SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Indonésia: 13 pessoas são açoitadas em público por violar 'sharia'

Aceh é a única província de Indonésia que impõe a lei islâmica

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/10/2016 17:38

France Presse

Banda Aceh, Indonésia - Seis mulheres e sete homens foram surrados, nesta segunda-feira (17/10), por infringir a "sharia" na província indonésia de Aceh, incluindo pessoas que se beijavam em público sem serem casadas.


Aceh é a única província de Indonésia que impõe a lei islâmica. Jogo, consumo de álcool e relações homossexuais são alguns dos crimes que podem ser punidos com a flagelação. Uma jovem chorou de dor, enquanto era agredida sob as vaias da multidão que assistia ao castigo, na frente de uma mesquita da capital da província de Banda Aceh.

 

Entre os "réus", com idades entre 21 e 30 anos, seis casais foram declarados culpados por violarem a lei islâmica que proíbe que pessoas não casadas se toquem, acariciem-se e se beijem em público. Um homem apanhou por ter passado tempo na companhia de uma mulher em um lugar escondido, de uma maneira que poderia tê-los levado a cometer adultério, de acordo com as autoridades.

 

Leia mais em Mundo

 

Uma grávida, de 22 anos, foi temporariamente dispensada da execução da sentença, mas o vice-prefeito de Aceh, Zainal Arifin, garantiu que o castigo será aplicado quando a jovem tiver dado à luz. De acordo com Arifin, a expectativa é que a punição imposta hoje tenha efeito dissuasório no futuro. Cada vez mais pessoas, sobretudo mulheres, vêm sendo condenadas a açoites em Aceh.

 

A província começou a aplicar a "sharia" depois de ter obtido um regime de autonomia especial do governo indonésio, em 2001, para tentar pôr fim a uma insurreição separatista. Mais de 90% dos indonésios se consideram muçulmanos, mas a maioria pratica um Islã moderado.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade