SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Novas regras para trabalhar no Canadá passam a valer em 1º de junho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/03/2014 17:18

A partir de 1º de junho, o estrangeiro que buscar a aprovação do visto de estudo com direito a trabalho no Canadá precisará se matricular e frequentar cursos de graduação ou pós-graduação. As instituições de ensino de idiomas não estarão mais autorizadas a oferecer estes tipos de programa de intercâmbio. Por isso, quem já está inscrito em cursos de idiomas, com programas combinados com trabalho, para início neste ano, devem fazer o requerimento do visto antes de 1º de junho. O Study Permit, como é chamado esse tipo de visto, dará direito a 20 horas de trabalho durante os cursos com 6 meses ou mais, e em tempo integral durante as férias. %u201CSe deixarem para depois, as novas regras já estarão valendo, e a autorização para trabalhar não vai sair. Para quem já está com o visto aprovado, vale a regra atual.%u201D, adverte Alexandre Luis Pedrosa, diretor da Infovistos, empresa de assessoria para requerimento de vistos consulares para turismo, estudos, negócios, trânsito e outros. O governo canadense vai divulgar uma relação das chamadas colleges, que estão autorizadas a receber as matrículas dos estrangeiros interessados em estudar e trabalhar no país, com a exigência de que aquele que se matricular no curso de graduação ou pós-graduação deverá frequentar as aulas. %u201CNão vai adiantar se matricular apenas para conseguir permissão para trabalhar. Haverá uma fiscalização do cumprimento do programa.%u201D, completa Pedrosa. Outra mudança que será implantada serve para quem já estiver estudando no Canadá, como os alunos da high school, ou do ensino médio, como é chamado no Brasil. Os estudantes poderão se matricular em um curso de graduação que dê direito a realização de estágios, ou trabalho, sem precisar voltar ao seu país de origem para mudar o status do seu visto. %u201CTodo o trâmite poderá ser encaminhado no Canadá, desde que os estudantes estejam matriculados em instituições autorizadas.%u201D, especifica Alexandre, da Infovistos. Para quem se dedicou aos estudos e ao trabalho canadense, as novas regras estabelecem que, depois que completarem os estudos de pós-graduação, os estrangeiros poderão continuar trabalhando integralmente no país, até que tenham autorização do Work Permit, para poder ficar no país em definitivo.
Tags:

publicidade

publicidade