SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Registrados 800 casos de cólera no Haiti após passagem de Matthew

Segundo a OMS, que cita dados do Ministério da Saúde haitiano, foram registrados 773 casos de cólera em todo o país entre 9 e 15 de outubro, 464 deles no departamento do Sul e 167 no departamento da Grand'Anse

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/10/2016 17:21

France Presse


Genebra, Suíça
- Cerca de 800 casos de cólera foram registrados em uma semana no Haiti após a passagem do furacão Matthew, anunciou nesta quarta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"O número de casos de cólera aumentou depois do furacão", declarou Jean-Luc Poncelet, representante da OMS no Haiti.

Em uma conferência telefônica com jornalistas na ONU em Genebra, Poncelet explicou que as autoridades e a OMS "tinham tido problemas para enviar as amostras" de casos de suspeita de cólera.

Leia mais notícias em Mundo


Desde terça-feira, porém, este sistema que permite confirmar a doença voltou a estar operativo, permitindo "confirmar que grande parte destes casos (de suspeita) são casos confirmados de cólera", afirmou o médico.

Segundo a OMS, que cita dados do Ministério da Saúde haitiano, foram registrados 773 casos de cólera em todo o país entre 9 e 15 de outubro, 464 deles no departamento do Sul e 167 no departamento da Grand'Anse.

A epidemia de cólera começou no Haiti em 2010, chegando a mais de 300.000 casos em 2011, e diminuiu para menos de 30.000 nos últimos anos. Antes do furacão Matthew, mais de 28.000 casos tinham sido constatados.

Mais de dois milhões de pessoas foram afetadas pela passagem de Matthew, e 1,4 milhão precisaram de assistência imediata, segundo Poncelet, que explicou que cerca de 200.000 haitianos moram em zonas montanhosas de acesso "muito difícil".

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade