RESPONSABILIDADE SOCIAL »

Empresa júnior do bem

O Grupo Gestão, do curso de engenharia de produção da UnB, ganhou R$ 10 mil num desafio e decidiu investir o valor em livros para a biblioteca da universidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/12/2016 19:38 / atualizado em 18/12/2016 19:49

Gabriela Studart

A empresa júnior de engenharia de produção da Universidade de Brasília (UnB), o Grupo Gestão, ganhou um prêmio de R$ 10 mil após ter vencido o 2º Desafio Ambev voltado a organizações formadas por universitários. Os membros decidiram reverter integralmente o valor ganho na compra de livros sobre a área de atuação deles para a Biblioteca Central dos Estudantes (BCE/UnB). Segundo o diretor de Marketing do Grupo Gestão, Rafael Versiani, 22 anos, é interessante doar o prêmio à biblioteca porque ela ainda não tem tantos livros de engenharia de produção, já que a graduação é relativamente nova — foi criada em 2009. “Nosso objetivo é que todos os alunos consigam usufruir disso, afinal conseguimos o prêmio com apoio da UnB”, comenta.


Professor do curso, Annibal Affonso Neto elogia a iniciativa. “A doação vai suprir uma lacuna”, comenta ele, que ajudou a escolher os livros a serem comprados. As obras devem ser entregues à BCE no início do próximo semestre. A companhia de bebidas Ambev promoveu o concurso voltado a empresas juniores em 2013, mas o bônus financeiro só foi repassado em outubro de 2016. O grupo de estudantes foi premiado por conta de um projeto de otimização de processos chamado Farol Produtividade. A plataforma visa garantir o controle da gestão e a avaliação da produtividade dos membros com base nas tarefas estabelecidas para cada funcionário. A iniciativa foi idealizada em 2012 pelo ex-membro da empresa júnior Caio Dutra, 26.


“Nosso propósito é contribuir para tornar o conhecimento acessível. A decisão (de doar o dinheiro) foi muito justa e digna: é o certo a se fazer”, garante Caio. “Desde que a desenvolvi, a plataforma continua sendo usada e aprimorada”, relata ele, que hoje trabalha como produtor cultural e faz parte do Coletivo Labirinto.


“A grande vantagem da ferramenta Farol Produtividade é que ela possibilita a compreensão de quem está cumprindo as demandas e quais são as atividades para alcançar determinado objetivo”, comenta. Caio relata ter desenvolvido consciência social durante o período de trabalho voluntário na empresa júnior (EJ). “O espírito é o de adquirir conhecimento e devolver em forma de impacto na sociedade, trabalhando muito e não recebendo.”


Talvez por isso a decisão de doar os R$ 10 mil à biblioteca da UnB tenha sido tão natural. Professor de engenharia de produção na UnB, Annibal Affonso Neto explica que esse tipo de pensamento gera efeitos positivos na comunidade. “Eles contribuem para a sociedade na medida em que ajudam a reduzir a mortalidade de micro e pequenas empresas que não teriam condições de contratar grandes consultorias, mas conseguem pagar pelos serviços de uma empresa júnior, que são projetos de responsabilidade social”, diz. Annibal Affonso Neto percebe que a participação nesse tipo de organização também ajuda a desenvolver habilidades técnicas e comportamentais.
“A EJ forma profissionais com relação a postura, atitude, respeito e vivência”, completa. “A decisão de doar o prêmio à BCE mostra o comprometimento no sentido de contribuir para que outras gerações de alunos tenham a oportunidade de se qualificar”, acredita. “Quando os estudantes tiverem acesso aos livros, valorizarão o compromisso com a universidade pública por estarem usufruindo de uma doação e se sentirão mais estimulados a levar o curso — numa instituição de ensino gratuita e reconhecida — a sério”, acredita.


A premiação

O Grupo Gestão foi a única empresa do Distrito Federal premiada, em 2013, no 2º Desafio Ambev durante o Encontro Nacional de Empresas Juniores (Enej) daquele ano, realizado em Porto Alegre. Para participar, a iniciativa universitária deveria responder à pergunta: “qual princípio da Ambev se relaciona à prática da sua empresa júnior descrita no case e por quê?” Ao todo, nove iniciativas foram premiadas, e o Grupo Gestão conquistou o primeiro lugar na categoria Sonho. Segundo Fabíola Higashi Overrath, diretora de Desenvolvimento de Gente da Ambev, o prêmio é alinhado aos propósitos da companhia e do Movimento Empresa Júnior.


“Nós apostamos nas ideias desses estudantes porque queremos estar cada vez mais próximos das pessoas que têm vontade de fazer diferente. Soubemos da decisão de doar para a universidade e ficamos contentes com esse engajamento”, conta. Para Fernanda Costandrade, diretora de relacionamento da Federação das Empresas Juniores do Distrito Federal (Concentro), o prêmio reconhece o perfil inovador do Grupo Gestão. “É uma empresa que observa desafios e busca superá-los sempre”, afirma.


Esta não é a primeira vez que o Grupo Gestão é reconhecido. Este mês, a empresa júnior ganhou o Prêmio Concentro com o Projeto de Alto Impacto, devido à realização de serviços de gestão de marcas de camiseta. A organização também é finalista do Desafio Votorantim.

*Estagiária sob supervisão de Ana Paula Lisboa