SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Bancos deixarão Reino Unido ainda este ano por causa do Brexit

Receio é de que as instituições sejam impedidas de negociar com outros países da União Europeia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/10/2016 09:09

Agência Estado

O chefe da Associação dos Banqueiros Britânicos (British Bankers' Association, BBA) acredita que as instituições financeiras planejam começar a abandonar Londres por conta da incerteza com relação à saída do Reino Unido da União Europeia. O diretor executivo da entidade, Anthony Browne, disse que instituições menores poderiam deixar o país ainda este ano.

O executivo afirmou em artigo publicado neste domingo que os bancos temem a imposição de barreiras por parte de políticos do bloco europeu. O risco visto pelos bancos, diz, é o de que haja um impedimento para que instituições financeiras baseadas em Londres, o principal financeiro europeu atual, conduzam negócios com países do bloco. Ao jornal The Observer, Browne afirmou que banqueiros estão com as mãos "tremulando sobre o botão da realocação". Segundo ele, vários pequenos bancos planejam começar a se mudar antes do Natal enquanto bancos maiores devem iniciar a saída no primeiro trimestre do ano que vem.

 

Leia mais notícias em Mundo

Browne afirma ainda que a imposição de tarifas iria ferir tanto o Reino Unido quanto a União Europeia, mas considerou que os argumentos econômicos podem se perder em meio à retórica política. Ele opinou que os governos nacionais podem "tentar usar as negociações de saída da União Europeia para construir muros que separem o mercado financeiro europeu em duas partes, provocando a migração de postos de trabalho para fora de Londres".

O governo britânico afirmou em um comunicado que tem conhecimento da importância do setor de serviços financeiros para a economia do Reino Unido. Disse ainda que as autoridades britânicas "têm garantido recursos para conseguir o melhor acordo" para o país.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade