mundo
  • (8) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Redução de exigências para entrada de brasileiros na Espanha será estudada

Agência Brasil

Publicação: 29/05/2012 19:32 Atualização:

Representantes dos governos brasileiro e espanhol vão se reunir na próxima segunda-feira (4/6) para negociar a redução das exigências feitas para a autorização da entrada de brasileiros na Espanha e de espanhóis no Brasil. Será a primeira reunião desde que o Brasil passou a adotar uma série de medidas, denominadas de reciprocidades, que aumentaram o rigor para a entrada de espanhóis em território brasileiro.

De acordo com a chefe do Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior do Ministério das Relações Exteriores, ministra Maria Luiza Lopes, a Espanha manifestou disposição para dialogar apenas após a adoção das medidas de reciprocidade pelo Brasil. “Nas reuniões anteriores, tivemos muita dificuldade em obter concessões, mas, a partir de agora, estamos em uma situação de relativo equilíbrio. O que queremos deles eles também vão querer de nós. [Antes] era um diálogo de surdos”.

O governo brasileiro vai propor a instituição de um procedimento de linha direta para a redução emergencial de casos duvidosos, ou seja, situações em que a decisão foi meramente burocrática ou por problema com documentos do viajante. “Queremos estabelecer um mecanismo de quem liga para quem imediatamente no momento dessa decisão inicial [de inadmissão no país]. Temos o entendimento de que todas as decisões podem ser reavaliadas”, disse a ministra.

As medidas de reciprocidades, que começaram a ser adotadas no início de abril, foram colocadas em prática depois do relato de brasileiros que se queixavam das humilhações e de discriminação ao tentar entrar em território espanhol. Em abril, cerca de 30 espanhóis foram barrados e impedidos de ingressar em território brasileiro. “Muitos deles [chegam] por fronteira terrestre, na fronteira de Foz do Iguaçu”, revelou Maria Luiza Lopes.

De acordo com o subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, embaixador Eduardo Gradilone Neto, os maus-tratos a brasileiros que chegam em território espanhol continuam ocorrendo mesmo depois da visita, ao Brasil, do ministro de Assuntos Exteriores e Cooperação da Espanha, José Manuel García-Margallo, que ocorreu há duas semanas. “Deram todas as garantias que alguma coisa ia acontecer e continua havendo essas inadmissões”, lamentou.

Até agosto de 2011, 1.005 brasileiros foram barrados em aeroportos do país. A estimativa é que cerca de 158,7 mil brasileiros vivam em território espanhol. Na Europa, a comunidade brasileira é aproximadamente 900 mil.

Pelas regras em vigor, os espanhóis que quiserem entrar no Brasil terão de estar com o passaporte válido por, no mínimo, seis meses. Também serão exigidos os comprovantes de passagens de ida e volta, com data marcada.

O espanhol que for se hospedar em hotel deverá apresentar o documento de reserva. Caso venha a se hospedar na casa de amigos ou parentes, terá de apresentar uma carta-convite. O documento deve conter a assinatura do responsável, autenticação em cartório e um comprovante de residência dessa pessoa.

O último item das exigências refere-se à renda mínima do espanhol que pretende visitar o Brasil. Ele deve comprovar que tem condições financeiras para arcar com até R$ 170 de despesas, por dia, em território brasileiro.
Tags: celular

Esta matéria tem: (8) comentários

Autor: geraldo sobrinho
Temos de mostrar para os a Espanhois,que estamos chegando no primeiro mundo também, por tanto tem de respeitar os brasilieiros para ser respeitados aqui o governo brasileiro tem de ser duro com eles igual é conosco, até os americanos estão se abrindo para nós porque eles não. | Denuncie |

Autor: francisco carvalho
É óbvio, agora eles precisam de dinheiro para enfrentarem a crise que assola o País, e tal qual os EUA, o brasileiro idiota será o supridor dessas necessidades. | Denuncie |

Autor: alexandre
Dá um orgulho danado perceber que o Governo Brasileiro atuou, no episódio, como Governo de País Soberano. Brasileiros não são cidadãos de segunda classe e merecem ser tratados, lá fora, exatamente com o mesmo respeito com que tratamos todos que entram aqui. | Denuncie |

Autor: Néviton Amorim
O Brasil a passos de tartaruga está entrando nos trilhos, vamos deixar de ser sempre cordeirinhos, vamos usar aquela velha tática: BATEU, LEVOU!!!!!! | Denuncie |

Autor: Flavio S.
Agora querem agente na Espanha né? Tadinhos, descobrimos que se for pra sair do país, estamos bem servido com a américa latina, Colombia, Venezuela, México, Argentina, só local de primeira e com um povo que é de uma humanização incrível. Aqui somos irmãos, Europa Não! | Denuncie |

Autor: Hel
Reciprocidade e isso. Soberania tambem. Agora para mostrar que nao somos tao terceiro mundo quanto imaginam, so falta o Itamaraty e MRE adotar reciprocidade aos EUA. Ou vc acha que americanos ficam em fila para vir ao Brasil e aprontar o que aprontaram recentemente... | Denuncie |

Autor: Ronaldo Ronaldo Dornelles
E os mais de 20 anos em que escurraçaram os brasileiros, vão ficar sem troco? só com uma reunião? Não esmoreça, ministra. Talvez devamos boicotar o Santander, Cia Telefônica, etc... vergonha na cara, Brasil! | Denuncie |

Autor: paulo souza
Parabéns Brasil. Temos que tratar esses espanhóis, da mesma forma que eles nos tratam na Espanha...Esses espanhóis são pobres metidos a ricos. Estão financeiramente QUEBRADOS. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas