SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Tailandeses rezam pelo rei diante do hospital onde está internado

Alguns carregavam retratos do rei, Bhumibol Adulyadej, que seguravam com um braço, enquanto mantinham a cabeça baixa e faziam as orações

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/10/2016 08:35

France Presse

Munir Uz Zaman/AFP

Bangcoc, Tailândia - Uma multidão de tailandeses se reuniu nesta quinta-feira (13/10) diante do hospital de Bangcoc onde o rei, uma figura semidivina cuja morte afundaria o país em um período de incerteza, está internado. Vestidos de rosa e amarelo, as cores da monarquia, mais de 500 fiéis budistas entraram durante o dia no local para depositar flores e acender incensos. Posteriormente, rezaram ajoelhados.

Alguns carregavam retratos do rei, Bhumibol Adulyadej, que seguravam com um braço, enquanto mantinham a cabeça baixa e faziam as orações. Em alguns casos, se dirigiram com suas famílias. Entre eles Anon Lim, de 58 anos, que fez uma viagem rápida a partir do norte do país. "Queria estar próximo do rei para rezar por ele", explicou à AFP. "Na minha casa sempre há uma foto dele. Faz parte da minha vida", acrescentou este homem, que se sente "mais apegado ao rei como pessoa que ao sistema monárquico".

O rei da Tailândia, de 88 anos, é o decano dos monarcas em exercício no mundo: está há 70 no trono e goza de um status de semideus, fruto de décadas de culto a sua personalidade. O palácio publicou na quarta-feira um boletim médico inquietante, aumentando os temores após um dia de especulações, que já haviam levado os tailandeses a se reunir diante do hospital. Está respirando por aparelhos e "sob terapia de substituição renal", além disso sofre "com uma nova infecção", segundo o boletim divulgado na televisão nacional.

Nas redes sociais, muitos tailandeses substituíram sua foto de perfil por uma imagem em amarelo e rosa na qual se lia "Longa vida ao rei". A hashtag com esta mesma expressão em inglês, #longlivetheking, também foi muito utilizada pelos internautas para comunicar suas orações virtuais. A princesa Ubolratana, a filha mais velha do rei, publicou no Instagram um coração amarelo com fundo rosa, reafirmando seu amor pelo pai.

O rei do Butão, Jigme Khesar Namgel Wangchuk, também anunciou em sua página do Facebook que serão realizadas orações em todos os templos de seu país pelo rei Bhumibol. Os muçulmanos da Tailândia também rezarão por ele em sua oração de sexta-feira.

Leia mais notícias em Mundo

O chefe da junta, Prayut Chan-o-Cha, estava na sede do governo na manhã desta quinta-feira. Não foi confirmado até agora se ele se reuniu com o príncipe herdeiro Maha Vajiralongkorn, como anunciou que faria. "A nação unida por sua majestade, o rei", afirmava em sua primeira página o jornal anglófono The Bangkok Post. O status quase divino do rei faz com que a questão de sua sucessão seja um tabu na Tailândia.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade