SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Membros da ONU propõem passar por cima de Conselho de Segurança sobre Síria

Quatro dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança estão batendo cabeça sobre resoluções de cessar-fogo na cidade síria de Aleppo, na qual os rebeldes estão lutando contra o governo da Síria, apoiado pela Rússia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/10/2016 11:05

Agência Estado

A Assembleia Geral da ONU se reuniu informalmente na quinta-feira (21/10) para discutir se tomará medidas para substituir o Conselho de Segurança sobre a guerra na Síria, à medida que o órgão permanece sem saber como dar um fim aos bombardeios na cidade de Aleppo.

Quatro dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança estão batendo cabeça sobre resoluções de cessar-fogo na cidade síria de Aleppo, na qual os rebeldes estão lutando contra o governo da Síria, apoiado pela Rússia. A divisão do Conselho coloca a Rússia contra os Estados Unidos, Reino Unido e França. A China, o quinto membro do grupo, permanece neutra.

Leia mais notícias em Mundo


Diversos Estados-membros da ONU e o enviado da organização para a Síria, Staffan de Mistura, pediram que a Assembleia Geral invoque uma cláusula que a permitiria fazer uma sessão de emergência sobre o tema, enquanto o Conselho de Segurança vive um impasse. A sessão permitiria à Assembleia recomendar medidas para ações coletivas na Síria.

Entretanto, a reunião de quinta-feira não produziu decisões concretas. Permanece incerto se a Assembleia Geral conseguirá atingir a maioria necessária para uma sessão de emergência. "O mundo está olhando para a ONU, todos nós, todos vocês, para não deixar que isso aconteça", disse o ministro de Relações Exteriores do Canadá, Stephane Dion. Ele afirmou que "a falta de habilidade do Conselho de Segurança para lidar com suas responsabilidades" é preocupante.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade