CAPACITAÇÃO »

O maior evento de liderança do mundo em Brasília

Este mês, o DF recebe, em duas edições, encontro voltado para capacitar pessoas para ocupar posições de comando. Várias das lições têm inspiração cristã, mas o foco do evento é corporativo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/01/2017 12:23 / atualizado em 26/01/2017 13:38

Summit Brasil/Diviulgação

 

Este mês, Brasília será palco do The Global Leadership Summit, considerado o maior evento de liderança do mundo, durante o qual pessoas de diferentes áreas da sociedade serão desafiadas a melhorar as habilidades de gestão e a desenvolver o potencial das equipes comandadas por elas. Os palestrantes convidados são referência em diversas áreas de atuação, e parte das lições ensinadas no evento têm inspiração cristã. O objetivo é que cada participante seja estimulado a fazer a diferença na sociedade e se capacite para liderar. Por causa da grande quantidade de inscritos, o congresso terá duas edições em janeiro (saiba mais no quadro Não perca.) Ambos os encontros serão sediados pela Terceira Igreja Batista de Brasília, instituição responsável pela organização, localizada na 407/408 Norte. Cada edição formará 250 pessoas. Há 22 anos, o projeto, idealizado em Chicago, nos Estados Unidos, por Bill Hybels, fundador da Willow Creek Association, organização cristã sem fins lucrativos, reúne palestrantes renomados para capacitar pessoas e torná-las aptas para liderar.


John Thys/Diviulgação

A iniciativa chegou a 120 países e quer capacitar mais de 300 mil pessoas nesta temporada. Segundo o organizador do summit no DF e pastor da Terceira Igreja Batista de Brasília, Gilberto Wegermann, a capital federal recebe o congresso desde 2013, e o número de participantes tem crescido a cada ano. “É um evento onde é preciso ter humildade para aprender com os outros. Essa combinação ajudou líderes globais. A ideia é que toda pessoa em posição de comando pode crescer sempre, e, quando ela cresce, todos ganham”, afirma. No Brasil, a conferência com as palestras de preletores internacionais ocorrerá por meio da transmissão de vídeos legendados, que foram gravados em Chicago. Ao fim de cada apresentação, uma equipe de facilitadores auxilia os participantes, que contam com material didático, para que o conteúdo seja entendido com mais facilidade. Além disso, o grupo promove debates sobre os temas ensinados por líderes de sucesso, como Melinda Gates, co-presidente da Bill & Melinda Foundation, uma das maiores fundações de caridade do mundo, e Alan Mulally, ex-presidente e diretor-executivo da Ford Motor Company, maior marca de automóveis dos EUA, entre outros.

 

Arquivo Pessoal

 

Além do conteúdo internacional, a temporada atual terá palestras presenciais de brasileiros como Janete Vaz, biomédica e cofundadora do Laboratório Sabin, que falará sobre o papel da liderança no sucesso da empresa. “Nós trabalhamos a mudança de comportamento das pessoas, então, se eu quero que meu cliente tenha um bom atendimento, preciso tratar bem meus colaboradores. Pessoas felizes produzem melhor”, salienta. Para ela, buscar capacitação é imprescindível a quem deseja se tornar um bom dirigente. “A primeira coisa de que o líder precisa é conhecimento, depois, otimismo, saber se comunicar bem, respeitar as pessoas e saber servir”, ressalta. Apesar de estar acostumada a dar palestras sobre liderança em organizações, Janete não esconde o entusiasmo em falar a um público tão diversificado quanto o do summit. “Eu vejo que a oportunidade é muito importante por ser um evento de conotação internacional e espero que tenha o mesmo brilho que tem lá fora”, almeja.

Expectativa
Sandro André Hammarstron, 48 anos, participou do The Global Leandership Summit em Chicago, em 2014, e gostou tanto que se inscreveu para a primeira edição da temporada em Brasília. Especializado em contabilidade, marketing e comunicação, o gerente-executivo do Banco do Brasil costuma investir em capacitação constantemente.“É um evento de qualidade, principalmente porque, com a prática do que será apresentado ali, você poderá transformar pessoas que lidera e a organização de que participa”, diz. O economista Laecio Barros Júnior, 53, participou da primeira edição da conferência em Brasília, em 2013, e aprovou. Segundo ele, o conteúdo trabalhado e as experiências apresentadas, dos mais diversos segmentos, como política, indústria, serviços, entretenimento e religião, diferenciam o The Global Leadership Summit de outros congressos do tipo. “O que mais me marcou foi a mensagem de que não precisamos mudar nossas características pessoais para sermos bons líderes, mas sim somá-las aos princípios da liderança”, explica. “O líder precisa ter uma visão, e tornar isso realidade depende da convicção dele. O resultado prático é que tenho tido a oportunidade de ver visões ganhando corpo, saindo do papel e se tornando realizações”, comemora ele, que pretende participar do evento no fim de janeiro.

 

Palestrantes

Do exterior
Patrick Lencioni, americano, escritor de livros sobre saúde organizacional e fundador da consultoria The Table Group
Danielle Strickland, canadense, advogada, escritora e oficial do Exército de Salvação, instituição cristã protestante de caridade
Chris Mcchesney, americano, executivo da empresa especializada em performance Franklin Covey
John C. Maxwell, americano, expert em liderança e coach
Jossy Chacko, indiano, fundador e presidente da Empart, organização de evangelização
Bispo T. D. Jakes, fundador e pastor sênior da igreja e da organização humanitária The Potter’s House
Erin Meyer, americana, professora de comportamento organizacional da Insead, escola francesa de pós-graduação
Melinda Gates, americana, co-presidente da Bill & Melinda Gates Foundation, uma das maiores fundações de caridade do mundo
Alan Mulally, americano, ex-presidente e diretor-executivo da Ford, maior marca de automóveis dos EUA

Do Brasil

Janete Vaz, brasileira, biomédica e co-fundadora do Laboratório Sabin
Rosita Milesi, diretora do Instituto de Migrações e Direitos Humanos (IMDH)
Tércio Ribeiro de Souza, pastor da Primeira Igreja Batista de Maceió
Gilberto Wegermann, pastor líder da Terceira Igreja Batista de Brasília

 

 

Não perca

As inscrições para o The Global Leadership Summit estavam abertas até hoje (15), mas a procura foi tão grande que a organização vai promover dois encontros. Não é mais possível se inscrever para a primeira edição (de 19 a 21 de janeiro). Interessados em participar da segunda edição (27 e 28 de janeiro, das 9h às 18h) podem se inscrever até dia 26 pelo site. O evento será na Terceira Igreja Batista de Brasília (407/408 Norte), com intervalos para coffee break (incluso no valor da taxa de inscrição) e almoço, que pode ser comprado em food trucks no local. Investimento: R$ 130. Para grupos de cinco pessoas, a inscrição cai para R$ 100 cada.

 

 

* Estagiária sob supervisão de Ana Paula Lisboa