SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

CAPACITAÇÃO »

Investimento de verão

Quem quer se reciclar ou aprender uma nova habilidade encontra uma série de cursos de curta duração com inscrições abertas. De idiomas a Excel, passando por fotografia e finanças, são muitas as chances de aproveitar as férias para melhorar o currículo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/12/2015 13:18 / atualizado em 13/12/2015 16:31

Jéssica Gotlib /Especial para o Correio

Arquivo Pessoal

A melhora na capacitação foi um dos fatores responsáveis pelo aumento na média salarial dos brasileiros nos últimos 15 anos — que passou de R$ 1,7 mil em 2000 a R$ 2,1 mil em 2014. Essa é uma das conclusões do relatório Sustentando Melhorias no Emprego e nos Salários no Brasil, lançado pelo Banco Mundial. O documento sugere ainda que a preparação para o mercado de trabalho seja prioridade, principalmente em períodos de retração econômica como o atual. Por isso, investir o fim de 2015 ou o começo de 2016 em educação é boa pedida.


Todo o esforço necessário para usar o período de descanso para estudar é recompensado pelo mercado de trabalho, certifica Victor Trujillo, coordenador de cursos de férias da ESPM. “Quem está empregado ganha visibilidade na empresa porque mostra disposição para o trabalho e vontade de crescer. Para os que estão disponíveis, existem dois grandes ganhos. Falar que fez curso de verão em uma entrevista de emprego rende boas perguntas e respostas, além de passar ótima impressão do candidato. Além disso, os alunos dessas aulas conversam entre si, trocam experiências e dão dicas sobre processos seletivos. Bons contatos são importantíssimos para conseguir se colocar”, completa.


Capacitações de curta duração valem também para quem busca complementar a renda, garante a coordenadora do Núcleo de Programas e Projetos do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Distrito Federal (Senac-DF), Lindomar Silva. “Os cursos dão oportunidade de aperfeiçoar o conhecimento e oferecem chance de aumentar o orçamento de maneira rápida, pois, em geral, são mais técnicos que teóricos. Uma pessoa que faz aulas de pizzaiolo, por exemplo, pode aproveitar o tempo livre para vender pizzas”, adiciona.


A economista Karla Braz, 39 anos, funcionária do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), ganhou um segundo salário por ter apostado em cursos de férias. “Tudo começou porque procurei no YouTube formas de fazer um caderno personalizado e acabei encontrando um curso on-line de encadernação”, conta. Desde dezembro de 2014, ela fez seis cursos na área no portal Eduk. De passatempo, os cadernos passaram a ser uma segunda fonte de renda. “Hoje, tudo que eu faço vendo”, afirma. “Não tem nada a ver com meu trabalho oficial, mas gosto muito. Por isso, estou louca para entrar de férias para fazer outros cursos e aprender técnicas novas”, complementa ela, que começará um curso de encadernação japonesa com carga horária de 20 horas no próximo domingo (20).

Planejamento

Melhorar o trabalho realizado foi o estímulo que levou o professor e pesquisador Gilmar Elias Rodrigues, 50 anos, a procurar um curso para fazer nas próximas férias. “Sou pesquisador do Instituto de Estudos Sócio-Ambientais da Universidade Federal de Goiás (Iesa/UFG), estudo migração e urbanização nas cidades brasileiras. Para documentar meu trabalho, preciso de boas imagens, mas, apesar de ter uma câmera potente, não tenho o aprendizado técnico que permitiria fazer boas fotos”, explica. Gilmar planeja fazer um curso de fotografia em janeiro. “Vou ter que rearranjar alguns passeios, deixar de ficar com a família por uma semana, mas, durante o período de aulas regulares — uma vez que concilio o trabalho, as aulas do doutorado e a pesquisa no Iesa — não tenho tempo”, explica.


Para quem tem horários apertados mesmo durante as férias, Rogério Gabriel, fundador do grupo educacional Prepara recomenda que seja feito um plano de estudos. “Primeiramente, o aluno deve estar convicto de que essa nova formação o ajudará no trabalho. Depois, ele tem que planejar a rotina durante o curso, separar o número de horas que dedicará aos estudos em casa e o quanto vai tirar para ficar com a família — é importante que as atividades estejam adequadas à rotina de cada pessoa. Por fim, as metas devem ser concretizadas o mais rápido possível, para não ficarem só no mundo das ideias”, reforça.


Rogério Gabriel acredita que o período é ideal para quem não teve tempo de melhorar o currículo durante o ano. “É um bom momento por dois motivos: primeiro, as pessoas acabaram de receber o 13º salário, e usá-lo para se qualificar é um investimento com retorno mais que garantido; segundo, os cursos de férias costumam ter uma dinâmica diferente da dos regulares o que deixa o aprendizado mais fácil”, afirma. Para ele, cada profissional deve avaliar as próprias necessidades, mas algumas matérias funcionam como curinga na busca por uma boa oportunidade. “Falar uma língua estrangeira, especialmente inglês, deve ser prioridade, pois o mercado brasileiro carece de pessoas fluentes. Outras importantes são as chamadas disciplinas-base, como informática, gestão e atendimento ao público. Esses conteúdos são essenciais para uma enorme quantidade de vagas”, afirma.

 

Questão e língua
Rafael Dubra, 18 anos, aluno do terceiro semestre de direito, terminou um curso de inglês e vai aproveitar janeiro para avançar um nível no estudo de espanhol no Instituto Cervantes. “Vou poder me dedicar exclusivamente a isso. Teremos aulas todos os dias, então o contato é muito maior. Você realmente vive a língua.”


Aliás, estar focado é pré-requisito para estudar nas férias, como alerta a coordenadora do curso de inglês da Cooperativa de Ensino de Língua Estrangeira Moderna (Cooplem) da Asa Norte, Monica Shimizu. “É um semestre condensado em um mês, com aulas todos os dias. Para dar certo, além das horas em sala, os estudantes precisam empenhar bastante tempo em casa também. É uma verdadeira imersão”, avisa.

 

Programe-se

Estude com ranquilidade no verão
» Mantenha o sono em dia: alterar a rotina noturna é quase inevitável nas férias. No entanto, uma boa noite de sono é fundamental para o bom rendimento em atividades que exijam esforço intelectual.

» Converse com a família e os amigos: os programas em grupo nessa época parecem irresistíveis, por isso é bom avisar a todos que você não está tão disponível neste verão.

» Programe o tempo: os conteúdos dos cursos de curta duração são dados de maneira bastante intensa para compensar o intervalo de tempo reduzido, assim seguir uma agenda de estudos é fundamental

» Faça algo que goste: se você não estuda por obrigação, o conteúdo não fica restrito a livros, mas estará presente em rodas de conversa e nos seus pensamentos ao longo do dia. Aprender por prazer é um jeito de fixar melhor o conhecimento

Fontes: Rogério Gabriel, Victor Trujillo e Monica Shimizu

 

Quer estudar? Confira opções de cursos

Para ficar em Brasília

Kaza Chique
Tem turmas de higiene e manipulação na cozinha; panetones e chocotones; sopas e caldos; ceia de ano-novo; bacalhau da virada; cupcakes para festas; tábuas de frios, patês e sanduíches; e organização de armários e closets. Os cursos duram um dia e têm turmas a partir de segunda-feira (14). Carga horária: três horas. Investimento: R$ 120. Inscrições no local. Endereço: SCLN 102, Bloco D. Informações: www.kazachique.com.br / cursos@kazachique.com.br / 3032-8002 ou 3273-8004.

Senac DF
Oportunidades para oratória, Excel básico e avançado, trabalho em altura – salvamento, cauterização e selagem, faturamento médico hospitalar, podologia geriátrica, podologia pediátrica, qualidade e eficiência em coleta de sangue venosa e capilar, tratamento de feridas: assepsias e curativos, maquiagem social, design de sobrancelhas, técnicas avançadas em química capilar, qualidade no atendimento, bartender, técnicas de saladeiro, técnicas de pizzaiolo, cozinha básica, aperfeiçoamento de tortas doces e salgadas, técnicas de produção de pães caseiros e artesanais, e técnicas de produção de ovos de Páscoa. O início dos cursos varia, e há aulas a partir de 6 de janeiro. Carga horária: 20 horas a 200 horas. Investimento:
R$ 99 a R$ 1.872. Inscrições pelo site: www.senacdf.com.br. Telefone: (61) 3313-8877.

 

Para viajar
ESPM

Curso de férias sobre gestão e marketing. De 19 a 21 de janeiro. Carga horária: nove horas. Investimento: R$ 1.240. Inscrições pelo site: www2.espm.br. Endereço: Rua Gomes de Carvalho, 1.195, Vila Olímpia, São Paulo. Telefone: (11) 5081-8200.

Faculdade Cidade Verde e Matera Systems
Oferecem capacitação técnica em tecnologia da informação. De 18 a 28 de janeiro. Carga horária: 24 horas. Gratuito. Inscrições pelo site: www.matera.com/br/curso-de-ferias. Endereço: Avenida Dr. Horácio Raccanello Filho, 5.570 — Edifício São Bento, Novo Centro, Maringá (Paraná). Telefone: (44) 3034-0111.

Facens
A importância do meio ambiente para a área da engenharia, análise ambiental, Android de ponta a ponta, aprendendo a ser criativo, cromatografia a gás, curso básico do software Hydros, HTML + CSS — fundamentos e Iniciação ao Front End, introdução a jogos 2d em Unity, workshop de design de apresentações, TCC: Como? Quando? Porquê? E como ele pode influenciar sua vida após a graduação, e sistemas autoadaptativos com inteligência artificia. Carga horária: 10 horas a 15 horas. Investimento: R$ 40 a R$ 200. Inscrições: www.facens.br/home. Endereço: Rodovia Senador José Ermírio de Moraes, 1.425, Sorocaba (São Paulo). Telefone: (15) 3238-1188.

 

Pela internet
Eduk

Estão abertos os cursos de boleira para boleira, ensaios vintage mamãe e bebê, massas, recheios e molhos: combinações perfeitas, encadernação japonesa, introdução aos penteados: do preparo ao resultado, bolos para comemorar, CorelDRAW e Silhouette: decoração em tecido e crochê, lembrancinhas de bebê em papel, maquiagem de caracterização: especial carnaval e personagens, brinquedos e brincadeiras em tecidos para pais e filhos, docinhos artesanais: do clássico ao sofisticado, e unhas de gel, acrigel e fibra de seda. Carga horária: nove horas. Disponíveis gratuitamente em horários específicos a partir de 14 de dezembro ou em planos mensais com valores a partir de R$ 19,90. Inscrições e mais informações pelo site: www.eduk.com.br. Telefone: (11) 4933-6693.

Prepara Cursos
Estão abertas inscrições para informática, indústria e energia, administração e negócios. Carga horária: 32 horas a 96 horas. Investimento: a partir de R$ 29,90. Inscrições e informações: www.prepara.com.br.

publicidade

publicidade