguar Zélia de Azevedo Leite, 60, com as filhas Mariza de Azevedo Leite, 40, e Luciana de Azevedo Leite, 28. O Armarinho Novidades foi criado há 31 anos num espaço de 50m². O movimento e o sucesso da empresa cresceram com as instalações físicas: hoje, os cerca de 1,2 mil clientes diários encontram linhas, tecidos, lembrancinhas, tintas, fitas e outros artigos para artesanato num espaço de 600m². “Nós vimos o Taguacenter crescer. O início foi complicado, pois não havia movimento, mas sempre foi prazeroso: o que gostamos é de atender”, conta Zélia. “Isso aqui era vazio, hoje é a 25 de março do DF”, observa Francisco, conhecido como França.

Antes de montar o estabelecimento, que é referência em materiais para artesanato, o casal manteve uma mercearia de alimentos por 6 anos, e Zélia tinha trabalhado num armarinho. “Depois que fechamos o mercado, tive a ideia de montar um armarinho porque eu já entendia do ramo. Foi difícil ter o capital para começar, mas ficou mais fácil por eu entender do ramo”, explica a dedicada empresária. A perseverança foi a arma para começar e para fazer o negócio dar certo. “No começo, faltavam experiência e capital. Foi muito difícil. Eu ia para São Paulo uma vez por semana comprar produtos. Trazia tudo o que podia carregar. Era cansativo viajar de madrugada e no outro dia voltar para vender, mas fomos crescendo aos poucos”, conta França.

Os quatro filhos do casal cresceram entre os balcões. “Nós nascemos e crescemos aqui. Ainda bebês, ficávamos dormindo entre os tecidos. Isso aqui era a nossa casa: depois da escola, ficávamos aqui até a loja fechar. Desde cedo aprendemos a trabalhar como nossos pais e a gostar disso”, lembra Luciana. A família fundou ainda a construtura Capacitar há 6 anos. Os filhos que não trabalham mais no Novidades, hoje têm negócios próprios no Taguacenter. O casal tem cinco netos que volta e meia estão na loja acompanhando o trabalho dos pais e dos avós.

Receita
A variedade, segundo os proprietários, é um dos segredos para o sucesso. “Temos 35 mil itens de produtos”, orgulha-se França. Para deixar o estoque sempre renovado, a família frequenta os mais variados eventos. “Pesquisamos em feiras de todo o Brasil e até da Europa e dos Estados Unidos para sempre trazer o que há de novo na área”, acrescenta Zélia. Os produtos com maior saída são os próprios para fazer lembrancinhas para festas, como aniversário e casamento. Os produtos da loja também se baseiam em datas comemorativas, especialmente Natal, carnaval e festas juninas.

“Apesar de a variedade ser importante, afinal somos focados em novidades, sem um bom atendimento você não faz nada. É isso que faz com que clientes que já não moram mais aqui peçam encomendas nossas para os Estados Unidos e para o Brasil todo”, diz França. “É preciso gostar muito do cliente”, define Zélia. Se os donos gostam da clientela, a recíproca também é verdadeira, como explica Mariza. “Os clientes são amigos: procuram o armarinho da Zélia e do França, em vez do Armarinho Novidades.”

“Com meus pais, aprendi a tocar o negócio sem ser focada só em dinheiro. Minha mãe pensa em como um artigo vai ser usado na casa de uma pessoa. Eles pensam nas famílias que vão beneficiar, por meio da venda do artesanato. Ficamos felizes de ver o cliente nos agradecer, é muito gratificante. Ela olha e pensa ‘como isso vai ficar bonito na casa de alguém.’ Isso é trabalhar com amor”, descreve Luciana. “Meus pais não aguentam nem ficar longe da loja muito tempo. Não aguentam de saudade.”

União
Para gerenciar os 50 funcionários da loja, os donos contam com equipes especializadas em diferentes seções, como depósito, balcão, caixas. “Cada área tem um chefe separado”, explica França. “Nossa equipe é muito unida. Temos reunião geral uma vez por mês e também nos confraternizamos.” Para França, trabalhar com família é uma vantagem, pois traz confiança ao delegar. Luciana explica que os laços de afeto não estão apenas entre os donos. “Somos uma família, não só eu, minha irmã e meus pais, mas também toda a equipe. Temos funcionários que estão conosco há mais de 20 anos. É uma união muito grande”, define. “Nós somos a empresa. Acho que o que faz diferença é nossa presença: o olho dono é que engorda”, aposta Mariza. “Além de união e amor, a receita do sucesso é muito trabalho duro”, finaliza Zélia com lágrimas nos olhos ao se lembrar da história do negócio, que se mistura com a da família.


Tags:

publicidade

publicidade