SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Jovem de 20 anos leiloa virgindade para ajudar a família

Após incêndio, a família de Katherine Stone foi forçada a permanecer na propriedade queimada por falta de seguro e a jovem resolveu ir trabalhar em um bordel para ajudar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/10/2016 20:45 / atualizado em 24/10/2016 20:48

Correio Braziliense

Reprodução/ CNN

 

Uma jovem de Nevada colocou sua virgindade à venda para ajudar a família. Em 2014, a casa de Katherine Stone, 20 anos, localizada em Seattle, Washington, foi destruída por um incêndio.


Sem seguro, a família se viu forçada a permanecer na propriedade queimada. Para salvar a casa danificada, Katherine fez as malas e saiu de casa pela primeira vez para viver em um bordel.

 

Segundo a jovem norte-americana, a ideia sugiu após ver anúncios no Facebook sobre os bordéis legalizados em Nevada. Ao pesquisar mais sobre os valores que poderiam ser obtidos ao trabalhar em bordéis, Katherine entrou em contato com o dono e propôs que, caso conseguisse vender sua virgindade, o homem ficaria com metade do valor.

 

Leia mais em Mundo

 

Em entrevista a CNN, Katherine disse que todo o dinheiro arrecadado com seu trabalho no bordel, junto com o leilão de sua virgindade, servirão para ajudar sua família. No momento, sua oferta é um pouco mais de US $ 400 mil, mas ela ainda está esperando pelo comprador. "Quero um homem que sinta uma conexão comigo, de forma que a experiência seja especial para nós dois. Não é apenas sobre dinheiro", explica. "As pessoas dizem que se deve fazer isso por amor. E eu estou fazendo por amor à minha família", disse a jovem após sofrer críticas.

 

Reprodução/ CNN


 

 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
LUIZ
LUIZ - 03 de Novembro às 08:50
O corpo é dela, ela faz o que quiser. Não condeno!
 
filomena
filomena - 25 de Outubro às 21:12
precisa e' criar vergonha na cara. Tem muita gente que perde tudo e nao se prostitui. Ela pode trabalhar em emprego decente

publicidade