SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Com a alta do dólar, França se torna bom destino para intercâmbio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/03/2015 15:21

Quem deseja estudar no exterior pode apostar na França, que possui tradição em receber estudantes do mundo todo e tem 20% de seus recursos destinados à educação. O governo francês arca com a maior parte das despesas, com investimentos de aproximadamente 10 mil euros ao ano, por estudante, custeando o valor integral do curso e despesas de moradia e alimentação.

Considerado um dos melhores países para estudar, a França oferece mais de 190 programas de bolsas de estudos para alunos brasileiros, incluindo serviços para a mobilidade estudantil e formações em diferentes áreas. No Brasil, a agência oficial do governo francês responsável por suprir informações e intermediar o contato entre os estudantes e as instituições francesas é o Campus France.

O Campus France acompanha os candidatos em cada etapa do projeto e os orienta de acordo com o programa pelo qual se interessam, desde a escolha do curso até a solicitação do visto. No Brasil, os cursos com maior demanda são os da área de engenharia, mas são várias as possibilidades ofertadas, envolvendo administração e negócios, estudos políticos, artes plásticas, design, moda, arquitetura, cinema, entre outras.

Passo a passo para estudar na França

Os brasileiros interessados em estudar na França precisam estar cientes dos cinco passos básicos do processo. São eles:

1. Escolher o curso desejado, de graduação, mestrado, especialização, doutorado ou pós-doutorado. O Campus France tem um filtro no site www.bresil.campusfrance.org que auxilia nessa decisão;
2. Fazer o cadastro no site do Campus France para criar o dossiê eletrônico e a caixa de mensagens personalizadas;
3. Preparar a candidatura, também via site do Campus France;
4. Fazer os testes oficiais da proficiência do francês, que varia em cada universidade, podendo ser DELF, DALF ou TCF. No geral, exige-se um nível intermediário denominado de B2, porém há casos de cursos que estabelecem nível avançado;
5. Acessar o dossiê eletrônico no site do Campus France e acompanhar o procedimento pelo espaço personalizado;
6. Solicitar o visto de estudante junto ao consulado francês da circunscrição referente para cursos acima de 90 dias.

publicidade

publicidade