EMPREENDEDORISMO »

Maratona de startups para mulheres

Durante um fim de semana, evento estimulará empreendedoras e interessadas em abrir um negócio inovador a melhorar os projetos idealizados. Apesar de ser voltada a elas, programação reserva um quarto das vagas para homens

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/11/2017 18:13 / atualizado em 06/11/2017 17:29

Lanna Silveira/Esp.CB/D.A Press

 

À medida que avança o empreendedorismo feminino, aumenta a quantidade de mulheres com dúvidas sobre como agir nos negócios — ainda mais durante o período de crise, que intensifica as dificuldades de investir nesse tipo de atividade. É para ajudar empreendedoras e aspirantes a empreendedoras que Brasília recebe a segunda edição do Startup Weekend Women entre sexta-feira (10) e o próximo domingo (12). O evento estimulará as inscritas a terem ideias que possam originar empresas de base tecnológica e potencial de crescimento escalonado (ou seja, startups) ou a desenvolverem as que já tenham em mente. A programação também é aberta para quem se interessa por empreendedorismo no geral. A expectativa da organização é reunir 80 pessoas em 54 horas de atividades.


Lanna Silveira/Esp.CB/D.A Press

 

A equipe organizadora do evento é voluntária e se engajou de forma a propagar esse formato de evento, idealizado pela empresa norte-americana TechStars. O time é formado por três designers (Marcela Moraes, Isabela Miranda e Raquel Pacheco), duas desenvolvedoras (Dayanne Fernandes e Ludmila Bela Cruz) e uma gerente de marketing (Amanda Sanromã). “Não há muitas mulheres à frente de startups, então o objetivo é criar oportunidades para mudar esse cenário”, justifica Marcela Moraes, fundadora do estúdio de design Maparê. Segundo ela, o evento é validado por levantamento da Organização das Nações Unidas (ONU) que revela tímida participação feminina no mercado empresarial: de cada 10 empreendimentos, apenas três são comandados por mulheres.

Expectativa

 

Startup Weekend/Divulgação
 

 

“Percebo que, quando não há muita participação feminina em eventos sobre empreendedorismo, outras mulheres ficam desestimuladas a entrar nesse ramo”, ressalta Marcela. Daniela Angelos, 24 anos, e Mariana Fernandes, 28, participarão do Startup Weekend Women este ano. “Serão dias em que teremos debates produtivos e chuvas de ideias. Isso é importante porque quanto mais mulheres participarem de eventos como este, maior será a rede de contatos que se cria”, afirma Daniela, mestranda em ciência da computação pela Universidade de Brasília (UnB). A jovem ainda não tem uma ideia de startup em mente, mas espera que, após este fim de semana, pense em algo inovador. Apesar de ser bióloga, Mariana não seguiu carreira na área de formação. Após fazer um curso de empreendedorismo criativo, ela passou a atuar como consultora para pequenos negócios. “Atendo seis empreendedores. Faço palestras e debates sobre gestão do tempo, aumento de produtividade e como melhorar o espírito de equipe. O Startup Weekend Women vai me ajudar a aprofundar ainda mais os meus conhecimentos”, percebe.

 

Na opinião dela, o fato de as mulheres se engajarem numa dupla jornada (profissional e doméstica) é um grande empecilho para o desenvolvimento do empreendedorismo feminino. Juliana Guedes, 27, participou da edição do evento no ano passado e, depois disso, montou um ateliê de artesanato em casa. “Aprendi a organizar mais o tempo, algo fundamental na vida do empreendedor”, explica. Ela ainda trabalha fora, no setor de tecnologia da informação do Banco do Brasil, e acredita que a participação no evento também resultou num desempenho melhor na empresa pública. “Durante a programação, as mentoras nos ensinaram a entregar demandas com rapidez e, para isso, o trabalho em equipe é peça-chave”, ressalta. “O aprendizado que tive ali vai além do empreendedorismo. Seria bom, inclusive, que empresários estimulassem a participação dos funcionários em eventos como esse, pois a empresa sairá ganhando”, avalia.

 

Fique por dentro

Startup Weekend Women
Programação: o evento começará com uma palestra sobre empreendedorismo. Logo após, os participantes formarão equipes para apresentar ideias de startups. Durante o sábado e o domingo, as equipes precisam encontrar modelos de negócio e criar um mínimo produto viável (MVP), utilizando metodologias e ferramentas tecnológicas. No domingo, os times apresentarão as soluções e receberão feedbacks dos jurados. Os três melhores recebem prêmios para levar a nova startup adiante. As organizadoras aconselham que cada um leve o próprio computador e extensão elétrica.

Quando: de 10 a 12 de novembro; sexta, das 18h às 21h; e sábado e domingo, das 9h às 21h

Onde: Galeria Ponto, 710/910 Norte

Investimento:
R$ 150, que inclui todas as refeições (café da manhã, almoço, jantar e lanche)

Inscrições: goo.gl/sCbzfU; saiba mais em goo.gl/jWwqj2

 

 

 

*Estagiários sob supervisão de Ana Paula Lisboa